Jeremias 9:17-26

Assim diz o Senhor dos Exércitos:

“Considerem:
Chamem as pranteadoras profissionais;
mandem chamar
    as mais hábeis entre elas.
Venham elas depressa
    e lamentem por nós,
até que os nossos olhos
    transbordem de lágrimas
e águas corram de nossas pálpebras.
O som de lamento se ouve desde Sião:
‘Como estamos arruinados!
Como é grande a nossa humilhação!
Deixamos a nossa terra
    porque as nossas casas
    estão em ruínas’ ”.

Ó mulheres, ouçam agora
    a palavra do Senhor;
abram os ouvidos às palavras
    de sua boca.
Ensinem suas filhas a lamentar-se;
    ensinem umas as outras a prantear.
A morte subiu e penetrou
    pelas nossas janelas
e invadiu as nossas fortalezas,
eliminando das ruas as crianças
    e das praças, os rapazes.

“Diga: Assim declara o Senhor:

“Cadáveres ficarão estirados
    como esterco em campo aberto,
como o trigo deixado para trás
    pelo ceifeiro,
sem que ninguém o ajunte.”

Assim diz o Senhor:

“Não se glorie o sábio em sua sabedoria
    nem o forte em sua força
    nem o rico em sua riqueza,
mas quem se gloriar, glorie-se nisto:
    em compreender-me e conhecer-me,
pois eu sou o Senhor
    e ajo com lealdade,
    com justiça e com retidão sobre a terra,
pois é dessas coisas que me agrado”,
    declara o Senhor.

“Vêm chegando os dias”, declara o Senhor, “em que castigarei todos os que são circuncidados apenas no corpo, como também o Egito, Judá, Edom, Amom, Moabe e todos os que rapam a cabeça e vivem no deserto; porque todas essas nações são incircuncisas, e a comunidade de Israel tem o coração obstinado.”

Read More of Jeremias 9

Jeremias 10

Deus e os Ídolos

Ouçam o que o Senhor diz a vocês, ó comunidade de Israel! Assim diz o Senhor:

“Não aprendam as práticas das nações
    nem se assustem com os sinais no céu,
embora as nações se assustem com eles.
Os costumes religiosos das nações são inúteis:
    corta-se uma árvore da floresta,
    um artesão a modela com seu formão;
enfeitam-na com prata e ouro,
    prendendo tudo com martelo e pregos
para que não balance.
Como um espantalho
    numa plantação de pepinos,
os ídolos são incapazes de falar,
e têm que ser transportados
    porque não conseguem andar.
Não tenham medo deles,
pois não podem fazer
    nem mal nem bem”.

Não há absolutamente ninguém
    comparável a ti, ó Senhor;
tu és grande,
    e grande é o poder do teu nome.
Quem não te temerá,
    ó rei das nações?
Esse temor te é devido.
Entre todos os sábios das nações
e entre todos os seus reinos
    não há absolutamente ninguém
    comparável a ti.
São todos insensatos e tolos;
    querem ser ensinados por ídolos inúteis.
Os deuses deles não passam de madeira.
Prata batida é trazida de Társis,
    e ouro, de Ufaz.
A obra do artesão e do ourives
    é vestida de azul e de vermelho;
tudo não passa de obra
    de hábeis artesãos.
Mas o Senhor é o Deus verdadeiro;
    ele é o Deus vivo; o rei eterno.
Quando ele se ira, a terra treme;
    as nações não podem suportar o seu furor.

“Digam-lhes isto: Estes deuses, que não fizeram nem os céus nem a terra, desaparecerão da terra e de debaixo dos céus”.

Mas foi Deus quem fez a terra
    com o seu poder,
firmou o mundo com a sua sabedoria
e estendeu os céus
    com o seu entendimento.
Ao som do seu trovão,
    as águas no céu rugem,
e formam-se nuvens
    desde os confins da terra.
Ele faz os relâmpagos para a chuva
    e dos seus depósitos faz sair o vento.

Esses homens todos
    são estúpidos e ignorantes;
cada ourives é envergonhado
    pela imagem que esculpiu.
Suas imagens esculpidas
    são uma fraude,
elas não têm fôlego de vida.
São inúteis,
    são objetos de zombaria.
Quando vier o julgamento delas,
    perecerão.
Aquele que é a porção de Jacó
    nem se compara a essas imagens,
pois ele é quem forma todas as coisas,
    e Israel é a tribo de sua propriedade,
Senhor dos Exércitos é o seu nome.

A Destruição Vindoura

Ajunte os seus pertences
    para deixar a terra,
você que vive sitiada.
Porque assim diz o Senhor:
    “Desta vez lançarei fora
    os que vivem nesta terra.
    Trarei aflição sobre eles,
    e serão capturados”.

Ai de mim! Estou ferido!
    O meu ferimento é incurável!
Apesar disso eu dizia:
Esta é a minha enfermidade
    e tenho que suportá-la.
A minha tenda foi destruída;
todas as cordas da minha tenda
    estão arrebentadas.
Os meus filhos me deixaram
    e já não existem;
não restou ninguém para
    armar a minha tenda
    e montar o meu abrigo.
Os líderes do povo são insensatos
    e não consultam o Senhor;
por isso não prosperam
    e todo o seu rebanho está disperso.
Escutem! Estão chegando notícias:
    uma grande agitação vem do norte!
As cidades de Judá serão arrasadas
    e transformadas em morada de chacais.

A Oração de Jeremias

Eu sei, Senhor,
    que não está nas mãos do homem
o seu futuro;
não compete ao homem
    dirigir os seus passos.
Corrige-me, Senhor,
    mas somente com justiça,
não com ira,
    para que não me reduzas a nada.
Derrama a tua ira sobre as nações
    que não te conhecem,
sobre os povos que não invocam o teu nome;
pois eles devoraram Jacó,
devoraram-no completamente
    e destruíram a sua terra.

Read More of Jeremias 10

Jeremias 11:1-17

A Aliança é Quebrada

Esta é a palavra que veio a Jeremias da parte do Senhor: “Ouça os termos desta aliança; e repita-os ao povo de Judá e aos habitantes de Jerusalém. Diga-lhes que assim diz o Senhor, o Deus de Israel: Maldito é aquele que não obedecer aos termos desta aliança, os quais ordenei aos antepassados de vocês, quando eu os tirei do Egito, da fornalha de fundir ferro. Eu disse: Obedeçam-me e façam tudo o que lhes ordeno, e vocês serão o meu povo, e eu serei o seu Deus. Então cumprirei a promessa que fiz sob juramento aos antepassados de vocês, de dar-lhes uma terra onde manam leite e mel, a terra que vocês hoje possuem”.

Então respondi: Amém, Senhor.

O Senhor me disse: “Proclame todas estas palavras nas cidades de Judá e nas ruas de Jerusalém: Ouçam os termos desta aliança e cumpram-nos. Desde a época em que tirei os seus antepassados do Egito até hoje, repetidas vezes os adverti, dizendo: Obedeçam-me. Mas eles não me ouviram nem me deram atenção; ao contrário, seguiram os seus corações duros e maus. Por isso eu trouxe sobre eles todas as maldições desta aliança, que eu tinha ordenado que cumprissem, mas que eles não cumpriram”.

Então o Senhor me disse: “Há uma conspiração entre o povo de Judá e os habitantes de Jerusalém. Eles retornaram aos pecados de seus antepassados, que recusaram dar ouvidos às minhas palavras e seguiram outros deuses para prestar-lhes culto. Tanto a comunidade de Israel como a de Judá quebraram a aliança que eu fiz com os antepassados deles”. Por isso, assim diz o Senhor: “Trarei sobre eles uma desgraça da qual não poderão escapar. Ainda que venham a clamar a mim, eu não os ouvirei. Então as cidades de Judá e os habitantes de Jerusalém clamarão aos deuses, aos quais queimam incenso, mas eles não poderão salvá-los quando a desgraça os atingir. Você tem tantos deuses quantas são as suas cidades, ó Judá; e os altares que você construiu para queimar incenso àquela coisa vergonhosa chamada Baal são tantos quantas são as ruas de Jerusalém.

“E você, Jeremias, não ore em favor deste povo nem ofereça súplica ou petição alguma por eles, porque eu não ouvirei quando clamarem a mim na hora da desgraça.

“O que a minha amada faz
    no meu templo
    com intenção enganosa?
Será que os votos e a carne consagrada
    evitarão o castigo?
Poderá você, então, exultar?”

O Senhor a chamou
    de oliveira verdejante,
ornada de belos e bons frutos.
    Mas com o estrondo
de um grande tumulto,
    ele a incendiará,
e os seus ramos serão quebrados.

O Senhor dos Exércitos, que a plantou, anunciou-lhe desgraça, porque a comunidade de Israel e a comunidade de Judá fizeram o que é reprovável e provocaram a minha ira, queimando incenso a Baal.

Read More of Jeremias 11