Nova Versão Internacional

Salmos 37:1-40

Salmo 3737 O salmo 37 é um poema organizado em ordem alfabética, no hebraico.

Davídico.

1Não se aborreça por causa dos homens maus

e não tenha inveja dos perversos;

2pois como o capim logo secarão,

como a relva verde logo murcharão.

3Confie no Senhor e faça o bem;

assim você habitará na terra e desfrutará segurança.

4Deleite-se no Senhor,

e ele atenderá aos desejos do seu coração.

5Entregue o seu caminho ao Senhor;

confie nele, e ele agirá:

6ele deixará claro como a alvorada que você é justo,

e como o sol do meio-dia que você é inocente.

7Descanse no Senhor

e aguarde por ele com paciência;

não se aborreça com o sucesso dos outros

nem com aqueles que maquinam o mal.

8Evite a ira e rejeite a fúria;

não se irrite: isso só leva ao mal.

9Pois os maus serão eliminados,

mas os que esperam no Senhor

receberão a terra por herança.

10Um pouco de tempo, e os ímpios não mais existirão;

por mais que você os procure, não serão encontrados.

11Mas os humildes receberão a terra por herança

e desfrutarão pleno bem-estar.

12Os ímpios tramam contra os justos

e rosnam contra eles;

13o Senhor, porém, ri dos ímpios,

pois sabe que o dia deles está chegando.

14Os ímpios desembainham a espada e preparam o arco

para abater o necessitado e o pobre,

para matar os que andam na retidão.

15Mas as suas espadas irão atravessar-lhes o coração,

e os seus arcos serão quebrados.

16Melhor é o pouco do justo

do que a riqueza de muitos ímpios;

17pois o braço forte dos ímpios será quebrado,

mas o Senhor sustém os justos.

18O Senhor cuida da vida dos íntegros,

e a herança deles permanecerá para sempre.

19Em tempos de adversidade não ficarão decepcionados;

em dias de fome desfrutarão fartura.

20Mas os ímpios perecerão;

os inimigos do Senhor murcharão como a beleza dos campos;

desvanecerão como fumaça.

21Os ímpios tomam emprestado e não devolvem,

mas os justos dão com generosidade;

22aqueles que o Senhor abençoa receberão a terra por herança,

mas os que ele amaldiçoa serão eliminados.

23O Senhor firma os passos de um homem,

quando a conduta deste o agrada;

24ainda que tropece, não cairá,

pois o Senhor o toma pela mão.

25Já fui jovem e agora sou velho,

mas nunca vi o justo desamparado

nem seus filhos mendigando o pão.

26Ele é sempre generoso e empresta com boa vontade;

seus filhos serão abençoados.

27Desvie-se do mal e faça o bem;

e você terá sempre onde morar.

28Pois o Senhor ama quem pratica a justiça,

e não abandonará os seus fiéis.

Para sempre serão protegidos,

mas a descendência dos ímpios será eliminada;

29os justos herdarão a terra

e nela habitarão para sempre.

30A boca do justo profere sabedoria,

e a sua língua fala conforme a justiça.

31Ele traz no coração a lei do seu Deus;

nunca pisará em falso.

32O ímpio fica à espreita do justo,

querendo matá-lo;

33mas o Senhor não o deixará cair em suas mãos

nem permitirá que o condenem quando julgado.

34Espere no Senhor

e siga a sua vontade.

Ele o exaltará, dando-lhe a terra por herança;

quando os ímpios forem eliminados, você o verá.

35Vi um homem ímpio e cruel

florescendo como frondosa árvore nativa,

36mas logo desapareceu e não mais existia;

embora eu o procurasse, não pôde ser encontrado.

37Considere o íntegro, observe o justo;

há futuro37.37 Ou haverá posteridade; também no versículo 38. para o homem de paz.

38Mas todos os rebeldes serão destruídos;

futuro para os ímpios nunca haverá.

39Do Senhor vem a salvação dos justos;

ele é a sua fortaleza na hora da adversidade.

40O Senhor os ajuda e os livra;

ele os livra dos ímpios e os salva,

porque nele se refugiam.