O Livro

Números 17

A vara de Aarão floresce

1Então o Senhor falou o seguinte a Moisés: “Diz ao povo de Israel que cada chefe de tribo deverá trazer uma vara de madeira com o seu próprio nome escrito nela. Na vara da tribo de Levi escrever-se-á o nome de Aarão, pois cada vara representa o chefe duma tribo. Ponham estas varas na divisão interior da tenda do encontro, para além do véu, onde eu me encontro contigo, em frente do testemunho. Servir-me-ei destas varas para identificar o homem que eu escolhi, pois a sua vara dará rebentos e florescerá, para que parem enfim as murmurações e as lamentações contra vocês.”

Moisés transmitiu estas indicações ao povo e cada um dos doze chefes, incluindo Aarão, trouxe a sua vara. Pô-las perante o Senhor, na divisão interior onde estava o testemunho. E quando no dia seguinte tornou a entrar ali verificou que a vara de Aarão, representando a tribo de Levi, tinha dado rebentos, produzira flores e até amêndoas. Moisés trouxe para fora as varas que estavam diante do Senhor e mostrou-lhas. Cada um tornou a pegar na sua.

10 O Senhor disse a Moisés que colocasse a vara de Aarão junto da arca do testemunho, como lembrança daquela rebelião. Ele deveria trazê-la de novo para fora e mostrá-la ao povo, no caso de haver ainda qualquer movimento contra a autoridade de Aarão; isto evitaria outra catástrofe entre o povo. 11 Moisés fez conforme a ordem do Senhor.

12 Mas o povo continuava: “Acabaremos todos por ser liquidados!”, gemiam eles. 13 “Seja quem for que tente aproximar-se do tabernáculo morre. Iremos todos ser consumidos?”