O Livro

Levítico 19

Repetição de diversas leis

1O Senhor disse também a Moisés que comunicasse o seguinte ao povo de Israel: “Sejam santos, porque eu, o Senhor, vosso Deus, sou santo.

Devem respeitar as vossas mães e os vossos pais. Deverão também guardar a lei do meu sábado. Porque eu sou o Senhor, vosso Deus.

Não façam nem adorem ídolos, deuses de metal fundido. Eu sou o Senhor, o vosso Deus.

Quando vierem oferecer uma oferta de paz ao Senhor, façam-no de modo voluntário e corretamente, para que seja aceite. Comam-no no mesmo dia em que o oferecerem, ou o mais tardar no dia seguinte. O que ficar para o terceiro dia deve ser queimado, porque aquilo que viesse a ser comido no terceiro dia seria repulsivo para mim, e eu não o aceitaria. Portanto, se comerem disso no terceiro dia serão culpados, porque assim será profanada a santidade de Senhor, e serão excomungados do povo do Senhor.

Quando fizerem as colheitas nas vossas terras, não ceifem os cantos dos campos completamente, nem apanhem as espigas que forem caindo no chão. 10 E o mesmo também durante as vindimas; não apanhem tudo até ao último bago, nas vinhas, nem tão-pouco apanhem os que caírem no chão. Deixem-nos para os pobres e para os que viajem através da terra. Porque eu sou o Senhor, o vosso Deus.

11 Não roubem, não mintam, não usem de falsidade para com o vosso semelhante; 12 não pronunciem juramentos falsos a coberto do meu nome, trazendo assim desonra sobre ele, pois eu sou o Senhor.

13 Não explores nem oprimas ninguém; deverás pagar prontamente aos que trabalham por tua conta.

Se lhes deves alguma coisa, não a guardes sequer para o dia seguinte.

14 Não amaldiçoes um surdo; não ponham tropeços no caminho dos cegos. Teme o teu Deus. Eu sou o Senhor!

15 Os juízes devem ser sempre justos nas suas sentenças, sem estar a considerar se se trata de um pobre ou de um rico. Devem ser absolutamente retos.

16 Não sejas mexeriqueiro. Nunca acuses falsamente o teu próximo. Porque eu sou o Senhor.

17 Não tenhas pensamentos de ódio para com o teu irmão.

Não deixes de repreender todo aquele que pecar. Não permitam que continue nesse caminho, pois serão tão culpados como ele.

18 Não procures a vingança, não alimentes a má vontade contra ninguém. Ama o teu próximo como a ti mesmo, porque eu sou o Senhor.

19 Guardem as minhas leis.

Não juntem animais de diferentes espécies.

Não semeiem espécies diferentes de semente ao mesmo tempo.

Não usem roupa feita metade de lã metade de linho.

20 Se um homem seduzir uma rapariga escrava que estiver comprometida para casar com outro, deverão ser trazidos a tribunal, mas não mortos, porque ela não é livre. 21 O homem culpado deverá trazer a sua oferta de culpa ao Senhor, à entrada da tenda do encontro; terá de ser um carneiro. 22 O sacerdote fará expiação com o carneiro, diante do Senhor, pelo pecado que o homem cometeu, e será perdoado.

23 Quando se instalarem na terra e tiverem plantado toda a espécie de árvores de fruto, não deverão comer as três primeiras colheitas, porque são consideradas impuras. 24 E ao quarto ano todo o fruto colhido será dedicado ao Senhor, em louvor a ele. 25 Finalmente, no quinto ano comerás do que colheres, e assim a vossa colheita aumentará. Eu sou o Senhor, o vosso Deus!

26 Não devem comer nada com o seu sangue.

Nunca recorram a leitura de sinas, nem a bruxarias ou coisas semelhantes.

27 Não cortem o cabelo, arredondando-o nos cantos da cabeça, nem cortem também os cantos da barba, como fazem os pagãos.

28 Tão-pouco devem dar golpes na vossa carne ou fazer marcas na pele a título de ritos funerários, por causa de alguém que tenha morrido. Eu sou o Senhor.

29 Não violem a santidade da vossa filha, levando-a a prostituir-se, porque a terra se encheria de maldade.

30 Guardem os meus sábados e reverenciem o meu tabernáculo. Eu sou o Senhor.

31 Não se sujem, voltando-se para os médiuns e adivinhos. Eu sou o Senhor, o vosso Deus.

32 Devem honrar e respeitar os mais velhos, os que têm os seus cabelos já brancos, porque assim respeitarão também a Deus. Eu sou o Senhor.

33 Não explorem o estrangeiro que vier instalar-se na vossa terra; não o oprimam. 34 Ele deve ser tratado como qualquer outro cidadão. Amem-no como a vocês mesmos; não se esqueçam que foram também estrangeiros no Egito. Eu sou o Senhor, o vosso Deus.

35 Devem ser imparciais quando julgarem. Usem medidas corretas para medir o comprimento, para pesar, para calcular o volume. 36 Que as balanças não sejam fraudulentas e que as vossas medidas sejam sempre exatas, porque eu sou o Senhor, o vosso Deus, que vos tirou da terra do Egito.

37 Guardem todos os meus mandamentos e leis, obedecendo-lhes cuidadosamente. Eu sou o Senhor.”