O Livro

Ezequiel 6

Profecia simbólica contra as montanhas de Israel

1Depois recebi nova mensagem do Senhor: Homem mortal, fala na direcção das montanhas de Israel e profetiza contra elas. 3/7 Diz-lhes assim, ó montanhas de Israel, ouçam a palavra que o Senhor dirige contra vocês, assim como contra os rios e os vales. Eu, sim eu mesmo, o Senhor, farei vir guerra sobre vocês para destruir os vossos ídolos. Todas as vossas povoações serão arrasadas e queimadas, e os altares dos ídolos abandonados. Os vossos deuses serão quebrados, e os ossos dos seus adoradores espalhados por entre os restos dos altares. Então, por fim, hão-de reconhecer que sou o Senhor.

8/10 Mas deixarei ficar um pequeno punhado do meu povo que escapará a isso tudo, e que será espalhado por entre as nações do mundo. Depois, quando se encontrarem assim exilados pelo mundo inteiro, lembrar-se-ão de mim, pois que tirarei deles esse coração adúltero, que está cheio de amor pelos ídolos, e mudarei os seus olhos lascivos que andam só à procura de novas imagens de ídolos. E acabarão por se sentirem profundamente envergonhados, por causa da sua grande maldade. Hão-de reconhecer que só eu sou Deus e que não estava a enganá-los quando lhes garantia que tudo isto iria acontecer-lhes.

11/14 Diz o Senhor Deus: Levantem as mãos em sinal de espanto, abanem a cabeça em atitude de grande consternação e digam: Ai de nós que praticámos tanta coisa má! E hão-de perecer pela guerra, pela fome e pelas pestes. A doença ferirá os que escaparam para o exílio; a guerra destruirá os que ficaram na terra de Israel. E os que tiverem conseguido escapar morrerão pela fome e nos ataques dos inimigos. É assim que derramarei o meu furor contra eles. Quando virem os corpos mortos jazendo espalhados por entre os restos dos ídolos e dos altares, no cima de cada colina e de cada montanha, debaixo de cada árvore verde e de grande carvalho, os sítios onde oferecem incenso aos seus deuses — dar-se-ão então conta de que só eu sou Deus. Esmargar-vos-ei e tornarei desoladas as vossas cidades, desde o deserto do sul até às bandas de Ribla no norte. E todos saberão que eu sou o Senhor.

Nova Versão Internacional

Ezequiel 6

Profecia contra os Montes de Israel

1Esta palavra do Senhor veio a mim: “Filho do homem, vire o rosto contra os montes de Israel; profetize contra eles e diga: Ó montes de Israel, ouçam a palavra do Soberano, o Senhor. Assim diz o Soberano, o Senhor, aos montes e às colinas, às ravinas e aos vales: Estou prestes a trazer a espada contra vocês; vou destruir os seus altares idólatras. Seus altares serão arrasados, seus altares de incenso[a] serão esmigalhados, e abaterei o seu povo na frente dos seus ídolos. Porei os cadáveres dos israelitas em frente dos seus ídolos, e espalharei os seus ossos ao redor dos seus altares. Onde quer que você viva, as cidades serão devastadas e os altares idólatras serão arrasados e devastados, seus ídolos serão esmigalhados e transformados em ruínas, seus altares de incenso serão derrubados e tudo o que vocês realizaram será apagado. Seu povo cairá morto no meio de vocês, e vocês saberão que eu sou o Senhor.

“Mas pouparei alguns; alguns de vocês escaparão da espada quando forem espalhados entre as terras e nações. Ali, nas nações para onde vocês tiverem sido levados cativos, aqueles que escaparem se lembrarão de mim; lembrarão como fui entristecido por seus corações adúlteros, que se desviaram de mim, e, por seus olhos, que cobiçaram os seus ídolos. Terão nojo de si mesmos por causa do mal que fizeram e por causa de todas as suas práticas repugnantes. 10 E saberão que eu sou o Senhor, que não ameacei em vão trazer esta desgraça sobre eles.

11 “Assim diz o Soberano, o Senhor: Esfregue as mãos, bata os pés e grite “Ai!”, por causa de todas as práticas ímpias e repugnantes da nação de Israel, pois eles morrerão pela espada, pela fome e pela peste. 12 Quem está longe morrerá pela peste, quem está perto cairá pela espada, e quem sobreviver e for poupado morrerá de fome. Assim enviarei a minha ira sobre eles. 13 E saberão que eu sou o Senhor, quando o seu povo estiver estirado, morto entre os seus ídolos, ao redor dos seus altares, em todo monte alto e em todo topo de montanha, debaixo de toda árvore frondosa e de todo carvalho viçoso — em todos os lugares nos quais eles ofereciam incenso aromático a todos os seus ídolos. 14 Estenderei o meu braço contra eles e tornarei a terra uma imensidão desolada, desde o deserto até Dibla[b] — onde quer que estiverem vivendo. Então saberão que eu sou o Senhor”.

Footnotes

  1. 6.4 Provavelmente colunas dedicadas ao deus sol.
  2. 6.14 Conforme a maioria dos manuscritos do Texto Massorético. Alguns manuscritos do Texto Massorético dizem Ribla.