O Livro

Eclesiastes 10

1As moscas mortas são capazes de estragar, até de fazer cheirar mal, um frasco do melhor perfume! Sim, um pequeno erro pode anular os efeitos da sabedoria e da honra.

O coração dum indivíduo sabedor levá-lo-á à prática do que é recto, e o dum louco, conduzi-lo-á para o mal. Podes identificar um doido até pela forma como anda na rua!

Se o teu patrão está voltado contra ti, não reajas precipitadamente! Uma atitude pacífica e calma é remédio que neutraliza grandes conflitos.

5/6 Há um outro mal que eu vi, enquanto observava a vida; é uma triste situação respeitante a reis e governantes: vi tolos a quem se deu grande autoridade e ricos a quem não se deu honra alguma. Vi também servos andando a cavalo e nobres deslocando-se a pé, como servos!

Quem fizer uma cova cairá nela; quem derrubar um muro, uma cobra o morderá! Quem andar acarretando pedras, acabará por ser maltratado por elas. O que racha lenha corre riscos!

10 Se o ferro do machado estiver embotado, então precisará de mais força. Sê sábio e afia a lâmina.

11 Se a cobra morder antes de estar encantada, é inútil o trabalho do encantador.

12 É agradável ouvir palavras sábias, mas o falar dum louco leva-o à ruína.

13 Basta que comece por uma falsa premissa, para que qualquer conclusão a que chegue seja cretina.

14 O insensato sabe tudo sobre o futuro e conta-o a toda a gente. Mas poderá alguém realmente saber o que irá acontecer!

15 O tolo fica esgotado com qualquer esforço; e depois nem sabe orientar-se!

16 Ai da terra cujo rei for uma criança, e cujos líderes logo pela manhã já estão embriagados. 17 Mas feliz é a terra cujos governantes receberam uma educação cuidada, e cujos chefes se alimentam, não com intemperança, mas para ganharem mais forças para novas tarefas!

18 A preguiça faz enfraquecer o telhado, e depressa os barrotes começam a apodrecer.

19 Uma festa dá sempre alegria, o vinho transmite satisfação. Mas sem dinheiro isso já não funciona.

20 Nunca digas mal do rei, nem sequer em pensamento; tão pouco do rico digas mal; porque um pássaro lhes dará a conhecer aquilo que disseste.