O Livro

Deuteronômio 13

Contra os falsos deuses

1Se houver no vosso meio um profeta ou alguém que afirme prever o futuro por meio de sonhos, e no caso das suas predições virem a realizar-se, e vos incitar: “Venham, adoremos os deuses doutras nações que não conhecem!”, não o ouçam. Porque o Senhor está a experimentar-vos para saber se realmente o amam de todo o coração e com toda a vossa alma. Sigam somente o Senhor, vosso Deus, e temam-no; obedeçam só aos seus mandamentos e cheguem-se a ele, sirvam-no e permaneçam fiéis a ele.

O profeta ou sonhador que tentar desviar-vos terá de ser executado, porque tentou fomentar a revolta contra o Senhor, vosso Deus, que vos trouxe da escravidão do Egito. Matando-o estarão a limpar o mal do vosso meio. Mesmo que seja o vosso parente mais próximo, o vosso amigo mais íntimo, um irmão, um filho, uma filha ou a esposa amada que venha segredar-vos o convite para irem adorar esses deuses estranhos, que não conheceram, nem vocês, nem vossos antepassados, sejam deuses dos povos à vossa volta, vizinhos ou distantes, de qualquer parte do mundo, não consintam, não lhe deem ouvidos nem tenham piedade dele. Não poupem essa pessoa do castigo que merece e, de forma alguma, deem seguimento à sua sugestão. Executem-na! A vossa própria mão deverá ser a primeira a cumprir a ordem de morte sobre essa pessoa que vos era chegada; seguir-se-ão os outros para executar a sentença. 10 Apedrejem-na até que morra, pois tentou desviar-vos dos caminhos do Senhor, vosso Deus, que vos tirou do Egito, a terra de servidão. 11 Todo o Israel terá conhecimento dessa ação, terá medo e não tornará a fazer uma coisa tão má como essa.

12 Se chegar aos vossos ouvidos que, nalguma das povoações de Israel que o Senhor vos deu, 13 apareceu algum homem perverso, pertencente ao vosso próprio povo, que conseguiu desencaminhar os seus concidadãos, levando-os a adorarem deuses estranhos, 14 primeiro apurem os factos, para verificar se realmente isso foi verdade. Se acharem que sim, que realmente aconteceu essa coisa horrível entre vocês, 15 deverão sem hesitar declarar guerra contra essa povoação e destruir completamente os seus habitantes, até mesmo todo o gado. 16 Depois trarão para fora das casas o recheio e tudo o que lá houver, pô-lo-ão no meio das ruas e lançarão fogo a tudo; por último farão arder toda a localidade, como sendo um holocausto que oferecem ao Senhor, o vosso Deus. Essa cidade permanecerá para sempre um montão de ruínas e nunca mais será reconstruída. 17 Não fiquem com nada do que apanharam do recheio das casas ou da cidade! Assim, o Senhor desviará a sua cólera ardente e será misericordioso convosco, terá compaixão e fará de vocês uma grande nação, como prometeu aos vossos antepassados. 18 Na verdade, o Senhor, vosso Deus, só terá misericórdia se lhe forem obedientes, se seguirem à risca os seus mandamentos que hoje vos dou, e se praticarem o que é justo aos olhos do Senhor.