O Livro

1 Crônicas 18

Vitórias de David

(2 Sm 8.1-14)

1Depois disto, David venceu e submeteu os filisteus, conquistou Gate e as localidades da vizinhança.

Também conquistou Moabe e obrigou o seu povo a pagar-lhe um tributo anual.

Conquistou o domínio do rei Hadadezer, de Zobá, até a Hamate, quando este rei tinha ido confirmar o seu domínio ao longo do rio Eufrates. David capturou 1000 dos seus carros, 7000 cavaleiros e 20 000 soldados. Inutilizou os cavalos dos seus carros de combate, à exceção de uma centena que guardou para seu próprio uso.

Quando os arameus vieram de Damasco para socorrer Hadadezer, David matou 22 000 deles. David pôs várias guarnições militares em Damasco, e os arameus tornaram-se seus súbditos, pagando-lhe um tributo anual. O Senhor concedia-lhe sempre vitórias, para onde quer que se virasse.

Trouxe também para Jerusalém os escudos de ouro que os oficiais do rei Hadadezer usavam, assim como uma grande quantidade de bronze das cidades de Tibate e de Cum, pertencentes ao rei Hadadezer. Mais tarde, o rei Salomão mandou derreter esse bronze e empregou-o no templo, fazendo com ele o mar de bronze, os pilares e os instrumentos usados nos sacrifícios sobre o altar.

Quando o rei Toú de Hamate ouviu narrar todas as vitórias de David sobre o exército de Hadadezer, rei de Zobá, 10 enviou o seu filho Hadorão para felicitá-lo, visto que Hadadezer e Toú eram inimigos, e apresentar-lhe muitos presentes de ouro, prata e bronze. 11 O rei David consagrou tudo isso ao Senhor, tal como fizera com o ouro e a prata trazidos das nações de Edom, Moabe, Amon, Filisteia e Amaleque.

12 Por essa altura, Abisai, filho de Zeruía, destruiu 18 000 edomitas no vale do Sal. 13 Colocou também guarnições militares em Edom, de forma que toda essa nação foi obrigada a pagar tributo a Israel, outro exemplo da forma como o Senhor o tornou vitorioso para onde quer que se dirigisse.

Os oficiais de David

(2 Sm 8.15-18; 20.23-26)

14 David reinou com justiça sobre Israel, dirigindo as causas do seu povo com toda a equidade.

15 Joabe, filho de Zeruía, era o general do seu exército.

O seu secretário para os assuntos da governação era Jeosafá, filho de Ailude.

16 Zadoque, filho de Aitube, e Aimeleque, filho de Abiatar, eram os sacerdotes;

Savsa era o secretário particular do rei.

17 Benaia, filho de Jeoiada, era o chefe da guarda pessoal do rei, formada por cretenses e peleteus.

Os filhos do rei eram os seus assistentes diretos.