Nova Versão Internacional

Isaías 40

Consolo para o Povo de Deus

1Consolem, consolem o meu povo,[a]
    diz o Deus de vocês.
Encoragem a Jerusalém e anunciem
    que ela já cumpriu o trabalho
    que lhe foi imposto,
pagou por sua iniqüidade,
e recebeu da mão do Senhor
    em dobro por todos os seus pecados.

Uma voz clama:
    “No deserto preparem[b] o caminho
para o Senhor;
    façam no deserto um caminho reto
para o nosso Deus.[c]
Todos os vales serão levantados,
todos os montes e colinas
    serão aplanados;
os terrenos acidentados
    se tornarão planos;
as escarpas serão niveladas.
A glória do Senhor será revelada,
    e, juntos, todos a verão.
Pois é o Senhor quem fala”.

Uma voz ordena: “Clame”.
E eu pergunto: O que clamarei?

“Que toda a humanidade é como a relva,
e toda a sua glória[d]
    como as flores do campo.
A relva murcha e cai a sua flor,
quando o vento do Senhor
    sopra sobre eles;
o povo não passa de relva.
A relva murcha, e as flores caem,
    mas a palavra de nosso Deus
    permanece para sempre”.

Você, que traz boas novas a Sião,
    suba num alto monte.
Você, que traz boas novas a Jerusalém,[e]
    erga a sua voz com fortes gritos,
erga-a, não tenha medo;
    diga às cidades de Judá:
“Aqui está o seu Deus!”
10 O Soberano, o Senhor, vem com poder!
    Com seu braço forte ele governa.
A sua recompensa com ele está,
    e seu galardão o acompanha.
11 Como pastor ele cuida de seu rebanho,
com o braço ajunta os cordeiros
    e os carrega no colo;
conduz com cuidado
    as ovelhas que amamentam suas crias.

12 Quem mediu as águas
    na concha da mão,
ou com o palmo
    definiu os limites dos céus?
Quem jamais calculou o peso da terra,
ou pesou os montes na balança
e as colinas nos seus pratos?
13 Quem definiu limites
    para o Espírito[f] do Senhor,
ou o instruiu como seu conselheiro?
14 A quem o Senhor consultou
    que pudesse esclarecê-lo,
e que lhe ensinasse a julgar com justiça?
    Quem lhe ensinou o conhecimento
ou lhe apontou o caminho da sabedoria?

15 Na verdade as nações
    são como a gota que sobra do balde;
para ele são como o pó
    que resta na balança;
para ele as ilhas não passam
    de um grão de areia.
16 Nem as florestas do Líbano
    seriam suficientes
    para o fogo do altar,
nem os animais de lá bastariam
    para o holocausto[g].
17 Diante dele todas as nações
    são como nada;
para ele são sem valor e menos que nada.

18 Com quem vocês compararão Deus?
    Como poderão representá-lo?
19 Com uma imagem que o artesão funde,
e que o ourives cobre de ouro
    e para a qual modela correntes de prata?
20 Ou com o ídolo do pobre,
    que pode apenas escolher
    um bom pedaço de madeira
    e procurar um marceneiro
    para fazer uma imagem que não caia?

21 Será que vocês não sabem?
Nunca ouviram falar?
Não lhes contaram desde a antigüidade?
Vocês não compreenderam
como a terra foi fundada?
22 Ele se assenta no seu trono,
acima da cúpula da terra,
cujos habitantes
    são pequenos como gafanhotos.
Ele estende os céus como um forro,
e os arma como uma tenda
    para neles habitar.
23 Ele aniquila os príncipes
    e reduz a nada os juízes deste mundo.
24 Mal eles são plantados ou semeados,
    mal lançam raízes na terra,
Deus sopra sobre eles, e eles murcham;
    um redemoinho os leva como palha.

25 “Com quem vocês me vão comparar?
Quem se assemelha a mim?”,
    pergunta o Santo.
26 Ergam os olhos e olhem para as alturas.
    Quem criou tudo isso?
Aquele que põe em marcha
    cada estrela do seu exército celestial,
e a todas chama pelo nome.
Tão grande é o seu poder
e tão imensa a sua força,
    que nenhuma delas deixa de comparecer!

27 Por que você reclama, ó Jacó,
    e por que se queixa, ó Israel:
“O Senhor não se interessa
    pela minha situação;
o meu Deus não considera
    a minha causa”?
28 Será que você não sabe?
    Nunca ouviu falar?
O Senhor é o Deus eterno,
    o Criador de toda a terra.
Ele não se cansa nem fica exausto;
sua sabedoria é insondável.
29 Ele fortalece o cansado
    e dá grande vigor ao que está sem forças.
30 Até os jovens se cansam
    e ficam exaustos,
e os moços tropeçam e caem;
31 mas aqueles que esperam no Senhor
    renovam as suas forças.
Voam alto como águias;
    correm e não ficam exaustos,
andam e não se cansam.

Footnotes

  1. 40.1 Ou Ó meu povo, consolem, consolem Jerusalém,
  2. 40.3 Ou clama no deserto: “Preparem
  3. 40.3 A Septuaginta diz façam retas as veredas de nosso Deus.
  4. 40.6 Ou fidelidade
  5. 40.9 Ou Ó Sião, que traz boas novas, suba num alto monte. Ó Jerusalém, que traz boas novas,
  6. 40.13 Ou conheceu a mente do Espírito
  7. 40.16 Isto é, sacrifício totalmente queimado.

Nueva Versión Internacional

Isaías 40

Consuelo para el pueblo de Dios

1¡Consuelen, consuelen a mi pueblo!
    —dice su Dios—.
Hablen con cariño a Jerusalén,
    y anúncienle
que ya ha cumplido su tiempo de servicio,
    que ya ha pagado por su iniquidad,
que ya ha recibido de la mano del Señor
    el doble por todos sus pecados.

Una voz proclama:
«Preparen en el desierto
    un camino para el Señor;
enderecen en la estepa
    un sendero para nuestro Dios.
Que se levanten todos los valles,
    y se allanen todos los montes y colinas;
que el terreno escabroso se nivele
    y se alisen las quebradas.
Entonces se revelará la gloria del Señor,
    y la verá toda la humanidad.
            El Señor mismo lo ha dicho».

Una voz dice: «Proclama».
    «¿Y qué voy a proclamar?», respondo yo.[a]

«Que todo mortal es como la hierba,
    y toda su gloria como la flor del campo.
La hierba se seca y la flor se marchita,
    porque el aliento del Señor sopla sobre ellas.
    Sin duda, el pueblo es hierba.
La hierba se seca y la flor se marchita,
    pero la palabra de nuestro Dios
    permanece para siempre».

Sión, portadora de buenas noticias,
    ¡súbete a una alta montaña!
Jerusalén, portadora de buenas noticias,
    ¡alza con fuerza tu voz!
Álzala, no temas;
    di a las ciudades de Judá:
    «¡Aquí está su Dios!»

10 Miren, el Señor omnipotente llega con poder,
    y con su brazo gobierna.
Su galardón lo acompaña;
    su recompensa lo precede.
11 Como un pastor que cuida su rebaño,
    recoge los corderos en sus brazos;
los lleva junto a su pecho,
    y guía con cuidado a las recién paridas.

12 ¿Quién ha medido las aguas con la palma de su mano,
    y abarcado entre sus dedos la extensión de los cielos?
¿Quién metió en una medida el polvo de la tierra?
    ¿Quién pesó en una balanza las montañas y los cerros?
13 ¿Quién puede medir el alcance del espíritu del Señor,
    o quién puede servirle de consejero?
14 ¿A quién consultó el Señor para ilustrarse,
    y quién le enseñó el camino de la justicia?
¿Quién le impartió conocimiento
    o le hizo conocer la senda de la inteligencia?

15 A los ojos de Dios, las naciones son
    como una gota de agua en un balde,
    como una brizna de polvo en una balanza.
El Señor pesa las islas
    como si fueran polvo fino.
16 El Líbano no alcanza para el fuego de su altar,
    ni todos sus animales para los holocaustos.
17 Todas las naciones no son nada en su presencia;
    no tienen para él valor alguno.

18 ¿Con quién compararán a Dios?
    ¿Con qué imagen lo representarán?
19 Al ídolo un escultor lo funde;
    un joyero lo enchapa en oro
    y le labra cadenas de plata.
20 El que es muy pobre para ofrendar
    escoge madera que no se pudra,
y busca un hábil artesano
    para erigir un ídolo que no se caiga.

21 ¿Acaso no lo sabían ustedes?
    ¿No se habían enterado?
¿No se les dijo desde el principio?
    ¿No lo entendieron desde la fundación del mundo?
22 Él reina sobre la bóveda de la tierra,
    cuyos habitantes son como langostas.
Él extiende los cielos como un toldo,
    y los despliega como carpa para ser habitada.
23 Él anula a los poderosos,
    y a nada reduce a los gobernantes de este mundo.
24 Escasamente han sido plantados,
    apenas han sido sembrados,
    apenas echan raíces en la tierra,
cuando él sopla sobre ellos y se marchitan;
    ¡y el huracán los arrasa como paja!

25 «¿Con quién, entonces, me compararán ustedes?
    ¿Quién es igual a mí?», dice el Santo.
26 Alcen los ojos y miren a los cielos:
    ¿Quién ha creado todo esto?
El que ordena la multitud de estrellas una por una,
    y llama a cada una por su nombre.
¡Es tan grande su poder, y tan poderosa su fuerza,
    que no falta ninguna de ellas!

27 ¿Por qué murmuras, Jacob?
    ¿Por qué refunfuñas, Israel:
«Mi camino está escondido del Señor;
    mi Dios ignora mi derecho»?
28 ¿Acaso no lo sabes?
    ¿Acaso no te has enterado?
El Señor es el Dios eterno,
    creador de los confines de la tierra.
No se cansa ni se fatiga,
    y su inteligencia es insondable.
29 Él fortalece al cansado
    y acrecienta las fuerzas del débil.
30 Aun los jóvenes se cansan, se fatigan,
    y los muchachos tropiezan y caen;
31 pero los que confían en el Señor
    renovarán sus fuerzas;
volarán como las águilas:
    correrán y no se fatigarán,
    caminarán y no se cansarán.

Footnotes

  1. 40:6 respondo yo (LXX, Qumrán y Vulgata); responde él (TM).