New International Version

Isaiah 63

God’s Day of Vengeance and Redemption

1Who is this coming from Edom,
    from Bozrah, with his garments stained crimson?
Who is this, robed in splendor,
    striding forward in the greatness of his strength?

“It is I, proclaiming victory,
    mighty to save.”

Why are your garments red,
    like those of one treading the winepress?

“I have trodden the winepress alone;
    from the nations no one was with me.
I trampled them in my anger
    and trod them down in my wrath;
their blood spattered my garments,
    and I stained all my clothing.
It was for me the day of vengeance;
    the year for me to redeem had come.
I looked, but there was no one to help,
    I was appalled that no one gave support;
so my own arm achieved salvation for me,
    and my own wrath sustained me.
I trampled the nations in my anger;
    in my wrath I made them drunk
    and poured their blood on the ground.”

Praise and Prayer

I will tell of the kindnesses of the Lord,
    the deeds for which he is to be praised,
    according to all the Lord has done for us—
yes, the many good things
    he has done for Israel,
    according to his compassion and many kindnesses.
He said, “Surely they are my people,
    children who will be true to me”;
    and so he became their Savior.
In all their distress he too was distressed,
    and the angel of his presence saved them.[a]
In his love and mercy he redeemed them;
    he lifted them up and carried them
    all the days of old.
10 Yet they rebelled
    and grieved his Holy Spirit.
So he turned and became their enemy
    and he himself fought against them.

11 Then his people recalled[b] the days of old,
    the days of Moses and his people—
where is he who brought them through the sea,
    with the shepherd of his flock?
Where is he who set
    his Holy Spirit among them,
12 who sent his glorious arm of power
    to be at Moses’ right hand,
who divided the waters before them,
    to gain for himself everlasting renown,
13 who led them through the depths?
Like a horse in open country,
    they did not stumble;
14 like cattle that go down to the plain,
    they were given rest by the Spirit of the Lord.
This is how you guided your people
    to make for yourself a glorious name.

15 Look down from heaven and see,
    from your lofty throne, holy and glorious.
Where are your zeal and your might?
    Your tenderness and compassion are withheld from us.
16 But you are our Father,
    though Abraham does not know us
    or Israel acknowledge us;
you, Lord, are our Father,
    our Redeemer from of old is your name.
17 Why, Lord, do you make us wander from your ways
    and harden our hearts so we do not revere you?
Return for the sake of your servants,
    the tribes that are your inheritance.
18 For a little while your people possessed your holy place,
    but now our enemies have trampled down your sanctuary.
19 We are yours from of old;
    but you have not ruled over them,
    they have not been called[c] by your name.

Footnotes

  1. Isaiah 63:9 Or Savior in their distress. / It was no envoy or angel / but his own presence that saved them
  2. Isaiah 63:11 Or But may he recall
  3. Isaiah 63:19 Or We are like those you have never ruled, / like those never called

O Livro

Isaías 63

O dia da vingança e da redenção

1Quem é este que vem de Edom, da cidade de Bozra com uma roupa magnífica, tingida de carmezim? Quem é este, assim vestido com fatos reais, marchando na exaltação da sua força?

“Sou eu, o Senhor, anunciando a sua salvação. Eu, o Senhor, poderoso para salvar!”

“Então porque está assim a tua roupa tão vermelha, como se estivesse manchada de vinho, como se tivesses estado a pisar no lagar?”

“Sim, com efeito estive a pisar, sozinho, no lagar. Ninguém lá estava para me ajudar. Na minha ira, esmaguei os meus inimigos como cachos de uvas. Na minha cólera pisei os meus adversários. É o sangue deles que vêem na minha roupa. Porque chegou o tempo de vingar o meu povo, de o resgatar das mãos dos seus opressores. 5/6 Olhei e não vi ninguém mais que viesse socorrê-los. Fiquei espantado. Por isso decidi-me a executar sozinho a vingança. Sem o auxílio de ninguém fiz eu o julgamento. Esmaguei na minha cólera as nações pagãs, fi-las cambalearem e caírem redondamente por terra.”

Louvor e oração

Falarei nas bondades de Deus. Louvá-lo-ei por tudo quanto fez. Alegrar-me-ei pela sua grande bondade para com Israel, que ele concedeu de acordo com a sua misericórdia e o seu amor. Disse ele: “São meus, pertencem-me. Nunca mais serão mentirosos, enganadores.” E tornou-se o seu Salvador. Por cada uma das aflições deles foi ele angustiado; e o próprio anjo da sua presença os salvou. No seu amor, na sua piedade os remiu, os reergueu e os levou, através dos séculos.

10 Mas revoltaram-se contra ele e ofenderam o Espírito Santo. É por isso que se tornou seu inimigo e lutou contra eles, pessoalmente. 11/13 Mas por fim lembraram-se dos dias antigos em que Moisés, o servo de Deus, levou o seu povo para fora do Egipto; e clamaram: “Onde está aquele que conduziu Israel através do mar, com Moisés como pastor? Onde está o Deus que mandou o Espírito Santo por entre o seu povo? Onde está esse cujo grande poder foi capaz de separar as águas do mar na frente deles, quando Moisés levantou a mão, confirmando assim para sempre o seu prestígio? Quem foi que os levou através do fundo do mar? Como fortes cavalos de raça, nunca tropeçaram através do deserto. 14 Como gado pastando nos vales, assim o Espírito do Senhor lhes deu repouso. E assim conduziste o teu povo e o teu nome se tornou glorioso.

15 Ó Senhor, olha desde os céus, e contempla-nos desde a tua santa e gloriosa morada. Onde está o amor que nos mostravas, o teu poder, a tua misericórdia, a tua compaixão? Onde estão agora? 16 Certamente que ainda és o nosso pai! Ainda mesmo que Abraão ou que Jacob não nos reconhecesse, tu és o nosso pai e o nosso redentor, desde a antiguidade. 17/18 Ó Senhor, porque é que permitiste que os nossos corações se endurecessem, nos desviássemos dos teus caminhos e não te honrássemos? Volta e ajuda-nos, porque nós, que te pertencemos, precisamos tanto de ti! Como foi curto o tempo em que possuímos Jerusalém! E agora os nossos inimigos destruíram-na. 19 Ó Deus, porque é que somos tratados como se não fôssemos o teu povo, como se fôssemos uma nação pagã que nunca te chamou Senhor?