Miyambo 31 – CCL & NVI-PT

Mawu a Mulungu mu Chichewa Chalero

Miyambo 31:1-31

Mawu a Mfumu Lemueli

1Nawa mawu a mfumu Lemueli wa ku Massa amene anamuphunzitsa amayi ake:

2Nʼchiyani mwana wanga? Nʼchiyani mwana wa mʼmimba mwanga?

Nʼchiyani iwe mwana wanga amene ndinachita kupempha ndi malumbiro?

3Usapereke mphamvu yako kwa akazi.

Usamayenda nawo amenewa popeza amawononga ngakhale mafumu.

4Iwe Lemueli si choyenera kwa mafumu,

mafumu sayenera kumwa vinyo.

Olamulira asamalakalake chakumwa choledzeretsa

5kuopa kuti akamwa adzayiwala malamulo a dziko,

nayamba kukhotetsa zinthu zoyenera anthu osauka.

6Perekani chakumwa choledzeretsa kwa amene ali pafupi kufa,

vinyo kwa amene ali pa mavuto woopsa;

7amwe kuti ayiwale umphawi wawo

asakumbukirenso kuvutika kwawo.

8Yankhula mʼmalo mwa amene sangathe kudziyankhulira okha.

Uwayankhulire anthu onse osiyidwa pa zonse zowayenera.

9Yankhula ndi kuweruza mwachilungamo.

Uwateteze amphawi ndi osauka.

Mathero: Mkazi Wangwiro

10Kodi mkazi wangwiro angathe kumupeza ndani?

Ndi wokwera mtengo kuposa miyala yamtengowapatali.

11Mtima wa mwamuna wake umamukhulupirira

ndipo mwamunayo sasowa phindu.

12Masiku onse a moyo wake

mkaziyo amachitira mwamuna wake zabwino zokhazokha osati zoyipa.

13Iye amafunafuna ubweya ndi thonje;

amagwira ntchito ndi manja ake mwaufulu.

14Iye ali ngati sitima zapamadzi za anthu amalonda,

amakatenga chakudya chake kutali.

15Iye amadzuka kusanache kwenikweni;

ndi kuyamba kukonzera a pa banja pake chakudya

ndi kuwagawira ntchito atsikana ake antchito.

16Iye amalingalira za munda ndi kuwugula;

ndi ndalama zimene wazipeza amalima munda wamphesa.

17Iye amavala zilimbe

nagwira ntchito mwamphamvu ndi manja ake.

18Iye amaona kuti malonda ake ndi aphindu,

choncho nyale yake sizima usiku wonse.

19Iye amadzilukira thonje

ndipo yekha amagwira chowombera nsalu.

20Iye amachitira chifundo anthu osauka

ndipo amapereka chithandizo kwa anthu osowa.

21Iye saopa kuti banja lake lifa ndi kuzizira pa nyengo yachisanu;

pakuti onse amakhala atavala zovala zofunda.

22Iye amadzipangira yekha zoyala pa bedi pake;

amavala zovala zabafuta ndi zapepo.

23Mwamuna wake ndi wodziwika pa chipata cha mzinda,

ndipo amakhala pakati pa akuluakulu a mʼdzikomo.

24Iye amasoka nsalu zabafuta nazigulitsa;

amaperekanso mipango kwa anthu amalonda.

25Mphamvu ndi ulemu zimakhala ngati chovala chake;

ndipo amaseka osaopa zamʼtsogolo.

26Iye amayankhula mwanzeru,

amaphunzitsa anthu mwachikondi.

27Iye amayangʼanira makhalidwe a anthu a pa banja lake

ndipo sachita ulesi ndi pangʼono pomwe.

28Ana ake amamunyadira ndipo amamutcha kuti wodala;

ndipo mwamuna wake, amamuyamikira nʼkumati,

29“Pali akazi ambiri amene achita zinthu zopambana

koma iwe umawaposa onsewa.”

30Nkhope yachikoka ndi yonyenga, ndipo kukongola nʼkosakhalitsa;

koma mkazi amene amaopa Yehova ayenera kutamandidwa.

31Mupatseni mphotho chifukwa cha zimene iye wachita

ndipo ntchito zake zimutamande ku mabwalo.

Nova Versão Internacional

Provérbios 31:1-31

Ditados do Rei Lemuel

1Ditados do rei Lemuel; uma exortação que sua mãe lhe fez:31.1 Ou Ditados de Lemuel, rei de Massá, os quais sua mãe lhe ensinou:

2“Ó meu filho, filho do meu ventre,

filho de meus votos,31.2 Ou resposta às minhas orações,

3não gaste sua força com mulheres,

seu vigor com aquelas que destroem reis.

4“Não convém aos reis, ó Lemuel;

não convém aos reis beber vinho,

não convém aos governantes desejar bebida fermentada,

5para não suceder que bebam e se esqueçam do que a lei determina

e deixem de fazer justiça aos oprimidos.

6Dê bebida fermentada aos que estão prestes a morrer,

vinho aos que estão angustiados;

7para que bebam e se esqueçam da sua pobreza,

e não mais se lembrem da sua infelicidade.

8“Erga a voz em favor dos que não podem defender-se,

seja o defensor de todos os desamparados.

9Erga a voz e julgue com justiça;

defenda os direitos dos pobres e dos necessitados”.

Epílogo: A Mulher Exemplar

1031.10 Os versículos 10-31 são um poema organizado em ordem alfabética, no hebraico.Uma esposa exemplar; feliz quem a encontrar!

É muito mais valiosa que os rubis.

11Seu marido tem plena confiança nela

e nunca lhe falta coisa alguma.

12Ela só lhe faz o bem, e nunca o mal,

todos os dias da sua vida.

13Escolhe a lã e o linho

e com prazer trabalha com as mãos.

14Como os navios mercantes,

ela traz de longe as suas provisões.

15Antes de clarear o dia ela se levanta,

prepara comida para todos os de casa

e dá tarefas às suas servas.

16Ela avalia um campo e o compra;

com o que ganha planta uma vinha.

17Entrega-se com vontade ao seu trabalho;

seus braços são fortes e vigorosos.

18Administra bem o seu comércio lucrativo,

e a sua lâmpada fica acesa durante a noite.

19Nas mãos segura o fuso

e com os dedos pega a roca.

20Acolhe os necessitados

e estende as mãos aos pobres.

21Não teme por seus familiares quando chega a neve,

pois todos eles vestem agasalhos31.21 Ou roupas vermelhas.

22Faz cobertas para a sua cama;

veste-se de linho fino e de púrpura.

23Seu marido é respeitado na porta da cidade,

onde toma assento entre as autoridades da sua terra.

24Ela faz vestes de linho e as vende,

e fornece cintos aos comerciantes.

25Reveste-se de força e dignidade;

sorri diante do futuro.

26Fala com sabedoria

e ensina com amor.

27Cuida dos negócios de sua casa

e não dá lugar à preguiça.

28Seus filhos se levantam e a elogiam;

seu marido também a elogia, dizendo:

29“Muitas mulheres são exemplares,

mas você a todas supera”.

30A beleza é enganosa, e a formosura é passageira;

mas a mulher que teme o Senhor será elogiada.

31Que ela receba a recompensa merecida,

e as suas obras sejam elogiadas à porta da cidade.