Chinese Contemporary Bible (Simplified)

箴言 28:1-28

1恶人未被追赶也逃窜,

义人坦然无惧如雄狮。

2国中有罪,君王常换;

国有哲士,长治久安。

3穷人28:3 穷人”有些抄本作“暴君”。欺压贫民,

如暴雨冲毁粮食。

4背弃律法的称赞恶人,

遵守律法的抗拒恶人。

5邪恶之人不明白公义,

寻求耶和华的全然明白。

6行为正直的穷人,

胜过行事邪僻的富人。

7遵守律法的是智慧之子,

与贪食者为伍令父蒙羞。

8人放高利贷牟利,

等于为扶贫者积财。

9人若不听从律法,

他的祷告也可憎。

10引诱正直人走邪道,

必掉进自己设的陷阱;

但纯全无过的人必承受福分。

11富人自以为有智慧,

却被明智的穷人看透。

12义人得胜,遍地欢腾;

恶人当道,人人躲藏。

13自掩其罪,必不亨通;

痛改前非,必蒙怜悯。

14敬畏上帝必蒙福,

顽固不化必遭祸。

15暴虐的君王辖制穷人,

如咆哮的狮、觅食的熊。

16昏庸的君王残暴不仁,

恨不义之财的享长寿。

17背负血债者必终生逃亡,

谁也不要帮他。

18纯全无过的必蒙拯救,

行为邪僻的转眼灭亡。

19勤奋耕耘,丰衣足食;

追求虚荣,穷困潦倒。

20忠信的人必大蒙祝福,

急于发财的难免受罚。

21徇私偏袒实不可取,

人却为一饼而枉法。

22贪婪的人急于发财,

却不知贫穷即将临到。

23责备人的至终比谄媚者更受爱戴。

24窃取父母之财而不知罪者与匪类无异。

25贪得无厌的人挑起纷争,

信靠耶和华的富足昌盛。

26愚人心中自以为是,

凭智慧行事的平安稳妥。

27周济穷人的一无所缺,

视而不见的多受咒诅。

28恶人当道,人人躲藏;

恶人灭亡,义人增多。

Nova Versão Internacional

Provérbios 28:1-28

1O ímpio foge, embora ninguém o persiga,

mas os justos são corajosos como o leão.

2Os pecados de uma nação fazem mudar sempre os seus governantes,

mas a ordem se mantém com um líder sábio e sensato.

3O pobre que se torna poderoso e oprime os pobres

é como a tempestade súbita que destrói toda a plantação.

4Os que abandonam a lei elogiam os ímpios,

mas os que obedecem à lei lutam contra eles.

5Os homens maus não entendem a justiça,

mas os que buscam o Senhor a entendem plenamente.

6Melhor é o pobre íntegro em sua conduta

do que o rico perverso em seus caminhos.

7Quem obedece à lei é filho sábio,

mas o companheiro dos glutões envergonha o pai.

8Quem aumenta sua riqueza com juros exorbitantes

ajunta para algum outro, que será bondoso com os pobres.

9Se alguém se recusa a ouvir a lei,

até suas orações serão detestáveis.

10Quem leva o homem direito pelo mau caminho

cairá ele mesmo na armadilha que preparou,

mas o que não se deixa corromper terá boa recompensa.

11O rico pode até se julgar sábio,

mas o pobre que tem discernimento o conhece a fundo.

12Quando os justos triunfam, há prosperidade geral28.12 Ou grande alegria;

mas, quando os ímpios sobem ao poder, os homens tratam de esconder-se.

13Quem esconde os seus pecados não prospera,

mas quem os confessa e os abandona encontra misericórdia.

14Como é feliz o homem constante no temor do Senhor!

Mas quem endurece o coração cairá na desgraça.

15Como um leão que ruge ou um urso feroz

é o ímpio que governa um povo necessitado.

16O governante sem discernimento aumenta as opressões,

mas os que odeiam o ganho desonesto prolongarão o seu governo.

17O assassino atormentado pela culpa será fugitivo até a morte;

que ninguém o proteja!

18Quem procede com integridade viverá seguro,

mas quem procede com perversidade de repente cairá.

19Quem lavra sua terra terá comida com fartura,

mas quem persegue fantasias se fartará de miséria.

20O fiel será ricamente abençoado,

mas quem tenta enriquecer-se depressa não ficará sem castigo.

21Agir com parcialidade não é bom;

Pois até por um pedaço de pão o homem se dispõe a fazer o mal.

22O invejoso é ávido por riquezas

e não percebe que a pobreza o aguarda.

23Quem repreende o próximo obterá por fim mais favor

do que aquele que só sabe bajular.

24Quem rouba seu pai ou sua mãe e diz: “Não é errado”,

é amigo de quem destrói.

25O ganancioso provoca brigas,

mas quem confia no Senhor prosperará.

26Quem confia em si mesmo é insensato,

mas quem anda segundo a sabedoria não corre perigo.

27Quem dá aos pobres não passará necessidade,

mas quem fecha os olhos para não vê-los

sofrerá muitas maldições.

28Quando os ímpios sobem ao poder, o povo se esconde;

mas, quando eles sucumbem, os justos florescem.