Chinese Contemporary Bible (Simplified)

箴言 26:1-28

1愚人得尊荣本不合宜,

如夏天降雪、收割时下雨。

2麻雀翻飞,燕子翱翔,

咒诅不会无端降临。

3鞭子打马,缰绳勒驴,

棍棒责打愚人的背。

4别照愚人的愚昧回答他,

免得你像他一样。

5要照愚人的愚昧回答他,

免得他自以为有智慧。

6靠愚人传信,

如同砍断自己的脚,

自讨苦吃。

7愚人口中说箴言,

如同跛子空有腿。

8把尊荣给愚人,

就像把石子绑在甩石器上。

9愚人口中说箴言,

如同醉汉握荆棘。

10雇用愚人或路人,

如同弓箭手乱箭伤人。

11愚人一再重复愚昧事,

就像狗回头吃所吐的。

12自以为有智慧的人,

还不如愚人有希望。

13懒惰人说:“路上有狮子,

街上有猛狮。”

14懒惰人赖在床上滚来滚去,

就像门在门轴上转来转去。

15懒惰人手放在餐盘,

却懒得送食物进嘴。

16懒惰人自以为比七个善于应对的人更有智慧。

17插手他人的纠纷,

犹如揪狗的耳朵。

18-19欺骗邻舍还说是开玩笑,

如同疯子乱抛火把、乱射箭。

20没有木柴,火自然熄灭;

没有闲话,争端便平息。

21好斗之人煽动争端,

如同余火加炭、火上加柴。

22闲言闲语如可口的美食,

轻易进入人的五脏六腑。

23火热的嘴,邪恶的心,

犹如瓦器镀了层银。

24怨恨人的用美言掩饰自己,

心中却藏着诡诈。

25纵然他甜言蜜语,你也不可信他,

因为他心中充满各种可憎之事。

26虽然他用诡计掩饰怨恨,

他的邪恶必被会众揭穿。

27挖陷阱的,必自陷其中;

滚石头的,必自伤己身。

28撒谎的舌恨它所害的人,

谄媚的嘴带来毁灭。

O Livro

Provérbios 26:1-28

1Assim como é um absurdo neve no verão,

e nunca se espera que chova durante as colheitas,

assim também a honra não é coisa que possa condizer com loucos.

2Uma maldição lançada sem motivo justo

é como um pardal ou uma andorinha volteando no ar,

sem procurar atingir um objetivo preciso.

3Os cavalos dominam-se com chicote, os jumentos com freio,

os insensatos com uma vara nas costas.

4Se responderes a um louco de acordo com a sua loucura,

arriscas-te a pareceres tão doido como ele.

5Mas responde ao insensato segundo as suas loucuras,

para que ele não pense que é sensato.

6Mandar uma mensagem por um insensato

é como ficar sem pernas ou beber veneno.

7Um provérbio na boca de um insensato

vale tanto como as pernas de um paralítico.

8Como atar uma pedra a uma funda,

assim é o dar honra a um insensato.

9Como um pequeno espinho que se crava na mão dum bêbedo,

assim é um provérbio na boca dum insensato,

pois não lhe sente a força.

10Quem dá emprego a um insensato, ou a um desconhecido que passa,

é como um arqueiro que dispara ao acaso e a todos fere.

11Como um cachorro que volta a farejar o que vomitou,

assim é o insensato que anda sempre a repetir as mesmas asneiras.

12Há mais esperança para o insensato

do que para o indivíduo que está cheio de si mesmo.

13Diz o preguiçoso: “Não posso sair,

porque anda à solta um animal feroz, anda um leão na rua.”

14Revolve-se na cama, pesadamente,

como um velho portão nos seus gonzos.

15Há pessoas tão preguiçosas

que até lhes custa levar a mão à boca para comer!

16No entanto, têm-se por tão inteligentes,

como sete professores juntos.

17Quem se mete numa discussão que não é da sua conta

é como se pegasse num cão pelas orelhas.

18Como um demente com uma arma na mão,

lançando a morte à sua volta,

19assim é o indivíduo que conta uma mentira a outro e depois diz:

“Foi só por brincadeira!”

20Sem lenha, o fogo acaba por apagar-se;

também sem a difamação acabam as contendas.

21Assim como o carvão ou a lenha são bons para acender o fogo,

da mesma forma, um indivíduo conflituoso é capaz de levantar uma briga.

22A tagarelice é para um intriguista,

como um petisco apetitoso que lhe consola o íntimo.

23Belas palavras podem, por vezes, encobrir um coração maligno,

tal como um esplêndido esmalte pode revestir um vaso de metal ordinário.

24Uma pessoa com ódio no coração

pode ser capaz de falar com muita amabilidade,

mas não é de fiar, porque no seu interior esconde a falsidade;

25Não lhe dês ouvidos,

mesmo que venha suplicar-te algo, em tom comovido,

porque há sete abominações no seu coração.

26Por muito que dissimule o que lhe vai na alma,

um dia toda a gente virá a conhecê-lo bem.

27Quem prepara uma cilada contra outros, virá a cair nela;

ao pretender rolar uma pedra contra alguém,

esta acabará por esmagá-lo.

28A língua mentirosa odeia aqueles a quem engana;

uma língua lisonjeira só serve para trazer ruína.