Salmos 59:1-8

Salmo 59

Para o mestre de música. De acordo com a melodia Não Destruas. Poema epigráfico davídico, quando Saul enviou homens para vigiarem a casa de Davi a fim de matá-lo.

Livra-me dos meus inimigos, ó Deus;
põe-me fora do alcance dos meus agressores.
Livra-me dos que praticam o mal
e salva-me dos assassinos.

Vê como ficam à minha espreita!
Homens cruéis conspiram contra mim,
sem que eu tenha cometido
    qualquer delito ou pecado, ó Senhor.
Mesmo eu não tendo culpa de nada,
    eles se preparam às pressas para atacar-me.
Levanta-te para ajudar-me;
    olha para a situação em que me encontro!
Ó Senhor, Deus dos Exércitos,
    ó Deus de Israel!
Desperta para castigar todas as nações;
não tenhas misericórdia
    dos traidores perversos.Pausa

Eles voltam ao cair da tarde,
    rosnando como cães
    e rondando a cidade.
Vê que ameaças saem de suas bocas;
seus lábios são como espadas,
e dizem: “Quem nos ouvirá?”
Mas tu, Senhor, vais rir deles;
    caçoarás de todas aquelas nações.

Read More of Salmos 59