Jeremias 21

Deus Rejeita o Pedido de Zedequias

Esta é a palavra que veio a Jeremias da parte do Senhor, quando o rei Zedequias enviou-lhe Pasur, filho de Malquias, e o sacerdote Sofonias, filho de Maaséias. Eles disseram: “Consulte agora o Senhor por nós porque Nabucodonosor, rei da Babilônia, está nos atacando. Talvez o Senhor faça por nós uma de suas maravilhas e, assim, ele se retire de nós”.

Jeremias, porém, respondeu-lhes: “Digam a Zedequias: Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: ‘Estou a ponto de voltar contra vocês as armas de guerra que estão em suas mãos, as quais vocês estão usando para combater o rei da Babilônia e os babilônios[a], que cercam vocês do lado de fora do muro. E eu os reunirei dentro desta cidade. Eu mesmo lutarei contra vocês com mão poderosa e braço forte, com ira, furor e grande indignação. Matarei os habitantes desta cidade, tanto homens como animais; eles morrerão de uma peste terrível. Depois disso’, declara o Senhor, ‘entregarei Zedequias, rei de Judá, seus conselheiros e o povo desta cidade que sobreviver à peste, à espada e à fome, nas mãos de Nabucodonosor, rei da Babilônia, nas mãos dos inimigos deles e daqueles que querem tirar-lhes a vida. Ele os matará à espada sem piedade nem misericórdia; não terá deles nenhuma compaixão’.

“Digam a este povo: Assim diz o Senhor: ‘Ponho diante de vocês o caminho da vida e o caminho da morte. Todo aquele que ficar nesta cidade morrerá pela espada, pela fome ou pela peste. Mas todo o que sair e render-se aos babilônios, que cercam vocês, viverá; este escapará com vida. Decidi fazer o mal e não o bem a esta cidade’, diz o Senhor. ‘Ela será entregue nas mãos do rei da Babilônia, e ele a incendiará’.

“Digam à casa real de Judá: Ouçam a palavra do Senhor. Ó dinastia de Davi, assim diz o Senhor:

“‘Administrem justiça cada manhã:
livrem o explorado
    das mãos do opressor;
senão a minha ira se acenderá e queimará
    como fogo inextinguível,
por causa do mal que vocês têm feito.
Eu estou contra você, Jerusalém!
Você que está entronizada
    acima deste vale,
    na rocha do planalto’,
declara o Senhor;
‘vocês que dizem: “Quem nos atacará?
Quem poderá invadir nossas moradas?”
Eu os castigarei
    de acordo com as suas obras’,
diz o Senhor.
‘Porei fogo em sua floresta,
que consumirá tudo ao redor’”.


Footnotes
  1. 21.4 Ou caldeus; também em todo o livro de Jeremias.

Read More of Jeremias 21

Jeremias 22

Juízo sobre os Reis Maus

Assim diz o Senhor: “Desça ao palácio do rei de Judá e proclame ali esta mensagem: Ouve a palavra do Senhor, ó rei de Judá, tu que te assentas no trono de Davi; tu, teus conselheiros, e teu povo, que passa por estas portas”. Assim diz o Senhor: “Administrem a justiça e o direito: livrem o explorado das mãos do opressor. Não oprimam nem maltratem o estrangeiro, o órfão ou a viúva; nem derramem sangue inocente neste lugar. Porque, se vocês tiverem o cuidado de cumprir essas ordens, então os reis que se assentarem no trono de Davi entrarão pelas portas deste palácio em carruagens e cavalos, em companhia de seus conselheiros e de seu povo. Mas se vocês desobedecerem a essas ordens”, declara o Senhor, “juro por mim mesmo que este palácio ficará deserto”.

Porque assim diz o Senhor a respeito do palácio real de Judá:

“Apesar de você ser para mim
    como Gileade
    e como o topo do Líbano,
certamente farei de você um deserto,
uma cidade desabitada.
Prepararei destruidores contra você,
    cada um com as suas armas;
eles cortarão o melhor dos seus cedros
    e o lançarão ao fogo.

“De numerosas nações muitos passarão por esta cidade e perguntarão uns aos outros: ‘Por que o Senhor fez uma coisa dessas a esta grande cidade?’ E lhes responderão: ‘Foi porque abandonaram a aliança do Senhor, do seu Deus, e adoraram outros deuses e prestaram-lhes culto’”.

Não chorem pelo rei morto
    nem lamentem sua perda.
Chorem amargamente, porém,
    por aquele que está indo
    para o exílio,
porque jamais voltará
nem verá sua terra natal.

Porque assim diz o Senhor acerca de Salum, rei de Judá, sucessor de seu pai Josias, que partiu deste lugar: “Ele jamais voltará. Morrerá no lugar para onde o levaram prisioneiro; não verá novamente esta terra.

“Ai daquele que constrói
    o seu palácio por meios corruptos,
seus aposentos, pela injustiça,
fazendo os seus compatriotas
    trabalharem por nada,
sem pagar-lhes o devido salário.
Ele diz: ‘Construirei para mim
    um grande palácio,
    com aposentos espaçosos’.
Faz amplas janelas,
reveste o palácio de cedro
e pinta-o de vermelho.

“Você acha que acumular cedro
    faz de você um rei?
O seu pai não teve comida e bebida?
Ele fez o que era justo e certo,
e tudo ia bem com ele.
Ele defendeu a causa
    do pobre e do necessitado,
e, assim, tudo corria bem.
Não é isso que significa conhecer-me?”,
    declara o Senhor.
“Mas você não vê nem pensa
    noutra coisa
além de lucro desonesto,
derramar sangue inocente,
opressão e extorsão”.

Portanto, assim diz o Senhor a respeito de Jeoaquim, filho de Josias, rei de Judá:

“Não se lamentarão por ele, clamando:
    ‘Ah, meu irmão!’ ou
    ‘Ah, minha irmã!’
Nem se lamentarão, clamando:
    ‘Ah, meu senhor!’ ou
    ‘Ah, sua majestade!’
Ele terá o enterro de um jumento:
    arrastado e lançado
    fora das portas de Jerusalém!

“Jerusalém, suba ao Líbano e clame,
seja ouvida a sua voz em Basã,
clame desde Abarim,
pois todos os seus aliados
    foram esmagados.
Eu a adverti quando você
    se sentia segura,
mas você não quis ouvir-me.
Esse foi sempre o seu procedimento,
pois desde a sua juventude
    você não me obedece.
O vento conduzirá para longe
    todos os governantes
    que conduzem você,
e os seus aliados irão para o exílio.
Então você será envergonhada
    e humilhada
por causa de todas as suas maldades.
Você, que está entronizada no Líbano[a],
    que está aninhada em prédios de cedro,
como você gemerá quando
    lhe vierem as dores de parto,
dores como as de uma mulher
    que está para dar à luz!

“Juro pelo meu nome”, diz o Senhor, “que ainda que você, Joaquim[b], filho de Jeoaquim, rei de Judá, fosse um anel de selar em minha mão direita, eu o arrancaria. Eu o entregarei nas mãos daqueles que querem tirar a sua vida; daqueles que você teme, nas mãos de Nabucodonosor, rei da Babilônia, e dos babilônios. Expulsarei você e sua mãe, a mulher que lhe deu à luz, para um outro país, onde vocês não nasceram, e no qual ambos morrerão. Jamais retornarão à terra para a qual anseiam voltar”.

É Joaquim um vaso desprezível
    e quebrado,
um utensílio que ninguém quer?
Por que ele e os seus descendentes
    serão expulsos e lançados
    num país que não conhecem?
Ó terra, terra, terra,
    ouça a palavra do Senhor!
Assim diz o Senhor:
“Registrem esse homem
    como homem sem filhos.
Ele não prosperará em toda a sua vida;
nenhum dos seus descendentes
    prosperará
nem se assentará no trono de Davi
    nem governará em Judá.


Footnotes
  1. 22.23 Isto é, no palácio de Jerusalém (veja 1Rs 7.2).
  2. 22.24 Hebraico: Conias, variante de Joaquim; também no versículo 28.

Read More of Jeremias 22

Jeremias 23:1-8

O Renovo Justo

“Ai dos pastores que destroem e dispersam as ovelhas do meu pasto!”, diz o Senhor. Portanto, assim diz o Senhor, Deus de Israel, aos pastores que tomam conta do meu povo: “Foram vocês que dispersaram e expulsaram o meu rebanho, e não cuidaram dele. Mas eu vou castigar vocês pelos seus maus procedimentos”, declara o Senhor. “Eu mesmo reunirei os remanescentes do meu rebanho de todas as terras para onde os expulsei e os trarei de volta à sua pastagem, a fim de que cresçam e se multipliquem. Estabelecerei sobre eles pastores que cuidarão deles. E eles não mais terão medo ou pavor, e nenhum deles faltará”, declara o Senhor.

“Dias virão”, declara o Senhor,
    “em que levantarei para Davi[a]
    um Renovo justo,
um rei que reinará com sabedoria
e fará o que é justo e certo na terra.
Em seus dias Judá será salva,
    Israel viverá em segurança,
e este é o nome pelo qual será chamado:
    O Senhor é a Nossa Justiça.

“Portanto, vêm dias”, diz o Senhor, “em que não mais se dirá: ‘Juro pelo nome do Senhor, que trouxe os israelitas do Egito’, mas se dirá: ‘Juro pelo nome do Senhor, que trouxe os descendentes de Israel da terra do norte e de todas as nações para onde os expulsou’. E eles viverão na sua própria terra”.


Footnotes
  1. 23.5 Ou levantarei da linhagem de Davi

Read More of Jeremias 23