1 Reis 5

Aliança com o rei de Tiro

(2 Cr 2.1-18)

O rei Hirão de Tiro tinha sido sempre um grande admirador de David. Por isso, quando soube que Salomão, o filho de David, era o novo rei de Israel, enviou embaixadores para lhe apresentarem as suas felicitações e bons votos. Salomão respondeu-lhe com uma proposta sobre o templo que tinha a intenção de construir.

“O meu pai David não pôde construí-lo por causa das inúmeras guerras que se sucederam, até que por fim o Senhor, seu Deus, trouxe paz ao seu reinado. No entanto, o Senhor, meu Deus, deu-me agora descanso de todos os lados; não tenho inimigos externos nem rebeliões internas. Por isso, estou a planear construir um templo ao Senhor, meu Deus, de acordo com as instruções que deu ao meu pai quanto ao que eu deveria fazer. O Senhor disse-lhe: ‘Teu filho, que colocarei no teu trono, construir-me-á um templo.’

Portanto, peço-te que me dês apoio neste projeto. Envia os teus lenhadores às montanhas do Líbano para que cortem cedros para me mandares. Da minha parte, os meus homens trabalharão com os teus e pagarei o salário que exigires. Como sabes, ninguém em Israel sabe cortar tão bem madeira como vocês os sidónios!”

O material para o templo

Hirão ficou muito contente com a mensagem de Salomão: “Louvado seja o Senhor por ter dado a David um filho tão sábio para ser rei da grande nação de Israel!”

Depois mandou a resposta a Salomão:

“Recebi a tua mensagem e farei como me pediste quanto à madeira. Posso fornecer-te tanto cedro como cipreste. Os meus homens farão transportar os toros de madeira das montanhas do Líbano até ao Mediterrâneo, amarrando-os em jangadas. Estas serão conduzidas ao longo da costa até ao local que designares. Aí os toros serão descarregados e entregues aos teus cuidados. Pagar-me-ás com alimentos para a minha casa.”

Assim, Hirão forneceu a Salomão toda a madeira de cedro e de cipreste de que ele precisou. Em retorno Salomão enviou-lhe um pagamento anual de 3250 toneladas de trigo para a sua casa e ainda 440 000 litros de azeite puro. Desta forma, o Senhor deu a Salomão a sabedoria de que ele necessitava como lhe prometeu. Hirão e Salomão fizeram uma aliança formal de paz.

O rei recrutou 30 000 operários de todo o Israel. Mandou-os para o Líbano, 10 000 por mês, de maneira que cada homem estava um mês no Líbano e dois em casa. Adonirão superintendeu a esse trabalho de exterior. O rei tinha também 70 000 homens que trabalhavam como carregadores e 80 000 outros que trabalhavam nas montanhas, cortando pedra. Além destes, tinha ainda 3300 capatazes. Os canteiros na montanha prepararam e talharam grandes blocos de pedra, um trabalho que custou muito caro, para os alicerces do templo. Homens de Gebal ajudaram os operários de Salomão e os de Hirão a cortar os toros de madeira e a preparar as pranchas, assim como a talhar as pedras para o templo.

Read More of 1 Reis 5