O Livro

Salmos 65

Salmo de David.

Para o director do coro.

1Ó Deus de Sião, nós esperamos diante de ti,
    enquanto te louvamos,
    e assim cumprimos as nossas solenes promessas.
Visto que respondes às orações,
    toda a humanidade virá a ti com os seus pedidos.
Embora os meus pecados pesem muito em meu desfavor
    contudo perdoas todas as transgressões.

Como são felizes aqueles a quem escolheste
    para irem morar contigo no interior do teu santuário.
Que alegrias nos esperam ali,
    rodeados da tua bondade, no ambiente do teu santo templo.

Com feitos espantosos da parte da tua justiça
    tu nos trarás a salvação que te pedimos, ó Deus.
Tu és a esperança da humanidade inteira,
    de um extremo ao outro da Terra,
    até aos confins dos mares.

Ele formou as montanhas, pela sua poderosa força.
Acalma os oceanos em fúria,
    e a violência das suas vagas.
Domina a agitação dos povos.
Os que habitam mesmo nos sítios mais afastados da Terra
    ficarão pasmados com os teus actos gloriosos.
Tanto o nascer como o pôr do Sol
    serão momentos de alegria para todos.
Tu regas a terra para a fazer fértil.
Os rios de Deus nunca secam!
Preparas a terra do teu povo
    enviando-lhe ricas colheitas de cereais.
10 Regas os seus sulcos com chuvas abundantes e regulares.
Os aguaceiros amolecem o terreno, dissolvem os torrões,
    fazendo as sementes brotarem da terra.
11/12 Depois, coroas isso tudo com ricas pastagens verdes,
    até no deserto;
as encostas das montanhas florescem de alegria.
13 Os campos cobrem-se de grandes rebanhos,
    e os vales de cereais.
Por tudo isso o mundo canta de alegria.

Nova Versão Internacional

Salmos 65

Salmo 65

Para o mestre de música. Salmo davídico. Um cântico.

O louvor te aguarda[a] em Sião, ó Deus;
os votos que te fizemos serão cumpridos.
Ó tu que ouves a oração,
a ti virão todos os homens.
Quando os nossos pecados pesavam sobre nós,
tu mesmo fizeste propiciação
    por nossas transgressões.
Como são felizes aqueles que escolhes
    e trazes a ti, para viverem nos teus átrios!
Transbordamos de bênçãos da tua casa,
    do teu santo templo!

Tu nos respondes
    com temíveis feitos de justiça,
ó Deus, nosso Salvador,
esperança de todos os confins da terra
    e dos mais distantes mares.
Tu que firmaste os montes pela tua força,
    pelo teu grande poder.
Tu que acalmas o bramido dos mares,
    o bramido de suas ondas,
    e o tumulto das nações.
Tremem os habitantes das terras distantes
    diante das tuas maravilhas;
do nascente ao poente
    despertas canções de alegria.

Cuidas da terra e a regas;
    fartamente a enriqueces.
Os riachos de Deus transbordam
    para que nunca falte o trigo,
pois assim ordenaste.[b]
10 Encharcas os seus sulcos
    e aplainas os seus torrões;
tu a amoleces com chuvas
    e abençoas as suas colheitas.
11 Coroas o ano com a tua bondade,
e por onde passas emana fartura;
12 fartura vertem as pastagens do deserto,
e as colinas se vestem de alegria.
13 Os campos se revestem de rebanhos
e os vales se cobrem de trigo;
    eles exultam e cantam de alegria!

Notas al pie

  1. 65.1 Ou O louvor é apropriado a ti
  2. 65.9 Ou pois é assim que preparas a terra.