O Livro

Salmos 59

Salmo de David.

Para o director do coro. Lembrando a ocasião em que Saul

mandou cercar a sua casa para o matar.

1Livra-me, ó Deus, dos meus inimigos.
Livra-me daqueles que se levantam contra mim.
Livra-me desta gente que pratica a iniquidade e o crime.

Armam ciladas contra a minha vida.
São homens violentos
    que se preparam para me caírem em cima,
    sem que eu lhes tenha feito mal algum.
Agitam-se e têm pressa de me liquidarem,
    ainda que sem razão nenhuma para tal.
Olha para o que está a acontecer, Senhor,
    e desperta para me ajudares!
Ao mesmo tempo tu, Senhor Deus,
chefe dos exércitos celestiais, Deus de Israel,
levanta-te para castigares as nações pecadoras que nos cercam.
Não poupes nenhum desses homens maus e traiçoeiros.
Ao anoitecer vêm espiar-me,
    andando em volta como cães, rondando a cidade.
Ouço-lhes os insultos, que ferem como espadas;
blasfemam contra Deus e pensam:
“Ninguém nos ouve”.
Mas tu, Senhor, ris-te deles,
    e também vês como são ridículas essas nações todas.

Ó Deus, tu és a minha força.
Espero em ti porque és a minha segura defesa.

10 Deus nunca mudará o seu amor por mim.
Ele fará com que eu veja cumprido o meu desejo
    a respeito dos meus inimigos.
11 Não os mates, pois o meu povo logo esquece esse tipo de lições.
Mas antes que o teu poder os desbarate, os disperse, e os abata,
    Senhor, pois és a nossa protecção.
12 São uns arrogantes. Deles só saem maldições e mentiras.
E por essas mesmas coisas serão condenados.
13 Destrói-os com a tua severidade, liquida-os
    de forma que todo o mundo saiba que Deus governa em Israel
    e que domina toda a Terra.

14/15 E então, eles que tornem a vir espiar-me ao anoitecer,
    e que rondem a cidade como cães,
    uivando e procurando comida, para matarem a fome,
que quanto a mim não deixarei de cantar a tua força.
16 Desde manhã cedo cantarei com alegria o teu amor.
Pois tens sido o meu refúgio bem seguro,
    a minha segurança nos momentos de angústia.
17 A ti, pois, minha força, cantarei louvores.
Tu és quem me defende e me ama.

New International Version

Psalm 59

Psalm 59[a]

For the director of music. To the tune of “Do Not Destroy.” Of David. A miktam.[b] When Saul had sent men to watch David’s house in order to kill him.

Deliver me from my enemies, O God;
    be my fortress against those who are attacking me.
Deliver me from evildoers
    and save me from those who are after my blood.

See how they lie in wait for me!
    Fierce men conspire against me
    for no offense or sin of mine, Lord.
I have done no wrong, yet they are ready to attack me.
    Arise to help me; look on my plight!
You, Lord God Almighty,
    you who are the God of Israel,
rouse yourself to punish all the nations;
    show no mercy to wicked traitors.[c]

They return at evening,
    snarling like dogs,
    and prowl about the city.
See what they spew from their mouths—
    the words from their lips are sharp as swords,
    and they think, “Who can hear us?”
But you laugh at them, Lord;
    you scoff at all those nations.

You are my strength, I watch for you;
    you, God, are my fortress,
10     my God on whom I can rely.

God will go before me
    and will let me gloat over those who slander me.
11 But do not kill them, Lord our shield,[d]
    or my people will forget.
In your might uproot them
    and bring them down.
12 For the sins of their mouths,
    for the words of their lips,
    let them be caught in their pride.
For the curses and lies they utter,
13     consume them in your wrath,
    consume them till they are no more.
Then it will be known to the ends of the earth
    that God rules over Jacob.

14 They return at evening,
    snarling like dogs,
    and prowl about the city.
15 They wander about for food
    and howl if not satisfied.
16 But I will sing of your strength,
    in the morning I will sing of your love;
for you are my fortress,
    my refuge in times of trouble.

17 You are my strength, I sing praise to you;
    you, God, are my fortress,
    my God on whom I can rely.

Notas al pie

  1. Psalm 59:1 In Hebrew texts 59:1-17 is numbered 59:2-18.
  2. Psalm 59:1 Title: Probably a literary or musical term
  3. Psalm 59:5 The Hebrew has Selah (a word of uncertain meaning) here and at the end of verse 13.
  4. Psalm 59:11 Or sovereign