O Livro

Salmos 55:1-23

Salmo 55

Salmo didático de David. Sobre instrumentos de corda. Para o diretor do coro.

1Ouve a minha oração, ó Deus,

não ignores a minha súplica.

2Atende-me e ouve-me,

pois gemo e choro de angústia.

3Porque os meus inimigos bradam contra mim

e causam-me opressão;

atacam-me com toda a sua maldade

e com raiva me aborrecem.

4Dói-me até o coração;

terrores mortais caíram sobre mim.

5Tenho medo e pavor;

estou cheio de terror.

6Eu disse: “Quem me dera ter asas como uma pomba!

Voaria para longe e teria descanso.

7Fugiria para um deserto bem distante

e lá ficaria. (Pausa)

8Escaparia a toda esta tempestade,

a este vento de ódio e fúria.”

9Destrói-os, Senhor!

Reduz ao silêncio os seus conselhos mentirosos,

porque vejo violência e discórdia na cidade.

10Dia e noite patrulham as muralhas,

mas o mal e a destruição estão no seu interior.

11A maldade e a mentira estão no coração da cidade;

há roubo, homicídios e engano lá dentro,

nas suas ruas e por toda a parte.

12Não foi um inimigo quem me insultou;

se assim fosse, eu até teria suportado;

poderia ter-me escondido e escapado.

13Mas foste tu, o meu companheiro e amigo.

14Aquele que conversava comigo

e ia comigo, e com todo o povo, à casa de Deus.

15Que a morte os arrebate e os derrube;

que desçam ao mundo dos mortos,

mesmo que estejam cheios de vida,

porque as suas casas estão cheias de pecado;

estão contaminados até ao fundo da alma.

16Quanto a mim, clamarei a Deus;

o Senhor me salvará.

17Orarei de manhã, a meio do dia e à noite,

suplicando em voz alta, e ele me responderá.

18Livrou a minha alma da guerra que me faziam,

apesar de serem muitos contra mim.

19Deus, que está sempre no trono, lhes responderá;

como não temem a Deus não mudarão de ideias. (Pausa)

20Eram meus amigos e traíram-me;

a mim que vivia em paz com eles.

21Tinham palavras mansas, palavras de mel,

mas no seu coração havia guerra;

as suas palavras, mais suaves que o óleo,

escondiam punhais bem afiados.

22Lança o teu cuidado sobre o Senhor e ele te dará forças;

não deixará que os que seguem a sua justiça caiam.

23A eles, ó Deus, mandá-los-ás para a cova da destruição;

assassinos e mentirosos não viverão,

nem metade do tempo que poderiam viver.

Quanto a mim, confiarei sempre em ti!

Habrit Hakhadasha/Haderekh

Este capítulo no está disponible momentáneamente. Por favor intente nuevamente luego.