O Livro

Salmos 129

Cântico de peregrinação.

1Isto é o que Israel poderá dizer:
“Muitas vezes fui perseguido,
já desde a minha juventude!
Sim, já na minha mocidade me oprimiram;
contudo, não conseguiram acabar comigo!
Exploraram-me como o agricultor que lavra a terra;
os açoites que me deram abriram sulcos profundos.”
Mas o Senhor é justo;
ele corta as amarras dos ímpios.

Sejam envergonhados e retirem-se,
todos os que odeiam a Sião.
Que todos esses sejam como a erva dos telhados,
que seca depressa, antes de a arrancarem.
Ninguém lhe liga;
nem o agricultor, nem o ceifeiro.
Que ninguém, ao vê-los, diga:
“O Senhor vos abençoe!
Que sejam abençoados em nome do Senhor!”

The Message

Psalm 129

A Pilgrim Song

11-4 “They’ve kicked me around ever since I was young”
    —this is how Israel tells it—
“They’ve kicked me around ever since I was young,
    but they never could keep me down.
Their plowmen plowed long furrows
    up and down my back;
Then God ripped the harnesses
    of the evil plowmen to shreds.”

5-8 Oh, let all those who hate Zion
    grovel in humiliation;
Let them be like grass in shallow ground
    that withers before the harvest,
Before the farmhands can gather it in,
    the harvesters get in the crop,
Before the neighbors have a chance to call out,
    “Congratulations on your wonderful crop!
    We bless you in God’s name!”