O Livro

Salmos 105

1Dêem graças ao Senhor e invoquem o seu nome.
Contem aos povos os seus feitos.
Cantem-lhe, cantem-lhe estes louvores,
    e digam todas as suas maravilhas.
Dêem glória ao seu santo nome.
Que todos rejubilem, aqueles que buscam o Senhor.
Procurem o Senhor, procurem a sua força,
    e a sua face, continuamente.
5/6 Vocês, seus servos, descendentes de Israel,
vocês, descendentes de Jacob, seus eleitos,
    lembrem-se dos seus poderosos milagres,
    dos seus maravilhosos feitos,
    dos juízos da sua palavra.

Ele é o Senhor nosso Deus.
A sua autoridade é reconhecida em toda a Terra.
Lembrem-se para sempre da sua aliança,
    das palavras dos seus mandamentos,
    dirigidos a milhares de gerações;
9/11 O seu acordo feito com Abraão,
    o seu juramento feito a Isaque
    que foi confirmado a Jacob.
Prometeu a Israel, como promessa eterna:
    “Dar-te-ei a terra de Canaã por posse”.

12 Quando Israel era pequeno número —uns quantos apenas —
    e uns simples estrangeiros na terra prometida;
13 quando andavam de nação em nação,
    de um reino para outro —
14 Deus nem por isso permitiu que alguém lhes fizesse mal.
Os reis eram repreendidos por amor deles.
15 “Não façam mal algum ao meu povo escolhido”,
    declarou o Senhor.
“Estes são meus profetas — não lhes toquem.”

16 Fez vir um período de fome à terra de Canaã, privando-a de pão.
17 Deixou que José fosse vendido como escravo para o Egipto.
18 Os egípcios amarraram-lhe os pés com correntes,
puseram-no a ferros.
19 Isto durou até ao momento em que
a palavra do Senhor provou que ele tinha razão!
20 Então o rei mesmo o mandou chamar e o soltou.
21 Fê-lo responsável por toda a sua casa
    e pô-lo como ministro da nação.
22 Podia, como entendesse, exercer a sua autoridade
    sobre os grandes senhores do reino,
e até instruir os seus próprios conselheiros.

23 E foi assim que Israel entrou e se radicou no Egipto.
24 Depois disso, o povo multiplicou-se espantosamente,
a ponto de se tornar uma nação
    maior ainda do que aquela no meio da qual vivia
    e que a ia oprimindo.
25 Deus deixou que os egípcios aborrecessem profundamente os israelitas,
    que os enganassem.

26 Então apareceu Moisés,
    o qual, acompanhado de Arão,
    Deus escolheu como seu representante.
27 E por seu intermédio fizeram-se prodígios fenomenais naquela terra.
28 Obedecendo estrictamente às ordens de Deus,
    fizeram que densas trevas cobrissem todo o país.
29 As águas tornaram-se, por toda a parte, em sangue,
    e não ficou um só peixe vivo!
30 E houve uma praga de rãs tal
    como nunca se viu;
    até as havia no palácio e nos aposentos privados do rei!
31 Depois foram as nuvens de moscas e outros insectos
    que encheram o Egipto de uma ponta à outra.
32/33 A chuva mesmo se tornou, noutra ocasião, numa saraiva destruidora,
    e raios queimaram a terra.
    As vinhas, as figueiras, foram destruídas;
    as árvores, por todo o lado, secaram, caíram.
34/35 À chamada de Deus acorreram bandos imensos de gafanhotos
    e nuvens de pulgões,
    que comeram tudo o que encontraram;
    não escapou uma planta, um fruto de árvore, sequer!
36 Depois tirou a vida a todo o filho mais velho de cada família egípcia,
    aquele que era o orgulho e a alegria de todo o lar dessa terra.

37 Mas quanto ao seu povo, tirou-os dali com toda a segurança,
    carregados de ouro e prata,
    e sem que houvesse entre eles um só doente.
38 Todo o povo egípcio se alegrou de alívio
    quando os israelitas se foram,
    porque se tinham enchido de terror por causa deles.

39 Quando fugiam, Deus estendeu sobre eles uma nuvem para os guiar,
e que, durante o dia os protegia do calor escaldante,
e de noite era como a luz dum fogo que os alumiava.
40 A certa altura pediram carne para comer
    e o Senhor mandou-lhes codornizes,
    e alimentou-os com o maná, o pão do céu.
41 Fez que uma rocha se abrisse
    e dela jorasse água em grande abundância,
    até formar como que um rio,
    através de toda aquela terra desértica e estéril.
42 Porque se lembrou das sagradas promessas
    que tinha feito a Abraão, seu fiel servidor.
43/44 E foi assim que fez, esses que tinha escolhido como seu povo,
    entrarem cheios de ânimo e de alegria na terra prometida,
dando-lhes um território até ali ocupado por gentes estranhas,
    e comendo, de início, o que os outros tinham plantado.
45 Tudo isso foi-lhes feito para que viessem a ser fiéis
    e obedientes às suas leis e mandamentos.

Louvem o Senhor!

King James Version

Psalm 105

1O give thanks unto the Lord; call upon his name: make known his deeds among the people.

Sing unto him, sing psalms unto him: talk ye of all his wondrous works.

Glory ye in his holy name: let the heart of them rejoice that seek the Lord.

Seek the Lord, and his strength: seek his face evermore.

Remember his marvellous works that he hath done; his wonders, and the judgments of his mouth;

O ye seed of Abraham his servant, ye children of Jacob his chosen.

He is the Lord our God: his judgments are in all the earth.

He hath remembered his covenant for ever, the word which he commanded to a thousand generations.

Which covenant he made with Abraham, and his oath unto Isaac;

10 And confirmed the same unto Jacob for a law, and to Israel for an everlasting covenant:

11 Saying, Unto thee will I give the land of Canaan, the lot of your inheritance:

12 When they were but a few men in number; yea, very few, and strangers in it.

13 When they went from one nation to another, from one kingdom to another people;

14 He suffered no man to do them wrong: yea, he reproved kings for their sakes;

15 Saying, Touch not mine anointed, and do my prophets no harm.

16 Moreover he called for a famine upon the land: he brake the whole staff of bread.

17 He sent a man before them, even Joseph, who was sold for a servant:

18 Whose feet they hurt with fetters: he was laid in iron:

19 Until the time that his word came: the word of the Lord tried him.

20 The king sent and loosed him; even the ruler of the people, and let him go free.

21 He made him lord of his house, and ruler of all his substance:

22 To bind his princes at his pleasure; and teach his senators wisdom.

23 Israel also came into Egypt; and Jacob sojourned in the land of Ham.

24 And he increased his people greatly; and made them stronger than their enemies.

25 He turned their heart to hate his people, to deal subtilly with his servants.

26 He sent Moses his servant; and Aaron whom he had chosen.

27 They shewed his signs among them, and wonders in the land of Ham.

28 He sent darkness, and made it dark; and they rebelled not against his word.

29 He turned their waters into blood, and slew their fish.

30 Their land brought forth frogs in abundance, in the chambers of their kings.

31 He spake, and there came divers sorts of flies, and lice in all their coasts.

32 He gave them hail for rain, and flaming fire in their land.

33 He smote their vines also and their fig trees; and brake the trees of their coasts.

34 He spake, and the locusts came, and caterpillers, and that without number,

35 And did eat up all the herbs in their land, and devoured the fruit of their ground.

36 He smote also all the firstborn in their land, the chief of all their strength.

37 He brought them forth also with silver and gold: and there was not one feeble person among their tribes.

38 Egypt was glad when they departed: for the fear of them fell upon them.

39 He spread a cloud for a covering; and fire to give light in the night.

40 The people asked, and he brought quails, and satisfied them with the bread of heaven.

41 He opened the rock, and the waters gushed out; they ran in the dry places like a river.

42 For he remembered his holy promise, and Abraham his servant.

43 And he brought forth his people with joy, and his chosen with gladness:

44 And gave them the lands of the heathen: and they inherited the labour of the people;

45 That they might observe his statutes, and keep his laws. Praise ye the Lord.