O Livro

Números 33

O percurso do povo no deserto

1Este foi o itinerário da nação de Israel, desde a altura em que Moisés e Aarão os tiraram para fora do Egito. Moisés tinha escrito todas essas deslocações, conforme as instruções dadas pelo Senhor.

Deixaram a cidade de Ramessés, no Egito, no dia 15 do primeiro mês, no dia a seguir à Páscoa. Partiram corajosamente e triunfantes à vista de todos os egípcios, que estavam entretanto a enterrar os filhos mais velhos de cada família, mortos pelo Senhor. Foi uma grande derrota para os deuses dos egípcios.

Depois de saírem de Ramessés, ficaram em Sucote,

depois em Etã, à beira do deserto,

e a seguir em Pi-Hairote, perto de Baal-Zefom, onde acamparam no sopé do monte Migdol.

Dali passaram pelo meio do mar Vermelho e caminharam por três dias no deserto de Etã, tendo acampado em Mara.

Depois de deixarem Mara, vieram até Elim, onde há doze fontes e setenta palmeiras, tendo ali permanecido bastante tempo.

10 Após terem deixado Elim vieram acampar junto do mar Vermelho, 11 e depois no deserto de Sim;

12 seguidamente em Dofca

13 e em Alus

14 e em Refidim, onde lhes faltou água.

15 De Refidim foram até ao deserto de Sinai.

16 A partir do deserto de Sinai foram estas as etapas que percorreram:

Quibrote-Hatava

17 Hazerote

18 Ritma

19 Rimon-Perez

20 Libna

21 Rissa

22 Queelata

23 Sefer

24 Harada

25 Maquelote

26 Taate

27 Tera

28 Mitca

29 Hasmona

30 Moserote

31 Bene-Jaacã

32 Hor-Hagidgade

33 Jotbatá

34 Abrona

35 Eziom-Geber

36 Cades no deserto de Zim

37 e monte de Hor no fim da terra de Edom. 38 Enquanto se encontravam junto do monte de Hor, Aarão o sacerdote foi mandado pelo Senhor subir à montanha e aí morrer. Isto ocorreu 40 anos depois do povo de Israel ter deixado o Egito. Ele morreu no primeiro dia do quinto mês do ano quarenta, 39 quando tinha 123 anos de idade.

40 Foi então que o rei cananeu de Arade, que vivia no Negueve, a sul de Canaã, ouviu que o povo de Israel se aproximava da sua terra.

41 Depois os israelitas partiram do monte de Hor e foram acampar em Zalmona,

42 e depois em Punom,

43 e em Obote,

44 e em Ié-Abarim, perto da fronteira de Moabe.

45 Dali foram para Dibom-Gad,

46 e depois para Almon-Diblataim.

47 Vindo a acampar nas montanhas de Abarim, perto do monte Nebo.

48 Finalmente chegaram às planícies de Moabe, nas margens do rio Jordão defronte de Jericó. 49 Enquanto estiveram nessa área, acamparam em diversos sítios ao longo do Jordão, desde Bete-Jesimote até Abel-Sitim, nas planícies de Moabe.

50 Foi durante o tempo que ali estiveram que o Senhor disse a Moisés para transmitir ao povo de Israel o seguinte: 51 “Quando passarem para o outro lado do Jordão, para a terra de Canaã, 52 deverão expulsar toda a gente que lá viver e destruir os seus ídolos, imagens feitas de pedra e de metal, assim como os santuários pagãos que têm sobre as colinas e onde adoram os seus deuses. 53 Dei-vos essa terra. Tomem-na e vivam lá. 54 Reparti-la-ão proporcionalmente ao tamanho das vossas tribos. As tribos maiores terão naturalmente partes maiores; as áreas mais pequenas irão para as tribos menores. 55 Se se negarem a lançar fora o povo que aí vive, os que lá ficarem farão arder os vossos olhos, e serão como espinhos na vossa carne. 56 E destruir-vos-ei tal como planeei destruí-los a eles.”