O Livro

Jó 6

Job

1Resposta de Job:

“Oh, se a minha tristeza e a minha mágoa se pudessem pesar!

    São mais pesadas do que a areia de milhares de praias.
    Por isso falei inconsideradamente.
    Porque o Senhor me abateu com as suas flechas;
    as suas setas envenenadas penetraram fundo no meu coração.
    Todos os terrores vindos de Deus se levantaram sobre mim.
    Quando os jumentos monteses zurram,
        é porque se lhes acabou a erva verde;
    o boi não se põe a mugir de fome se está junto do pasto;
6/7     uma pessoa em geral queixa-se,
        mas é se lhe faltar o tempero na comida.
    Terá algum gosto a clara do ovo crua
        — perco mesmo o apetite só de a ver;
    fico doente ao pensar que teria de a engolir!

8/9     Oh, se Deus me concedesse aquilo por que mais anseio
        — morrer debaixo da sua mão
        e ficar livre do seu aperto, que me magoa.
10     Uma coisa, pelo menos, me dá consolação, apesar do sofrimento todo
    — é que não neguei as palavras do Deus Santo.
11     Porque é que, afinal, a minha própria resistência me mantém em vida?
    Como posso eu ter paciência para ficar à espera de morrer?
12     Sou eu insensível como uma pedra?
    É meu corpo de ferro?
13     Estou completamente desamparado, perdi toda a esperança.

14     Normalmente é-se amável para com um amigo enfraquecido;
    mas vocês acusam-me, sem o menor temor de Deus.
15/18     Meu irmão, tu mostras-te menos consequente do que um ribeiro
        que corre quando neva e quando gela, mas no verão desaparece.
    Os viajantes procuram-no para se refrescarem,
        mas não encontram nada para matar a sede, no seu leito, e perecem.
19/20     Quando os que vêm de Tema e de Sabá se detêm,
        para se abastecerem ali de água,
        ficam decepcionados.
21     Assim acontece comigo — estou desiludido:
    vocês afastam-se de mim com terror e recusam-me ajuda.
22/23     Mas porquê afinal?
    Já vos pedi eu alguma vez a mais pequena coisa?
    Roguei-vos que me oferecessem jamais algum presente?
    Nunca vos pedi ajuda.
24     Tudo o que pretendo é uma resposta adequada,
        e então ficarei sossegado.
    Digam-me o que eu fiz de errado?
25     É muito belo dizer coisas que são verdade,
    mas a vossa crítica não se baseia em factos.
26     Serão vocês capazes de me condenar,
        só porque tive um grito impulsivo de desespero?
27     Isso seria bater num órfão desamparado, ou vender um amigo.
28     Olhem para mim: Mentir-vos-ia eu?
29     Párem de me considerar culpado, porque sou uma pessoa recta.
    Não sejam tão injustos!
30     Não conheço eu bem a diferença entre o bem e o mal?
    Não saberia eu aceitar, se tivesse realmente pecado nalguma coisa?”

New International Version

Job 6

Job

1Then Job replied:

“If only my anguish could be weighed
    and all my misery be placed on the scales!
It would surely outweigh the sand of the seas—
    no wonder my words have been impetuous.
The arrows of the Almighty are in me,
    my spirit drinks in their poison;
    God’s terrors are marshaled against me.
Does a wild donkey bray when it has grass,
    or an ox bellow when it has fodder?
Is tasteless food eaten without salt,
    or is there flavor in the sap of the mallow[a]?
I refuse to touch it;
    such food makes me ill.

“Oh, that I might have my request,
    that God would grant what I hope for,
that God would be willing to crush me,
    to let loose his hand and cut off my life!
10 Then I would still have this consolation—
    my joy in unrelenting pain—
    that I had not denied the words of the Holy One.

11 “What strength do I have, that I should still hope?
    What prospects, that I should be patient?
12 Do I have the strength of stone?
    Is my flesh bronze?
13 Do I have any power to help myself,
    now that success has been driven from me?

14 “Anyone who withholds kindness from a friend
    forsakes the fear of the Almighty.
15 But my brothers are as undependable as intermittent streams,
    as the streams that overflow
16 when darkened by thawing ice
    and swollen with melting snow,
17 but that stop flowing in the dry season,
    and in the heat vanish from their channels.
18 Caravans turn aside from their routes;
    they go off into the wasteland and perish.
19 The caravans of Tema look for water,
    the traveling merchants of Sheba look in hope.
20 They are distressed, because they had been confident;
    they arrive there, only to be disappointed.
21 Now you too have proved to be of no help;
    you see something dreadful and are afraid.
22 Have I ever said, ‘Give something on my behalf,
    pay a ransom for me from your wealth,
23 deliver me from the hand of the enemy,
    rescue me from the clutches of the ruthless’?

24 “Teach me, and I will be quiet;
    show me where I have been wrong.
25 How painful are honest words!
    But what do your arguments prove?
26 Do you mean to correct what I say,
    and treat my desperate words as wind?
27 You would even cast lots for the fatherless
    and barter away your friend.

28 “But now be so kind as to look at me.
    Would I lie to your face?
29 Relent, do not be unjust;
    reconsider, for my integrity is at stake.[b]
30 Is there any wickedness on my lips?
    Can my mouth not discern malice?

Notas al pie

  1. Job 6:6 The meaning of the Hebrew for this phrase is uncertain.
  2. Job 6:29 Or my righteousness still stands