O Livro

Isaías 50

O pecado de Israel e a obediência do servo

1Pergunta o Senhor: “Vender-vos-ia eu a credores? Seria por isso que vocês não estão aqui? Ter-se-á ido embora a vossa mãe porque eu me divorciei dela e a despedi? Não. Foram vocês mesmos que se venderam pelos vossos pecados. A vossa mãe foi tomada para paga das vossas maldades. 2/3 Seria eu tão fraco que não pudesse salvar-vos? Será por isso que a casa está envolvida em silêncio e vazia quando eu regresso? Não terei eu mais poder para libertar? Não. Essa não é a razão! Porque eu até posso repreender o mar e fazê-lo secar! Posso transformar os rios em desertos, cheios de peixes mortos. Sou eu quem controla as trevas através do firmamento.

O Senhor deu-me as suas palavras de sabedoria, a fim de que possa saber o que devo dizer aos que estão cansados. Em cada manhã ele me acorda e abre o meu entendimento à sua vontade. O Senhor Deus falou-me e eu ouvi. Não me revoltarei, nem voltarei atrás. Dei as costas aos que me açoitavam, e as faces aos que queriam puxar-me pela barba. Não fujo à vergonha e aos que me cospem no rosto. Porque é o Senhor Deus quem me ajuda, por isso não enfraquecerei. Em consequência fiz o meu rosto como se fosse uma rocha, e sei que triunfarei. Está perto de mim quem me fará justiça. Sendo assim, quem ousará lutar comigo agora? Onde estão então os meus inimigos? Que apareçam! Vejam bem, o Senhor Deus está a meu favor! Quem é que me poderá declarar culpado? Todos os meus inimigos serão destruídos, como trapos velhos, roídos pela traça!

10 Quem de entre vocês teme o Senhor e obedece ao seu servo? Se algum destes andar em trevas, sem um raio de luz sequer na sua vida, então que confie no Senhor, que se entregue inteiramente ao seu Deus. 11 Mas vejam bem, vocês os que vivem à luz de si mesmos, que se aquecem com o calor que só vem de si próprios e não de Deus: a vossa vida será apenas tormentos!

Nova Versão Internacional

Isaías 50

O Pecado de Israel e a Obediência do Servo

1Assim diz o Senhor:

“Onde está a certidão de divórcio de sua mãe
    com a qual eu a mandei embora?
A qual de meus credores
    eu vendi vocês?
Por causa de seus pecados
    vocês foram vendidos;
por causa das transgressões de vocês
    sua mãe foi mandada embora.
Quando eu vim, por que
    não encontrei ninguém?
Quando eu chamei,
    por que ninguém respondeu?
Será que meu braço era curto demais
    para resgatá-los?
Será que me falta a força para redimi-los?
Com uma simples repreensão
    eu seco o mar,
    transformo rios em deserto;
seus peixes apodrecem por falta de água
    e morrem de sede.
Visto de trevas os céus
    e faço da veste de lamento a sua coberta”.

O Soberano, o Senhor, deu-me
    uma língua instruída,
    para conhecer a palavra
    que sustém o exausto.
Ele me acorda manhã após manhã,
desperta meu ouvido para escutar
    como alguém que está sendo ensinado.
O Soberano, o Senhor,
    abriu os meus ouvidos,
e eu não tenho sido rebelde;
    eu não me afastei.
Ofereci minhas costas
    àqueles que me batiam,
meu rosto àqueles
    que arrancavam minha barba;
não escondi a face da zombaria
    e dos cuspes.
Porque o Senhor, o Soberano, me ajuda,
    não serei constrangido.
Por isso eu me opus firme
    como uma dura rocha,
e sei que não ficarei decepcionado.
Aquele que defende o meu nome
    está perto.
Quem poderá trazer acusações contra mim?
    Encaremo-nos um ao outro!
Quem é meu acusador?
    Que ele me enfrente!
É o Soberano, o Senhor, que me ajuda.
    Quem irá me condenar?
Todos eles se desgastam
    como uma roupa;
as traças os consumirão.

10 Quem entre vocês teme o Senhor
    e obedece à palavra de seu servo?
Que aquele que anda no escuro,
    que não tem luz alguma,
confie no nome do Senhor
    e se apóie em seu Deus.
11 Mas agora,
    todos vocês
    que acendem fogo
    e fornecem a si mesmos tochas acesas,
vão, andem na luz de seus fogos
    e das tochas que vocês acenderam.
Vejam o que receberão da minha mão:
    vocês se deitarão atormentados.