O Livro

2 Crônicas 11

1Chegado a Jerusalém Reboão mobilizou as tropas de Judá e de Benjamim, 180.000 hábeis soldados, e declarou guerra contra o resto de Israel, numa tentativa de reunir o reino. O Senhor contudo deu a Semaías o profeta a seguinte mensagem: “Vai dizer ao rei Reboão de Judá (filho de Salomão) e também ao povo de Judá e de Benjamim, estas palavras: ‘Diz o Senhor assim: Não combatam contra os vossos irmãos. Vão para casa; porque sou eu quem está por detrás da rebelião deles’.” Eles assim fizeram; obedeceram ao Senhor e desistiram de combater contra Jeroboão.

Reboão fortifica Judá

5/10 Reboão ficou pois em Jerusalém e fortificou as seguintes povoações de Judá, reforçando as muralhas e as portas para ter mais segurança: Belém, Etã, Tecoa, Bete-Zur, Soco, Adulão, Gate, Maressa, Zife, Adoraim, Laquis, Azeca, Zora, Aijalom, Hebrom. 11/12 Também reconstruiu e reforçou as fortalezas, guarnecendo-as com maiores contingentes de tropas sob o comando de oficiais, reabastecendo-as com comida, azeite e vinho. Também renovou as suas provisões de armamento, escudos e lanças, em cada cidade, como medida de segurança. Porque só Judá e Benjamim se mantiveram leais.

13/15 Contudo, os sacerdotes e os levitas das outras tribos abandonaram as suas casas e localidades de origem e mudaram-se para Jerusalém, porque o rei Jeroboão os despedira, dizendo-lhes que tinham de deixar de ser sacerdotes do Senhor. Jeroboão designou outra gente para servir de sacerdotes no lugar dos primeiros, encorajando o povo a prestar culto a ídolos, e não a Deus, fazendo sacrifícios a estátuas feitas por mãos de homens, a bodes e a carneiros, que ele colocou no cimo de elevações. 16/17 Mas houve também gente, laica, de toda a parte de Israel, que começou a mudar-se para Jerusalém, onde podiam continuar livremente a adorar o Senhor Deus dos seus pais e a prestar-lhe culto. Isto deu ainda mais força ao reino de Judá, pelo que o rei Reboão pôde fortalecer-se durante três anos sem dificuldade; porque durante esse tempo houve um esforço grande para obedecer ao Senhor, tal como os reis David e Salomão tinham feito.

A família de Reboão

18/19 Reboão casou-se com Maalate, que era filha de Jerimote, um filho de David, e de Abigail, filha de Eliabe, um irmão de David. Três filhos nasceram desse casamento: Jeús, Semarias e Zaão.

20/23 Mais tarde casou-se também com Maaca, filha de Absalão. Os filhos que esta última lhe deu foram Abião, Atai, Ziza e Selomite. Ele amou mais Maaca do que qualquer das outras mulheres e concubinas (teve dezoito mulheres e sessenta concubinas, que lhe deram vinte e oito filhos e sessenta filhas). Abião, filho de Maaca, era o seu favorito, e decidiu fazê-lo herdeiro no trono. Muito prudentemente espalhou os outros filhos pelas povoações fortificadas da terra de Judá e de Benjamim, dando-lhes generosas pensões e a possibilidade de viver com muitas mulheres.

The Message

2 Chronicles 11

1When Rehoboam got back to Jerusalem he called up the men of the tribes of Judah and Benjamin, 180,000 of their best soldiers, to go to war against Israel and recover the kingdom.

2-4 At the same time the word of God came to Shemaiah, a holy man, “Tell this to Rehoboam son of Solomon, king of Judah, along with all the Israelites in Judah and Benjamin, This is God’s word: Don’t march out; don’t fight against your brothers the Israelites. Go back home, every last one of you; I’m in charge here.” And they did it; they did what God said and went home.

5-12 Rehoboam continued to live in Jerusalem but built up a defense system for Judah all around: in Bethlehem, Etam, Tekoa, Beth Zur, Soco, Adullam, Gath, Mareshah, Ziph, Adoraim, Lachish, Azekah, Zorah, Aijalon, and Hebron—a line of defense protecting Judah and Benjamin. He beefed up the fortifications, appointed commanders, and put in supplies of food, olive oil, and wine. He installed arms—large shields and spears—in all the forts, making them very strong. So Judah and Benjamin were secure for the time.

13-17 The priests and Levites from all over Israel came and made themselves available to Rehoboam. The Levites left their pastures and properties and moved to Judah and Jerusalem because Jeroboam and his sons had dismissed them from the priesthood of God and replaced them with his own priests to preside over the worship centers at which he had installed goat and calf demon-idols. Everyone from all the tribes of Israel who determined to seek the God of Israel migrated with the priests and Levites to Jerusalem to worship there, sacrificing to the God of their ancestors. That gave a tremendous boost to the kingdom of Judah. They stuck with Rehoboam son of Solomon for three years, loyal to the ways of David and Solomon for this period.

18-21 Rehoboam married Mahalath daughter of Jerimoth, David’s son, and Abihail daughter of Eliab, Jesse’s son. Mahalath bore him Jeush, Shemariah, and Zaham. Then he married Maacah, Absalom’s daughter, and she bore him Abijah, Attai, Ziza, and Shelomith. Maacah was Rehoboam’s favorite wife; he loved her more than all his other wives and concubines put together (and he had a lot—eighteen wives and sixty concubines who produced twenty-eight sons and sixty daughters!).

22-23 Rehoboam designated Abijah son of Maacah as the “first son” and leader of the brothers—he intended to make him the next king. He was shrewd in deploying his sons in all the fortress cities that made up his defense system in Judah and Benjamin; he kept them happy with much food and many wives.