O Livro

1 Timóteo 3:1-16

Os pastores na igreja

1Costuma dizer-se, e com verdade, que se alguém pretende ser líder numa assembleia cristã, esse é um excelente desejo. 2O líder tem de ser uma pessoa irrepreensível; deve ser marido de uma só mulher, deve ser vigilante, sério, moderado e equilibrado; deve ser hospitaleiro e capaz de ensinar. 3Também não deverá exagerar nas bebidas alcoólicas, nem ter comportamentos violentos, mas calmo. Tão-pouco deve ser conflituoso, nem ganancioso. 4Deve governar bem a sua casa e educar os filhos na disciplina e no respeito. 5Porque se uma pessoa não sabe governar a sua própria casa como poderá ter um cargo na igreja de Deus? 6Não convém que seja convertido há pouco tempo, pois pode deixar-se levar pelo orgulho e cair na mesma condenação em que incorreu o Diabo. 7Deve também ser uma pessoa com boa reputação entre os que não são cristãos; de outro modo, arrisca-se a ser vítima de desonra e a cair em laços do Diabo.

8Também os diáconos terão de ser pessoas dignas, sem dissimulação no que dizem; devem ser sóbrios no uso de bebidas alcoólicas e não se deixar levar pela ganância. 9Devem preservar as verdades profundas da fé com uma consciência limpa. 10Devem primeiro ser postos à prova e, se nada tiverem digno de censura, então que os responsabilizem no serviço a que se destinam.

11De igual modo, as suas mulheres sejam pessoas dignas, não dadas a mexericos, nem se deixando levar por excessos de tipo algum, merecendo confiança em tudo.

12Os diáconos também deverão ser maridos de uma só mulher, governar bem as suas casas e educar convenientemente os seus filhos. 13Porque, se derem boas provas no cumprimento deste serviço, ganharão o respeito dos outros e terão maior confiança na sua fé em Cristo Jesus.

14Estou a escrever-te estas coisas, mas espero poder ir ver-te brevemente. 15Se demorar, ficam aqui estas recomendações para que saibas como deves agir na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, o sustento e apoio da verdade. 16Com efeito, é uma profunda verdade aquela que a nossa devoção revela:

Cristo veio à Terra como homem,

recebeu o testemunho do Espírito em como era justo,

foi contemplado pelos anjos,

anunciado entre os gentios,

acreditado no mundo,

e recebido na glória.