O Livro

1 Crônicas 29

As ofertas para a construção do templo

1David voltou-se depois para toda a assembleia: “O meu filho Salomão, que Deus escolheu para ser o próximo rei de Israel, ainda é novo e inexperiente, e o trabalho que está à sua frente é enorme; porque o templo que ele terá de construir não é uma edificação qualquer — é algo a ser dedicado ao Senhor Deus! Usando de todos os recursos que estavam à minha disposição, juntei tudo o que me foi possível para essa construção — ouro, prata, cobre, ferro, madeira, grandes quantidades de ónix e outras pedras preciosas, jóias preciosas e mármore. E agora, visto que amo o Senhor, do meu tesouro pessoal dediquei, para a casa do meu Deus, muita coisa para essa obra; além dos materiais de construção que estão armazenados. Essas contribuições pessoais consistem em cem mil quilos de ouro de Ofir e duzentas e quarenta toneladas de prata pura, para ser usada na cobertura das paredes do edifício. Este ouro e prata também serão utilizados no fabrico de artigos de ouro e de prata e nas decorações. Portanto, quem quer agora seguir o meu exemplo? Quem quer consagrar-se a si próprio e tudo o que tem ao Senhor?”

6/9 Então os chefes dos clãs, os cabeças das tribos, os oficiais do exército, os responsáveis da administração da casa real ofereceram no total, voluntariamente, cento e setenta toneladas mais oitenta e quatro quilos de ouro; trezentas e quarenta e cinco toneladas de prata; seiscentas e dez toneladas de bronze e três mil e quatrocentas e cinquenta toneladas de ferro. Também deram voluntariamente grande quantidade de joalharia, que foi depositada no tesouro do templo, à guarda de Jeiel (um descendente de Gerson). Toda a gente estava feliz por esta oportunidade de servirem Deus, e o rei David estava profundamente comovido de alegria.

David louva o Senhor

10/17 Ainda na presença de toda a assembleia, David expressou os seus louvores ao Senhor desta maneira:

“Senhor Deus do nosso pai Israel, que o teu nome seja louvado sempre e sempre! Teu é o poder e a glória e a majestade e a vitória. Tudo o que há nos céus e na Terra te pertence, ó Senhor, e este reino é teu. Adoramos-te porque tudo está sob o teu controlo. Riquezas e honra vêm apenas por ti; tu és o juiz de toda a humanidade. Teu é o poder e força. É por tua decisão que os homens se tornam grandes e recebem força. Ó nosso Deus, agradecemos-te e louvamos-te pelo teu nome glorioso, mas quem sou eu e quem é o meu povo para que desses permissão para que se te oferecessem tais coisas? Tudo o que temos vem de ti; nós apenas te damos aquilo que vem já de ti! Nós vivemos aqui na Terra apenas por um curto tempo, como estrangeiros numa terra que já era dos nossos pais. Os nossos dias na Terra são como uma sombra, que passa rapidamente, sem deixar traços. Ó Senhor Deus, todo este material que nós juntámos para construir um templo para o teu santo nome pertence-te! Eu sei, Deus meu, que provas os homens para veres se eles são rectos, porque te agradas dos homens sinceros. Sabes que fiz isto tudo com as mais puras intenções, e que velei para que o povo oferecesse os seus donativos voluntariamente e com alegria.

18/19 Senhor Deus de nossos pais, Abraão, Isaque e Israel! Faz com que o teu povo sempre queira obedecer-te e que o seu amor por ti nunca se altere. Dá ao meu filho Salomão um coração honesto para contigo, para que queira obedecer-te nos mais pequenos detalhes, e que procure empenhadamente finalizar a construção do teu templo, para o qual fiz estes preparativos.”

20 Então David disse a todo o povo: “Dêem louvores ao Senhor vosso Deus!” Assim fez toda a gente, inclinando-se perante o Senhor e o rei.

Salomão reconhecido como rei

21/25 No dia seguinte trouxeram mil bezerros, mil carneiros, mil cordeiros e ofereceram-nos em holocausto ao Senhor; também apresentaram ofertas de vinho e muitos outros sacrifícios em favor de Israel inteiro. Seguidamente comeram e beberam perante o Senhor, com grande alegria.

Novamente coroaram Salomão, o filho do rei David, como seu rei. Ungiram-no perante o Senhor como seu chefe e Zadoque como seu sacerdote. Porque Deus tinha designado Salomão para suceder no trono de David seu pai; prosperou grandemente e todo o Israel lhe obedeceu. Os líderes nacionais, os comandantes do exército e todos os seus irmãos, todos se submeteram ao rei Salomão. O Senhor deu-lhe grande popularidade junto de todo o povo de Israel. Conseguiu juntar ainda mais riquezes e honra do que seu pai.

A morte de David

26/30 David foi rei em Israel durante quarenta anos; sete em Hebrom e trinta e três em Jerusalém. Morreu numa avançada idade, rico e honrado. O seu filho Salomão reinou em seu lugar. A história do rei David foi escrita nas crónicas de Samuel o profeta, na história escrita por Natã o profeta, e na história do profeta Gad. Estas narrativas dizem respeito ao seu reino, ao seu poder e a tudo o que lhe aconteceu, a si e a Israel, assim como aos reis dos povos vizinhos.

The Message

1 Chronicles 29

They Get Ready to Build

11-5 Then David the king addressed the congregation: “My son Solomon was singled out and chosen by God to do this. But he’s young and untested and the work is huge—this is not just a place for people to meet each other, but a house for God to meet us. I’ve done my best to get everything together for building this house for my God, all the materials necessary: gold, silver, bronze, iron, lumber, precious and varicolored stones, and building stones—vast stockpiles. Furthermore, because my heart is in this, in addition to and beyond what I have gathered, I’m turning over my personal fortune of gold and silver for making this place of worship for my God: 3,000 talents (about 113 tons) of gold—all from Ophir, the best—and 7,000 talents (214 tons) of silver for covering the walls of the buildings, and for the gold and silver work by craftsmen and artisans.

“And now, how about you? Who among you is ready and willing to join in the giving?”

6-8 Ready and willing, the heads of families, leaders of the tribes of Israel, commanders and captains in the army, stewards of the king’s affairs, stepped forward and gave willingly. They gave 5,000 talents (188 tons) and 10,000 darics (185 pounds) of gold, 10,000 talents of silver (377 tons), 18,000 talents of bronze (679 tons), and 100,000 talents (3,775 tons) of iron. Anyone who had precious jewels put them in the treasury for the building of The Temple of God in the custody of Jehiel the Gershonite.

And the people were full of a sense of celebration—all that giving! And all given willingly, freely! King David was exuberant.

10-13 David blessed God in full view of the entire congregation:

Blessed are you, God of Israel, our father
    from of old and forever.
To you, O God, belong the greatness and the might,
    the glory, the victory, the majesty, the splendor;
Yes! Everything in heaven, everything on earth;
    the kingdom all yours! You’ve raised yourself high over all.
Riches and glory come from you,
    you’re ruler over all;
You hold strength and power in the palm of your hand
    to build up and strengthen all.
And here we are, O God, our God, giving thanks to you,
    praising your splendid Name.

14-19 “But me—who am I, and who are these my people, that we should presume to be giving something to you? Everything comes from you; all we’re doing is giving back what we’ve been given from your generous hand. As far as you’re concerned, we’re homeless, shiftless wanderers like our ancestors, our lives mere shadows, hardly anything to us. God, our God, all these materials—these piles of stuff for building a house of worship for you, honoring your Holy Name—it all came from you! It was all yours in the first place! I know, dear God, that you care nothing for the surface—you want us, our true selves—and so I have given from the heart, honestly and happily. And now see all these people doing the same, giving freely, willingly—what a joy! O God, God of our fathers Abraham, Isaac, and Israel, keep this generous spirit alive forever in these people always, keep their hearts set firmly in you. And give my son Solomon an uncluttered and focused heart so that he can obey what you command, live by your directions and counsel, and carry through with building The Temple for which I have provided.”

20 David then addressed the congregation: “Bless God, your God!” And they did it, blessed God, the God of their ancestors, and worshiped reverently in the presence of God and the king.

21-22 The very next day they butchered the sacrificial animals and offered in the worship of Israel to God a thousand bulls, a thousand rams, a thousand sheep, and in addition drink offerings and many other sacrifices. They feasted all day, eating and drinking before God, exuberant with joy.

22-25 Then they ceremonially reenacted Solomon’s coronation, anointing David’s son before God as their leader, and Zadok as priest. Solomon sat on the throne of God as king in place of David his father. And everything went well; all Israel obeyed him. All the leaders of the people, including all the sons of King David, accepted Solomon as their king and promised their loyalty. Solomon rode high on a crest of popular acclaim—it was all God’s doing. God gave him position and honor beyond any king in Israel before him.

26-30 David son of Jesse ruled over all Israel. He was king for forty years. He ruled from Hebron seven years and from Jerusalem thirty-three. He died at a ripe old age, full of days, wealth, and glory. His son Solomon ruled after him. The history of David the king, from start to finish, is written in the chronicles of Samuel the seer, Nathan the prophet, and Gad the seer, including a full account of his rule, his exploits, and the times through which he and Israel and the surrounding kingdoms passed.