O Livro

Êxodo 38

O altar do holocausto

(Êx 27.1-8)

1O altar dos holocaustos, foi igualmente construído em madeira de acácia, quadrado, com 2,5 metros de lado e 1,5 metros de altura. Tinha quatro chifres em cada canto, tudo de uma só peça com o resto. Este altar foi revestido de bronze. Depois fez em bronze os utensílios a serem usados no serviço do altar: as caldeiras, as pás, as bacias, os garfos e os braseiros. Seguidamente, fez uma grelha de bronze que ficou apoiada numa cercadura, na parte inferior, a meia altura. Foram feitas ainda quatro argolas para cada lado da grelha, para nelas se porem as varas para o transporte. Estas varas eram feitas de madeira de acácia, revestidas de bronze. Pôs também duas varas nas argolas nos lados do altar, a fim de ser transportado. Este altar, feito de pranchas, era oco por dentro.

A bacia de bronze

(Êx 30.18)

A bacia de bronze e o seu pé, da mesma liga, foi feita com os espelhos das mulheres que se juntaram à entrada da tenda do encontro.

O pátio

(Êx 27.9-19)

Em seguida, foi a vez do pátio. A parede do sul tinha 50 metros de comprimento e consistia em véus de linho fino retorcido. 10 Havia vinte postes, para manter os véus, que assentavam em bases de bronze e tinham ganchos e hastes de prata. 11 A parede no norte media, da mesma forma, 50 metros, com vinte colunas e bases de bronze, e também ganchos e hastes de prata. 12 O lado ocidental ficou com 25 metros. Os véus foram suspensos em dez postes, com as suas bases, e com ganchos e hastes de prata. 13 O lado oriental tinha igualmente 25 metros.

14-15 Os véus de ambos os lados da entrada tinham 7,5 metros de comprimento com três postes e três bases. 16 Todos os véus que formavam as paredes do pátio eram tecidos com linho fino retorcido. 17 Cada poste tinha uma base de bronze e todos os ganchos e hastes foram feitos de prata maciça.

18 Os véus da entrada do pátio foram feitos também em linho fino retorcido, artisticamente bordados em azul, púrpura e vermelho. Tinha essa entrada 10 metros de comprimento e 2,5 metros de altura, a largura do tecido, tal como a parede do pátio. 19 Os véus desta porta eram sustentados por quatro colunas com quatro bases de bronze e com ganchos e hastes de prata. Os cimos dos postes eram de prata.

20 Todas as estacas, tanto do tabernáculo como do pátio, eram de bronze.

Os materiais utilizados

21 Esta é a enumeração do material empregado na construção do tabernáculo da aliança, registada por ordem de Moisés pelos levitas, sob direção de Itamar, filho de Aarão, o sacerdote. 22 Bezalel, filho de Uri e neto de Hur, da tribo de Judá, executou tudo o que o Senhor tinha ordenado a Moisés; 23 foi assistido por Aoliabe, filho de Aisamaque da tribo de Dan, que também era um hábil artífice e perito em trabalhos de gravação, de tecelagem e bordados em azul, púrpura e vermelho, e em tecidos de linho fino.

24 Os donativos que o povo trouxe ascenderam a 1000 quilos de ouro; todo ele foi usado no tabernáculo.

25 O montante da prata recolhida foi de mais de 3600 quilos, segundo o peso oficial do santuário, 26 que vieram da taxa paga de 6 gramas de prata por todos os que estavam registados, segundo o censo do povo, de 20 anos para cima, num total de 603 550 homens. 27 As bases para as tábuas das paredes do santuário e para os postes que sustentavam o véu requereram 3500 quilos de prata, ou seja, 34 quilos por cada base. 28 O resto da prata foi usada nos postes e no revestimento dos seus cimos, assim como nos ganchos e hastes.

29 O povo trouxe mais de 2500 quilos de bronze 30 que foi usado na fundição das bases dos postes da entrada da tenda do encontro e na construção do altar de bronze, na sua grelha e seus utensílios, 31 nas bases das colunas que suportam os véus da entrada do pátio e nas estacas usadas na montagem do tabernáculo e do pátio.

Mushuj Testamento Diospaj Shimi

Este capítulo no está disponible momentáneamente. Por favor intente nuevamente luego.