O Livro

Êxodo 20

Os dez mandamentos

(Dt 5.5-33)

1E Deus falou-lhes as seguintes palavras:

“Eu sou o Senhor, o teu Deus, que te libertou da escravidão do Egito.

Não prestes culto a outros deuses senão a mim.

Não faças imagens nem esculturas de ídolos: seja do que for que viva no céu, na Terra ou nos mares. Não te inclines perante elas, nem lhes prestes adoração. Porque eu sou o Senhor, teu Deus. Não admito partilhar o culto com outros deuses e castigo a maldade dos que me desprezam, até à terceira e até à quarta geração. Mas dispenso o meu amor sobre milhares dos que me amam e me obedecem.

Não faças uso do nome do Senhor, teu Deus, de uma forma irreverente. Não escaparás ao castigo se o fizeres.

Lembra o dia de sábado como um dia santo. Durante seis dias trabalharás, e neles realizarás toda a tua obra. 10 Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus. Nesse dia não farás qualquer trabalho; nem os teus filhos, nem os teus servos, nem os teus animais, tão-pouco os estrangeiros que vivem contigo. 11 Porque foi também em seis dias que o Senhor fez os céus, a Terra, os mares e tudo o que neles existe, e ao sétimo dia repousou. Foi assim que o Senhor abençoou o sétimo dia e declarou que esse dia seria santo.

12 Honra o teu pai e a tua mãe, para que tenhas uma longa vida na terra que o Senhor, teu Deus, te dá.

13 Não mates.

14 Não adulteres.

15 Não roubes.

16 Não profiras uma falsa acusação contra outra pessoa.

17 Não cobices a casa do teu próximo. Não cobices a mulher do teu próximo, nem o seu servo ou a serva, o gado e os animais de carga, ou qualquer outra coisa que lhe pertença.”

O povo teme ouvir a voz de Deus

(Dt 5.4-5, 22-23; 18.15-16)

18 Todo o povo viu os relâmpagos e o fumo que subia da montanha e ouviu igualmente o trovão e o longo e terrível toque da trombeta; e mantiveram-se à distância atemorizados. 19 Por isso, disseram a Moisés: “Diz-nos tu o que Deus mandar que nós obedeceremos, mas que não seja o Deus a falar diretamente connosco, porque se assim fosse haveríamos de morrer.”

20 “Nada receiem!”, disse-lhes Moisés, “porque Deus veio desta maneira, mas foi para vos dar a conhecer o seu grande poder de forma a que daqui em diante sintam horror em pecar contra ele.”

21 Enquanto o povo se mantinha à distância, Moisés penetrou naquela obscuridade onde Deus se encontrava.

Ídolos e altares

22 Então o Senhor disse-lhe que fosse portador da seguinte mensagem junto do povo: “Vocês são testemunhas de como vos dou a conhecer a minha vontade e vos falo desde o céu. 23 Lembrem-se que não devem fazer nem prestar culto a ídolos feitos de prata ou ouro.

24 Os altares que me consagrarem devem ser feitos de terra, com toda a simplicidade. Neles me oferecerão os vossos sacrifícios, holocaustos e ofertas de paz, de ovelhas e de bois. Só levantarão altares onde eu vos disser, e aí vos abençoarei. 25 Poderão também fazer altares de pedra, mas se assim for hão de ser de pedras toscas, ao natural, e nunca de pedras trabalhadas. Não empreguem escopro e martelo para as preparar, porque seria uma profanação. 26 Nunca lhe façam degraus, para que não se veja nenhuma parte do corpo.