Nova Versão Internacional

Salmos 71

Salmo 71

Em ti, Senhor, busquei refúgio;
nunca permitas que eu seja humilhado.
Resgata-me e livra-me por tua justiça;
inclina o teu ouvido para mim e salva-me.
Peço-te que sejas a minha rocha de refúgio,
    para onde eu sempre possa ir;
dá ordem para que me libertem,
    pois és a minha rocha
    e a minha fortaleza.
Livra-me, ó meu Deus, das mãos dos ímpios,
    das garras dos perversos e cruéis.

Pois tu és a minha esperança,
    ó Soberano Senhor,
em ti está a minha confiança desde a juventude.
Desde o ventre materno dependo de ti;
tu me sustentaste[a]
    desde as entranhas de minha mãe.
Eu sempre te louvarei!
Tornei-me um exemplo para muitos,
porque tu és o meu refúgio seguro.
Do teu louvor transborda a minha boca,
que o tempo todo proclama o teu esplendor.

Não me rejeites na minha velhice;
não me abandones
    quando se vão as minhas forças.
10 Pois os meus inimigos me caluniam;
os que estão à espreita juntam-se e
    planejam matar-me.
11 “Deus o abandonou”, dizem eles;
    “persigam-no e prendam-no,
pois ninguém o livrará.”
12 Não fiques longe de mim, ó Deus;
ó meu Deus, apressa-te em ajudar-me.
13 Pereçam humilhados os meus acusadores;
sejam cobertos de zombaria e vergonha
    os que querem prejudicar-me.
14 Mas eu sempre terei esperança
e te louvarei cada vez mais.
15 A minha boca falará sem cessar da tua justiça
e dos teus incontáveis atos de salvação.
16 Falarei dos teus feitos poderosos,
    ó Soberano Senhor;
proclamarei a tua justiça,
    unicamente a tua justiça.
17 Desde a minha juventude, ó Deus,
    tens me ensinado,
e até hoje eu anuncio as tuas maravilhas.
18 Agora que estou velho, de cabelos brancos,
    não me abandones, ó Deus,
para que eu possa falar da tua força
    aos nossos filhos,
e do teu poder às futuras gerações.

19 Tua justiça chega até as alturas, ó Deus,
tu, que tens feito coisas grandiosas.
Quem se compara a ti, ó Deus?
20 Tu, que me fizeste passar
    muitas e duras tribulações,
restaurarás a minha vida,
    e das profundezas da terra
    de novo me farás subir.
21 Tu me farás mais honrado
e mais uma vez me consolarás.

22 E eu te louvarei com a lira
    por tua fidelidade, ó meu Deus;
cantarei louvores a ti com a harpa,
    ó Santo de Israel.
23 Os meus lábios gritarão de alegria
    quando eu cantar louvores a ti,
pois tu me redimiste.
24 Também a minha língua sempre falará
    dos teus atos de justiça,
pois os que queriam prejudicar-me
    foram humilhados e ficaram frustrados.

Notas al pie

  1. 71.6 Ou separaste

Nkwa Asem

Nnwom 71

Akwakoraa mpaebɔ

1Awurade, maba wo nkyɛn sɛ ma me guankɔbea. Mma wonnni me so da! Esiane sɛ woyɛ ɔtreneeni nti, boa me na gye me. Tie me na gye me nkwa! Fa me sie wɔ wo nwini ase ne w’abankɛse mu, fa bɔ me ho ban; wone me guankɔbea ne me hwɛfo. Me Nyankopɔn gye me fi amumɔyɛfo ne atirimɔdenfo tumi ne nnebɔneyɛfo nsam. Awurade, m’ani da wo so. Mede me ho too wo so bere a na misua. Me nkwa nna nyinaa, mede me ho ato wo so. Efi bere a wɔwoo me, woabɔ me ho ban. Mɛkamfo wo daa. M’abrabɔ ayɛ nhwɛso ama nnipa pii efisɛ, woyɛ me gyefo a woyɛ den. Fi anɔpa kosi anwummere, mekamfo na meda w’anuonyam adi.

Afei a magow yi, mpa me. Afei a mayɛ mmerɛw yi, mpa me. 10 M’atamfo pɛ sɛ wokum me. Wɔkasa kɔ me tiri so apam. 11 Wɔka se, “Onyankopɔn agyaw no hɔ; momma yenni n’akyi nkɔkyere no na obiara nni hɔ a obegye no.” 12 Ntew wo ho ntena akyiri, O Onyankopɔn; me Nyankopɔn, yɛ ntɛm begye me. 13 Ma wɔn a wɔtaa me no nni nkogu na wɔnsɛe wɔn. Ma wɔn a wɔpɛ sɛ wopira me ani nwu na wɔn anim ngu ase. 14 Daa mede m’ani bɛto wo so; mɛkɔ so akamfo wo daa daa. 15 Mɛka w’ayamye akyerɛ. Fi anɔpa kosi anwummere nyinaa mɛka wo nkwagye ho asɛm; emu yɛ duru sen me ntease. 16 Mɛkamfo wo tumi, Otumfoɔ Awurade. Mɛpae mu aka w’adɔe ho asɛm; wo nkutoo de. 17 Woakyerɛ me fi me mmofraase na mekɔ so ka w’anwonwasɛm ho asɛm. 18 Afei a mabɔ akwakoraa na me ti so afuw dwen yi, nnyaw me, O Onyankopɔn! Ka me ho bere a mepae mu ka wo tumi ne wo kɛseyɛ ho asɛm kyerɛ nkyirimma nyinaa no. 19 Wo treneeyɛ, Onyankopɔn, du wim. Woayɛ nneɛma akɛse; obi nte sɛ wo. 20 Woama ɔhaw ne amanehunu aba me so de, nanso wobɛma manya ahoɔden bio; wobɛtwe me afi damoa ho. 21 Wobɛyɛ me kɛse asen daa. Wobɛkyekye me werɛ bio.

22 Mede sanku bɛkamfo wo. Me Nyankopɔn, mɛkamfo wo nokware. Me sanku so mɛbɔ nnwom ama wo, Israel ɔkronkronni. 23 Migu so rebɔ no, mɛteɛm anigye so. Mede me nipadua nyinaa bɛto dwom efisɛ, woagye me nkwa. 24 Fi anɔpa kosi anwummere nyinaa mɛka wo treneeyɛ ho asɛm akyerɛ efisɛ, wɔn a wɔpɛ sɛ wɔhaw me no, woadi wɔn so nkonim ama wɔn anim agu ase.