Nova Versão Internacional

Salmos 5

Salmo 5

Para o mestre de música. Para flautas. Salmo davídico.

Escuta, Senhor, as minhas palavras,
    considera o meu gemer.
Atenta para o meu grito de socorro,
    meu Rei e meu Deus,
pois é a ti que imploro.
De manhã ouves, Senhor, o meu clamor;
de manhã te apresento a minha oração[a]
    e aguardo com esperança.

Tu não és um Deus
    que tenha prazer na injustiça;
contigo o mal não pode habitar.
Os arrogantes não são aceitos
    na tua presença;
odeias todos os que praticam o mal.
Destróis os mentirosos;
os assassinos e os traiçoeiros
    o Senhor detesta.

Eu, porém, pelo teu grande amor,
    entrarei em tua casa;
com temor me inclinarei
    para o teu santo templo.
Conduze-me, Senhor, na tua justiça,
    por causa dos meus inimigos;
aplaina o teu caminho diante de mim.

Nos lábios deles não há palavra confiável;
    suas mentes só tramam destruição.
Suas gargantas são um túmulo aberto;
    com suas línguas enganam sutilmente.
10 Condena-os, ó Deus!
Caiam eles por suas próprias maquinações.
Expulsa-os por causa dos seus muitos crimes,
    pois se rebelaram contra ti.

11 Alegrem-se, porém,
    todos os que se refugiam em ti;
cantem sempre de alegria!
Estende sobre eles a tua proteção.
Em ti exultem os que amam o teu nome.
12 Pois tu, Senhor, abençoas o justo;
o teu favor o protege como um escudo.

Notas al pie

  1. 5.3 Ou o meu sacrifício

The Message

Psalm 5

A David Psalm

11-3 Listen, God! Please, pay attention!
Can you make sense of these ramblings,
my groans and cries?
    King-God, I need your help.
Every morning
    you’ll hear me at it again.
Every morning
    I lay out the pieces of my life
    on your altar
    and watch for fire to descend.

4-6 You don’t socialize with Wicked,
    or invite Evil over as your houseguest.
Hot-Air-Boaster collapses in front of you;
    you shake your head over Mischief-Maker.
God destroys Lie-Speaker;
    Blood-Thirsty and Truth-Bender disgust you.

7-8 And here I am, your invited guest—
    it’s incredible!
I enter your house; here I am,
    prostrate in your inner sanctum,
Waiting for directions
    to get me safely through enemy lines.

9-10 Every word they speak is a land mine;
    their lungs breathe out poison gas.
Their throats are gaping graves,
    their tongues slick as mudslides.
Pile on the guilt, God!
    Let their so-called wisdom wreck them.
Kick them out! They’ve had their chance.

11-12 But you’ll welcome us with open arms
    when we run for cover to you.
Let the party last all night!
    Stand guard over our celebration.
You are famous, God, for welcoming God-seekers,
    for decking us out in delight.