Nova Versão Internacional

Salmos 45

Salmo 45

Para o mestre de música. De acordo com a melodia Os Lírios. Dos coraítas. Poema. Cântico de casamento.

Com o coração vibrando de boas palavras
    recito os meus versos em honra ao rei;
seja a minha língua
    como a pena de um hábil escritor.

És dos homens o mais notável;
derramou-se graça em teus lábios,
visto que Deus te abençoou para sempre.
Prende a espada à cintura, ó poderoso!
Cobre-te de esplendor e majestade.
Na tua majestade cavalga vitoriosamente
    pela verdade, pela misericórdia e pela justiça;
que a tua mão direita realize feitos gloriosos.
Tuas flechas afiadas atingem
    o coração dos inimigos do rei;
debaixo dos teus pés caem nações.
O teu trono, ó Deus,
    subsiste para todo o sempre;
cetro de justiça é o cetro do teu reino.
Amas a justiça e odeias a iniqüidade;
por isso Deus, o teu Deus,
    escolheu-te dentre os teus companheiros
    ungindo-te com óleo de alegria.
Todas as tuas vestes exalam
    aroma de mirra, aloés e cássia;
nos palácios adornados de marfim ressoam
    os instrumentos de corda que te alegram.
Filhas de reis
    estão entre as mulheres da tua corte;
à tua direita está a noiva real
    enfeitada de ouro puro de Ofir.

10 Ouça, ó filha, considere
    e incline os seus ouvidos:
Esqueça o seu povo e a casa paterna.
11 O rei foi cativado pela sua beleza;
honre-o, pois ele é o seu senhor.
12 A cidade[a] de Tiro trará[b] seus presentes;
seus moradores mais ricos buscarão o seu favor.

13 Cheia de esplendor está a princesa
    em seus aposentos,
com vestes enfeitadas de ouro.
14 Em roupas bordadas é conduzida ao rei,
    acompanhada de um cortejo de virgens;
são levadas à tua presença.
15 Com alegria e exultação
    são conduzidas ao palácio do rei.

16 Os teus filhos ocuparão o trono dos teus pais;
por toda a terra os farás príncipes.
17 Perpetuarei a tua lembrança
    por todas as gerações;
por isso as nações te louvarão
    para todo o sempre.

Notas al pie

  1. 45.12 Hebraico: filha.
  2. 45.12 Ou Um manto feito em Tiro está entre

Nkwa Asem

Nnwom 45

Ɔdehye Ayeforohyia Dwom

1Nsɛm a ɛyɛ dɛ hyɛ m’adwene ma bere a merehyehyɛ saa dwom yi ama ɔhene no. Ɛte sɛ ɔkyerɛwfo pa kyerɛwdua, anwensɛm ayɛ pɛ me tɛkrɛma so.

W’ahoɔfɛ twa mmarima nyinaa mu. Wo kasa yɛ dɛ. Onyankopɔn ahyira wo daa. Fa wo nkrante, ɔhene kɛse; w’anim yɛ nyam na woyɛ otumfoɔ. Kɔ w’anim tumi ne nkonimdi so fa bɔ nokware ne papa ho ban. W’ahoɔden bɛma woadi nkonim akɛse! Wo bɛmma ano yɛ nnam; ɛwowɔ w’atamfo koma mu; aman hwe ase wɔ wo nan ase. Ahemman a Onyankopɔn de ama wo no bɛtena hɔ daa daa. Wode nokware di wo nkurɔfo so; wodɔ ade trenee na wukyi ade bɔne. Ɛno nti na Onyankopɔn, wo Nyankopɔn ayi wo de ahotɔ ahyira wo asen ɔhene biara no.

Kurobow ne pɛperɛ hua wɔ wo ntade mu. Nnwomhyehyɛfo gye w’ani wɔ ahemfi a wɔde asonse asiesie hɔ no mu. Ahemfo mmabea na wɔka mmea a wɔwɔ wo fi ho, na w’ahengua nifa so na ɔhemmea gyina a ɔhyɛ sikakɔkɔɔ a ɛyɛ fɛ yiye agude. 10 Ɔhene yere ayeforo, tie asɛm a meka; ma wo werɛ mfi wo nkurɔfo ne w’abusuafo. 11 W’ahoɔfɛ bɛma ɔhene adɔ wo; ɔno ne wo wura, enti ɛsɛ sɛ wutie no. 12 Nnipa a wofi Tiro bɛbrɛ wo akyɛde. Adefo bɛdɛfɛdɛfɛ wo.

13 Ɔhene babea no wɔ ahemfi hɔ. Ne ho yɛ fɛ papa bi. Wɔde sikakɔkɔɔ asaawa na ɛpam n’atade. 14 Ɔhyɛ n’atade pa yi na wɔde no kɔmaa ɔhene a n’ayeforo mmaawa di n’akyi a, wɔde wɔn nyinaa kɔmaa ɔhene no. 15 Wɔde ahosɛpɛw ne anigye na ɛkɔɔ ɔhene no ahemfi hɔ. 16 Wo, me hene, wobɛwo mma bebree a wobedi wɔn nenanom ade sɛ ahemfo, na wobɛyɛ wɔn adedifo wɔ asase so nyinaa.

17 Me dwom yi bɛma din a woagye no atena hɔ daa daa, na obiara bɛkamfo wo nna a ɛreba no nyinaa mu.