Nova Versão Internacional

Salmos 25

Salmo 25[a]

Davídico.

A ti, Senhor, elevo a minha alma.
Em ti confio, ó meu Deus.
Não deixes que eu seja humilhado,
nem que os meus inimigos triunfem sobre mim!
Nenhum dos que esperam em ti
    ficará decepcionado;
decepcionados ficarão
    aqueles que, sem motivo, agem traiçoeiramente.

Mostra-me, Senhor, os teus caminhos,
ensina-me as tuas veredas;
guia-me com a tua verdade e ensina-me,
    pois tu és Deus, meu Salvador,
e a minha esperança está em ti o tempo todo.
Lembra-te, Senhor,
    da tua compaixão e da tua misericórdia,
    que tens mostrado desde a antigüidade.
Não te lembres dos pecados e transgressões
    da minha juventude;
conforme a tua misericórdia, lembra-te de mim,
    pois tu, Senhor, és bom.

Bom e justo é o Senhor;
por isso mostra o caminho aos pecadores.
Conduz os humildes na justiça
e lhes ensina o seu caminho.
10 Todos os caminhos do Senhor
    são amor e fidelidade
para com os que cumprem
    os preceitos da sua aliança.
11 Por amor do teu nome, Senhor,
perdoa o meu pecado, que é tão grande!
12 Quem é o homem que teme o Senhor?
Ele o instruirá no caminho que deve seguir.
13 Viverá em prosperidade,
e os seus descendentes herdarão a terra.
14 O Senhor confia os seus segredos
    aos que o temem,
e os leva a conhecer a sua aliança.
15 Os meus olhos estão sempre voltados
    para o Senhor,
pois só ele tira os meus pés da armadilha.

16 Volta-te para mim e tem misericórdia de mim,
    pois estou só e aflito.
17 As angústias do meu coração se multiplicaram;
    liberta-me da minha aflição.
18 Olha para a minha tribulação
    e o meu sofrimento,
e perdoa todos os meus pecados.
19 Vê como aumentaram os meus inimigos
    e com que fúria me odeiam!
20 Guarda a minha vida e livra-me!
Não me deixes decepcionado,
    pois eu me refugio em ti.
21 Que a integridade e a retidão me protejam,
porque a minha esperança está em ti.

22 Ó Deus, liberta Israel de todas as suas aflições!

Notas al pie

  1. Salmos 25:1 O salmo 25 é um poema organizado em ordem alfabética, no hebraico.

Nkwa Asem

Nnwom 25

Akwankyerɛ ne ogye mpaebɔ

1O, wo Awurade na mebɔ wo mpae; wo mu, me Nyankopɔn, na mahotoso wɔ. Gye me fi nkogu animguase mu. Mma m’atamfo ani mmmere me. Wɔn a wɔde wɔn ho to wo so no nni nkogu, na mmom wɔn a wɔsɔre tia wo no.

Kyerɛ me w’akwan, O Awurade; da no adi kyerɛ me. Kyerɛ me na mentena ase wo nokware mu; efisɛ, wo ne me Nyankopɔn a wugye me nkwa. Daa mede me ho to wo so. Kae, O Awurade, w’adɔe ne wo dɔ a efi tete woada no adi akyerɛ me no. Fa me mmabun mu bɔne ne mfomso kyɛ me. Kae me wo dɔ a wode dɔ me daa no, Awurade!

Esiane sɛ Awurade yɛ ɔtreneeni na oye nti, ɔkyerɛ nnebɔneyɛfo kwan a wɔmfa so. Ɔkyerɛ ahobrɛasefo ɔkwan pa ne n’apɛde. 10 Ɔde nokware ne ɔdɔ di wɔn a wodi n’apam ne ne mmara so no anim.

11 Di wo bɔhyɛ so, Awurade, na fa me bɔne kyɛ me, efisɛ, ɛdɔɔso.

12 Wɔn a wotie Awurade no behu ɔkwan a ɛsɛ sɛ wɔfa so.

13 Wobenya nkɔso daa, na wɔn mma afa asase no.

14 Awurade fa wɔn a wotie no no nnamfo, na ɔne wɔn hyɛ n’apam no mu den. 15 Mede me ho to Awurade so sɛ ɔmmoa me daa nyinaa; ogye me fi amane mu. 16 Dan w’ani hwɛ me, O Awurade, na hu me mmɔbɔ efisɛ, meyɛ ɔbaakofo a mayɛ mmerɛw. 17 Yi me dadwene ne me haw nyinaa fi me so. 18 Dwen me mmɔborɔyɛ ne m’amanehunu ho na fa me bɔne nyinaa kyɛ me. 19 Hwɛ atamfo dodow a mewɔ; hwɛ ɔtan a wɔtan me. 20 Bɔ me ho ban na gye me nkwa. Yi me fi nkogu mu. Merebɛpɛ guankɔbea wɔ wo nkyɛn.

21 Me trenee ne me nokware nhwɛ me so efisɛ, mewɔ wo mu ahotoso. 22 O, Onyankopɔn, gye wo man Israel fi wɔn haw mu.