Nova Versão Internacional

Miqueias 7:1-20

A Desgraça de Israel

1Que desgraça a minha!

Sou como quem colhe frutos de verão

na respiga da vinha;

não há nenhum cacho de uvas para provar,

nenhum figo novo que eu tanto desejo.

2Os piedosos desapareceram do país;

não há um justo sequer.

Todos estão à espreita para derramar sangue;

cada um caça seu irmão com uma armadilha.

3Com as mãos prontas para fazer o mal

o governante exige presentes,

o juiz aceita suborno,

os poderosos impõem o que querem;

todos tramam em conjunto.

4O melhor deles é como espinheiro,

e o mais correto é pior que uma cerca de espinhos.

Chegou o dia anunciado pelas suas sentinelas,

o dia do castigo de Deus.

Agora reinará a confusão entre eles.

5Não confie nos vizinhos;

nem acredite nos amigos.

Até com aquela que o abraça

tenha cada um cuidado com o que diz.

6Pois o filho despreza o pai,

a filha se rebela contra a mãe,

a nora, contra a sogra;

os inimigos do homem são os seus próprios familiares.

7Mas, quanto a mim, ficarei atento ao Senhor,

esperando em Deus, o meu Salvador,

pois o meu Deus me ouvirá.

Israel se Levantará

8Não se alegre a minha inimiga com a minha desgraça.

Embora eu tenha caído, eu me levantarei.

Embora eu esteja morando nas trevas,

o Senhor será a minha luz.

9Por eu ter pecado contra o Senhor,

suportarei a sua ira até que ele apresente a minha defesa

e estabeleça o meu direito.

Ele me fará sair para a luz;

contemplarei a sua justiça.

10Então a minha inimiga o verá

e ficará coberta de vergonha,

ela, que me disse:

“Onde está o Senhor, o seu Deus?”

Meus olhos verão a sua queda;

ela será pisada como o barro das ruas.

11O dia da reconstrução dos seus muros chegará,

o dia em que se ampliarão as suas fronteiras virá.

12Naquele dia, virá a você gente

desde a Assíria até o Egito,

e desde o Egito até o Eufrates,

de mar a mar

e de montanha a montanha.

13Mas a terra será desolada por causa dos seus habitantes,

em consequência de suas ações.

Súplica por Misericórdia

14Pastoreia o teu povo com o teu cajado,

o rebanho da tua herança

que vive à parte numa floresta,

em férteis pastagens7.14 Ou no meio do Carmelo.

Deixa-o pastar em Basã e em Gileade,

como antigamente.

15“Como nos dias em que você saiu do Egito,

ali mostrarei as minhas maravilhas.”

16As nações verão isso e se envergonharão,

despojadas de todo o seu poder.

Porão a mão sobre a boca

e taparão os ouvidos.

17Lamberão o pó como a serpente,

como animais que se arrastam no chão.

Sairão tremendo das suas fortalezas;

com temor se voltarão para o Senhor, o nosso Deus,

e terão medo de ti.

18Quem é comparável a ti, ó Deus,

que perdoas o pecado e esqueces a transgressão

do remanescente da sua herança?

Tu, que não permaneces irado para sempre,

mas tens prazer em mostrar amor.

19De novo terás compaixão de nós;

pisarás as nossas maldades

e atirarás todos os nossos pecados

nas profundezas do mar.

20Mostrarás fidelidade a Jacó,

e bondade a Abraão,

conforme prometeste sob juramento aos nossos antepassados,

na antiguidade.

Asante Twi Contemporary Bible

Mika 7:1-20

Israel Ahohia

1Mayɛ mmɔbɔ!

Mete sɛ aduaba tefoɔ a

otwa berɛ akyi mekɔdi mpɛpɛ wɔ bobe turo mu;

mennya bobe siaw na madi,

borɔdɔma aba a ɛdi ɛkan a me kɔn dɔ nso, saa ara.

2Moapra Nyamefɛrefoɔ nyinaa afiri asase so.

Anka ɔbaako a ɔtene mpo.

Nnipa nyinaa tetɛ na wɔhwehwɛ sɛ wɔbɛka mogya agu;

wɔsunsum wɔn ho wɔn ho mfidie.

3Nsa mmienu no nyinaa akokwa bɔneyɛ mu;

sodifoɔ bisa akyɛdeɛ,

ɔtemmufoɔ gye adanmudeɛ,

wɔn a tumi wɔ wɔn nsa mu no yɛ deɛ wɔpɛ,

wɔn nyinaa bɔ mu dwene amumuyɛ ho.

4Deɛ ɔyɛ wɔ wɔn mu no te sɛ hwerɛmo;

deɛ ɔtene pa ara no, nkasɛɛ ban yɛ sene no.

Wʼatɛmmuda no aso,

ɛda a Onyankopɔn reba wo nsrahwɛ.

Yei ne ɛberɛ a wɔn ani so bɛyɛ wɔn totɔtotɔ.

5Nnye obiara nni;

mfa wo werɛ nhyɛ adamfo mu.

Mpo ɔbaa a ɔda wo koko mu no

to wo tɛkrɛma nnareka wɔ ne ho.

6Ɔbabarima twiri nʼagya,

Ɔbabaa sɔre tia ne maame,

asebaa nso tia nʼase

na onipa biara atamfoɔ bɛfiri ɔno ankasa ne fiefoɔ mu.

7Me deɛ, mede anidasoɔ hwɛ Awurade,

Metwɛn me Nkwagyeɛ Onyankopɔn;

na me Onyankopɔn bɛtie me.

Israel Bɛsɔre

8Mma wʼani nnye, me ɔtamfoɔ!

Mahwe ase deɛ, nanso mɛsɔre.

Esum aduru me deɛ,

nanso Awurade bɛyɛ me hann.

9Sɛ mayɛ bɔne atia no enti,

Awurade abufuo bɛba me so,

kɔsi sɛ ɔbɛka mʼasɛm ama me

na wada me bembuo adi.

Ɔde me bɛba hann no mu;

na mɛhunu ne tenenee.

10Afei, mʼatamfoɔ bɛhunu

na wɔn ani bɛwu,

deɛ ɔsee me sɛ,

“Ɛhe na Awurade wo Onyankopɔn no wɔ?”

Mʼani bɛhunu nʼahweaseɛ;

mpo seesei no, wɔbɛtiatia ne so

te sɛ atɛkyɛ a ɛwɔ mmɔntene so.

11Ɛda a wɔbɛto wʼafasuo no bɛba,

ɛda a wɔbɛtrɛ wʼahyeɛ mu.

12Ɛda no, nnipa bɛba wo nkyɛn

firi Asiria ne Misraim nkuropɔn mu,

mpo wɔbɛfiri Misraim akɔsi Eufrate

afiri ɛpo akɔsi ɛpo

ne bepɔ so akɔsi bepɔ so.

13Asase no bɛyɛ amanfo ɛsiane nnipa a wɔtete so

ne wɔn nneyɛɛ enti.

Mpaeɛbɔ Ne Nkamfoɔ

14Fa wo poma di wo nkurɔfoɔ anim,

nnwan a wɔyɛ wʼagyapadeɛ no,

a wɔn nko ara tete kwaeɛ mu

wira frɔmfrɔm adidibea hɔ.

Ma wɔn nnidi wɔ Basan ne Gilead

sɛ tete nna no mu.

15“Mɛyɛ anwanwadeɛ akyerɛ wo,

sɛdeɛ meyɛɛ nna a wofiri Misraim baeɛ mu no.”

16Aman bɛhunu wo na wɔn ani bɛwu,

wɔn a tumi nyinaa afiri wɔn nsa no.

Wɔde wɔn nsa bɛtuatua wɔn ano

na wɔn aso bɛsisi.

17Wɔbɛdi dɔteɛ sɛ awɔ,

ne mmoa a wɔwea fam.

Wɔde ahopopoɔ bɛfiri wɔn abɔn mu aba;

wɔde suro bɛdane wɔn ho ama Awurade yɛn Onyankopɔn,

na wɔbɛsuro wo.

18Hwan na ɔte sɛ wo,

Onyankopɔn a wode bɔne kyɛ?

Wo a wode agyanom asefoɔ nkaeɛ amumuyɛ kyɛ wɔn.

Wʼabofuo nntena hɔ daa

na mmom wʼani gye sɛ wobɛda mmɔborɔhunu adi.

19Wobɛhunu yɛn mmɔbɔ bio,

wobɛtiatia yɛn bɔne so,

na woato yɛn amumuyɛ agu ɛpo bunu mu.

20Wobɛyɛ nokwafoɔ ama Yakob

na wahunu Abraham mmɔbɔ

sɛdeɛ wokaa yɛn agyanom ntam

teteete no.