Nova Versão Internacional

Miqueias 1:1-16

1A palavra do Senhor que veio a Miqueias de Moresete durante os reinados de Jotão, Acaz e Ezequias, reis de Judá; visão que ele teve acerca de Samaria e de Jerusalém:

2Ouçam, todos os povos;

prestem atenção, ó terra e todos os que nela habitam;

que o Senhor, o Soberano,

do seu santo templo testemunhe contra vocês.

O Julgamento de Samaria e de Jerusalém

3Vejam! O Senhor já está saindo da sua habitação;

ele desce e pisa os lugares altos da terra.

4Debaixo dele os montes se derretem

como cera diante do fogo,

e os vales racham ao meio,

como que rasgados pelas águas

que descem velozes encosta abaixo.

5Tudo por causa da transgressão de Jacó,

dos pecados da nação de Israel.

Qual é a transgressão de Jacó?

Acaso não é Samaria?

Qual é o altar idólatra de Judá?

Acaso não é Jerusalém?

6“Por isso farei de Samaria um monte de entulho em campo aberto,

um lugar para plantação de vinhas;

atirarei as suas pedras no vale

e porei a descoberto os seus alicerces.

7Todas as suas imagens esculpidas serão despedaçadas

e todos os seus ganhos imorais serão consumidos pelo fogo;

destruirei todas as suas imagens.

Visto que o que ela ajuntou foi como ganho da prostituição,

como salário de prostituição tornará a ser usado.”

O Lamento do Profeta

8Por causa disso chorarei e lamentarei;

andarei descalço e nu.

Uivarei como um chacal e gemerei

como um filhote de coruja.

9Pois a ferida de Samaria é incurável

e chegou a Judá.

O flagelo alcançou até mesmo a porta do meu povo,

até a própria Jerusalém!

10Não contem isso em Gate

e não chorem.

Habitantes de Bete-Ofra1.10 Bete-Ofra significa casa de poeira.,

revolvam-se no pó.

11Saiam nus e cobertos de vergonha,

vocês que moram em Safir1.11 Safir significa agradável..

Os habitantes de Zaanã1.11 Zaanã assemelha-se à palavra que se traduz por sairão.

não sairão de sua cidade.

Bete-Ezel está em prantos;

foi-lhe tirada a proteção.

12Os que vivem em Marote1.12 Marote assemelha-se à palavra Mara, que significa amarga. se contorcem de dor

aguardando alívio,

porque a desgraça veio da parte do Senhor

até as portas de Jerusalém.

13Habitantes de Laquis1.13 Laquis assemelha-se à palavra lareques, que se traduz por junta ou parelha.,

atrelem aos carros as parelhas de cavalos.

Vocês foram o início do pecado da cidade1.13 Hebraico: filha. de Sião,

pois as transgressões de Israel foram aprendidas com vocês.

14Por isso vocês darão presentes de despedida

a Moresete-Gate.

A cidade de Aczibe1.14 Aczibe significa engano. se revelará enganosa

aos reis de Israel.

15Trarei um conquistador contra vocês que vivem em Maressa1.15 Maressa assemelha-se à palavra que se traduz por conquistador..

A glória de Israel irá a Adulão.

16Rapem a cabeça em pranto por causa dos filhos

nos quais vocês tanto se alegram;

fiquem calvos como a águia,

pois eles serão tirados de vocês

e levados para o exílio.

O Livro

Miqueias 1:1-16

1Estas são as mensagens que, da parte do Senhor, foram comunicadas a Miqueias, o morastita, durante os reinados de Jotão, Acaz e Ezequias, reis de Judá. Estas palavras dirigem-se a Samaria e a Judá. Miqueias recebeu-as na forma de visões.

Julgamento contra Samaria e Judá

2Prestem atenção! Que todos os povos do mundo ouçam! O Senhor Deus no seu santo templo tem acusações contra vocês!

3O Senhor está a chegar! Está a deixar o seu trono no céu e vem até à Terra, andando no cimo dos montes. 4Estes derretem-se sob os seus pés e escorrem em direção aos vales, como cera ante o fogo, como água jorrando duma encosta.

5Por que razão está isto a acontecer? Por causa dos pecados de Jacob e de Israel. Qual é o pecado de Jacob? Porventura não é Samaria? Qual é o altar idólatra de Judá? Não será Jerusalém?

6“Por isso, farei da cidade de Samaria um montão de ruínas. Será transformada num campo aberto; as suas ruas serão lavradas para se plantarem vinhas. Eu deitarei abaixo as muralhas, deixando os alicerces a descoberto; os blocos de pedra dessas construções rolarão até aos vales em baixo. 7Todas as imagens esculpidas que ali havia serão feitas em mil pedaços; os templos da idolatria, belamente decorados, erguidos com o dinheiro pago a prostitutas, também em templos de prostituição se tornarão.”

O lamento de Miqueias

8Por isso, levanto este lamento que é semelhante ao uivo dum chacal, ao grito duma coruja do deserto, atravessando as areias dum deserto de noite. Andarei despido e descalço, na tristeza e na vergonha. 9Porque a ferida do meu povo é demasiado profunda para se curar; estendeu-se por Judá; chegou até à porta de Jerusalém. 10Não o declarem em Gate! Não chorem! Em Bete-Le-Afra revolve-te no pó com angústia e vergonha. 11Ali vão os moradores de Safir, levados como escravos, desamparados, nus, envergonhados. O povo de Zaanãa nem ousa sequer mostrar-se fora das suas muralhas. Os alicerces de Bete-Ezel foram descobertos e desapareceram; eram os únicos fundamentos sobre os quais se mantinha. 12O povo de Marote em vão esperou por melhores dias; mas é só a amargura que os espera, enquanto o Senhor se mantiver contra Jerusalém.

13Depressa! Preparem já os vossos carros mais rápidos e fujam neles, ó povo de Laquis! Porque vocês foram os primeiros, de todas as cidades de Sião, a seguir Israel no seu pecado de idolatria. Todas as outras cidades do sul foram depois atrás do vosso exemplo.

14Por isso, darás presentes de despedida a Moresete de Gate; não há esperança de salvação para eles. A cidade de Aczibe enganou os reis de Israel, pois prometeu uma ajuda que não pode dar. 15Vocês, gente de Maressa, tornar-se-ão um prémio para aqueles que vos tomarem. Aquele que é a glória de Israel virá até Adulão.

16Chorem, chorem pelas vossas criancinhas! Rapem os cabelos até ficarem calvos como a águia! Rapem as vossas cabeças em sinal de pesar, porque os vossos filhos foram levados para o exílio!