Nova Versão Internacional

Jeremias 51

1Assim diz o Senhor:

“Vejam! Levantarei um vento destruidor
    contra a Babilônia,
contra o povo de Lebe-Camai[a].
Enviarei estrangeiros para a Babilônia
    a fim de peneirá-la como trigo
    e devastar a sua terra.
No dia de sua desgraça
    virão contra ela de todos os lados.
Que o arqueiro não arme o seu arco
    nem vista a sua armadura.
Não poupem os seus jovens guerreiros,
    destruam completamente
    o seu exército.
Eles cairão mortos na Babilônia[b],
    mortalmente feridos em suas ruas.
Israel e Judá não foram abandonadas
    como viúvas pelo seu Deus,
o Senhor dos Exércitos,
    embora a terra dos babilônios
    esteja cheia de culpa
    diante do Santo de Israel.

“Fujam da Babilônia!
    Cada um por si!
Não sejam destruídos
    por causa da iniqüidade dela.
É hora da vingança do Senhor;
ele lhe pagará o que ela merece.
A Babilônia era um cálice de ouro
    nas mãos do Senhor;
ela embriagou a terra toda.
As nações beberam o seu vinho;
por isso enlouqueceram.
A Babilônia caiu de repente
    e ficou arruinada.
Lamentem-se por ela!
Consigam bálsamo para a sua ferida;
talvez ela possa ser curada.

“‘Gostaríamos de ter curado Babilônia,
    mas ela não pode ser curada;
deixem-na
    e vamos, cada um para a sua própria terra,
pois o julgamento dela chega ao céu,
    eleva-se tão alto quanto as nuvens.

10 “‘O Senhor defendeu o nosso nome;
    venham, contemos em Sião o que
o Senhor, o nosso Deus, tem feito’.

11 “Afiem as flechas,
    peguem os escudos!
O Senhor incitou o espírito
    dos reis dos medos,
porque seu propósito
    é destruir a Babilônia.
O Senhor se vingará,
    se vingará de seu templo.
12 Ergam o sinal para atacar
    as muralhas da Babilônia!
Reforcem a guarda!
Posicionem as sentinelas!
Preparem uma emboscada!
O Senhor executará o seu plano,
o que ameaçou fazer
    contra os habitantes da Babilônia.
13 Você que vive junto a muitas águas
    e está rico de tesouros,
chegou o seu fim,
    a hora de você ser eliminado.
14 O Senhor dos Exércitos
    jurou por si mesmo:
Com certeza a encherei de homens,
    como um enxame de gafanhotos,
e eles gritarão triunfantes sobre você.

15 “Mas foi Deus quem fez a terra
    com o seu poder;
firmou o mundo com a sua sabedoria
    e estendeu os céus
com o seu entendimento.
16 Ao som do seu trovão,
    as águas no céu rugem;
ele faz com que as nuvens se levantem
    desde os confins da terra.
Ele faz relâmpagos para a chuva
    e faz sair o vento de seus depósitos.

17 “São todos eles estúpidos e ignorantes;
cada ourives é envergonhado
    pela imagem que esculpiu.
Suas imagens esculpidas
    são uma fraude,
elas não têm fôlego de vida.
18 Elas são inúteis,
    são objeto de zombaria.
Quando vier o julgamento delas,
    perecerão.
19 Aquele que é a Porção de Jacó
    não é como esses,
pois ele é quem forma todas as coisas,
    e Israel é a tribo de sua propriedade;
Senhor dos Exércitos
    é o seu nome.

20 “Você é o meu martelo,
    a minha arma de guerra.
Com você eu despedaço nações,
    com você eu destruo reinos,
21 com você despedaço
    cavalo e cavaleiro,
com você despedaço
    carro de guerra e cocheiro,
22 com você despedaço homem e mulher,
    com você despedaço velho e jovem,
com você despedaço rapaz e moça,
23 com você despedaço pastor e rebanho,
    com você despedaço lavrador e bois,
com você despedaço
    governadores e oficiais.

24 “Retribuirei à Babilônia e a todos os que vivem na Babilônia toda a maldade que fizeram em Sião diante dos olhos de vocês”, declara o Senhor.

25 “Estou contra você,
    ó montanha destruidora,
você que destrói a terra inteira”,
    declara o Senhor.
“Estenderei minha mão contra você,
eu a farei rolar dos penhascos,
e farei de você
    uma montanha calcinada.
26 Nenhuma pedra sua será cortada
    para servir de pedra angular,
    nem para um alicerce,
pois você estará arruinada para sempre”,
    declara o Senhor.

27 “Ergam um estandarte na terra!
    Toquem a trombeta entre as nações!
Preparem as nações
    para o combate contra ela;
convoquem contra ela estes reinos:
    Ararate, Mini e Asquenaz.
Nomeiem um comandante contra ela;
lancem os cavalos ao ataque
    como um enxame de gafanhotos.
28 Preparem as nações
    para o combate contra ela:
os reis dos medos, seus governadores
    e todos os seus oficiais,
e todos os países que governam.
29 A terra treme e se contorce de dor,
pois permanecem em pé
    os planos do Senhor
    contra a Babilônia:
desolar a terra da Babilônia
    para que fique desabitada.
30 Os guerreiros da Babilônia
    pararam de lutar;
permanecem em suas fortalezas.
A força deles acabou;
tornaram-se como mulheres.
As habitações dela estão incendiadas;
as trancas de suas portas
    estão quebradas.
31 Um emissário vai após outro,
e um mensageiro sai
    após outro mensageiro
para anunciar ao rei da Babilônia
    que sua cidade inteira foi capturada,
32 os vaus do rio foram tomados,
a vegetação dos pântanos foi incendiada,
    e os soldados ficaram aterrorizados.”

33 Assim diz o Senhor dos Exércitos,

Deus de Israel:

“A cidade[c] de Babilônia é como uma eira;
a época da colheita
    logo chegará para ela”.

34 “Nabucodonosor, rei da Babilônia,
    devorou-nos, lançou-nos em confusão,
fez de nós um jarro vazio.
Tal como uma serpente ele nos engoliu,
encheu seu estômago
    com nossas finas comidas
e então nos vomitou.
35 Que a violência
    cometida contra nossa carne[d]
    esteja sobre a Babilônia”,
dizem os habitantes de Sião.
“Que o nosso sangue esteja sobre
    aqueles que moram na Babilônia”,
diz Jerusalém.

36 Por isso, assim diz o Senhor:

“Vejam, defenderei a causa de vocês
    e os vingarei;
secarei o seu mar
    e esgotarei as suas fontes.
37 A Babilônia se tornará
    um amontoado de ruínas,
uma habitação de chacais,
objeto de pavor e de zombaria,
um lugar onde ninguém vive.
38 O seu povo todo
    ruge como leõezinhos,
rosnam como filhotes de leão.
39 Mas, enquanto estiverem excitados,
    prepararei um banquete para eles
e os deixarei bêbados,
    para que fiquem bem alegres
e, então, durmam e jamais acordem”,
    declara o Senhor.
40 “Eu os levarei como cordeiros
    para o matadouro,
como carneiros e bodes.

41 “Como Sesaque[e] será capturada!
    Como o orgulho de toda a terra será tomado!
Que horror a Babilônia
    será entre as nações!
42 O mar se levantará sobre a Babilônia;
    suas ondas agitadas a cobrirão.
43 Suas cidades serão arrasadas,
uma terra seca e deserta,
uma terra onde ninguém mora,
pela qual nenhum homem passa.
44 Castigarei Bel na Babilônia
    e o farei vomitar o que engoliu.
As nações não mais acorrerão a ele.
E a muralha da Babilônia cairá.

45 “Saia dela, meu povo!
Cada um salve a sua própria vida,
    da ardente ira do Senhor.
46 Não desanimem
    nem tenham medo
quando ouvirem rumores na terra;
um rumor chega este ano,
    outro no próximo,
rumor de violência na terra
    e de governante contra governante.
47 Portanto, certamente vêm os dias
    quando castigarei as imagens
    esculpidas da Babilônia;
toda a sua terra será envergonhada,
e todos os seus mortos jazerão
    caídos dentro dela.
48 Então o céu e a terra
    e tudo o que existe neles
gritarão de alegria
    por causa da Babilônia,
pois do norte destruidores a atacarão”,
    declara o Senhor.

49 “A Babilônia cairá
    por causa dos mortos de Israel,
assim como os mortos de toda a terra
    caíram por causa da Babilônia.
50 Vocês que escaparam da espada,
    saiam! Não permaneçam!
Lembrem-se do Senhor
    numa terra distante,
e pensem em Jerusalém.

51 “Vocês dirão: ‘Estamos envergonhados
    pois fomos insultados
e a vergonha cobre o nosso rosto,
porque estrangeiros penetraram
    nos lugares santos
    do templo do Senhor’.

52 “Portanto, certamente vêm os dias”,
    declara o Senhor,
“quando castigarei
    as suas imagens esculpidas,
e por toda a sua terra
    os feridos gemerão.
53 Mesmo que a Babilônia chegue ao céu
    e fortifique no alto a sua fortaleza,
enviarei destruidores contra ela”,
    declara o Senhor.

54 “Vem da Babilônia o som de um grito;
o som de grande destruição
    vem da terra dos babilônios.
55 O Senhor destruirá a Babilônia;
    ele silenciará o seu grande ruído.
Ondas de inimigos avançarão
    como grandes águas;
o rugir de suas vozes ressoará.
56 Um destruidor virá contra a Babilônia;
seus guerreiros serão capturados,
e seus arcos serão quebrados.
Pois o Senhor é um
    Deus de retribuição;
ele retribuirá plenamente.
57 Embebedarei os seus líderes
    e os seus sábios;
os seus governadores,
    os seus oficiais e os seus guerreiros.
Eles dormirão para sempre
    e jamais acordarão”,
declara o Rei,
    cujo nome é Senhor dos Exércitos.

58 Assim diz o Senhor dos Exércitos:

“A larga muralha da Babilônia
    será desmantelada
e suas altas portas serão incendiadas.
Os povos se exaurem por nada,
o trabalho das nações não passa
    de combustível para as chamas”.

59 Esta é a mensagem que Jeremias deu ao responsável pelo acampamento, Seraías, filho de Nerias, filho de Maaséias, quando ele foi à Babilônia com o rei Zedequias de Judá, no quarto ano do seu reinado. 60 Jeremias escreveu num rolo todas as desgraças que sobreviriam à Babilônia, tudo que fora registrado acerca da Babilônia. 61 Ele disse a Seraías: “Quando você chegar à Babilônia, tenha o cuidado de ler todas estas palavras em alta voz. 62 Então diga: Ó Senhor, disseste que destruirás este lugar, para que nem homem nem animal viva nele, pois ficará em ruínas para sempre. 63 Quando você terminar de ler este rolo, amarre nele uma pedra e atire-o no Eufrates. 64 Então diga: Assim Babilônia afundará para não mais se erguer, por causa da desgraça que trarei sobre ela. E seu povo cairá”.

Aqui terminam as palavras de Jeremias.

Notas al pie

  1. 51.1 Lebe-Camai é um criptograma para Caldéia, isto é, a Babilônia.
  2. 51.4 Ou Caldéia; também nos versículos 24 e 35.
  3. 51.33 Hebraico: filha.
  4. 51.35 Ou feita a nós e a nossos filhos
  5. 51.41 Sesaque é um criptograma para Babilônia.

Chinese Contemporary Bible (Traditional)

耶利米書 51

1耶和華說:

「看啊,我要使毀滅的暴風襲擊巴比倫和住在立加米的人。
毀滅巴比倫人的日子一到,
我要差遣外族人從四面八方攻擊、消滅他們,
如同狂風捲走碎稭。
不要讓他們的弓箭手有機會射箭,
不要讓他們的戰士有機會穿鎧甲,
不要放過他們的青年,
要使他們全軍覆沒。
他們將被刀劍刺透,
倒斃在自己的土地上,
橫屍街頭。
雖然以色列和猶大充滿罪惡,
得罪了他們的聖者,
但他們的上帝——萬軍之耶和華卻沒有撇棄他們。

「離開巴比倫,各自逃命吧!
不要讓她的罪惡連累你們,
以致你們滅亡,
這是耶和華報應她的時候,
耶和華要懲罰她。
巴比倫在耶和華手中曾是灌醉天下的金杯,
列國喝了她的酒都變得癲狂。
轉瞬之間,巴比倫必毀滅。
你們要為她哀悼,
拿藥為她止痛,
或許可以治好她。
寄居在巴比倫的人說,
『我們試過了,卻沒有治好。
我們離開她,各自返回故鄉吧!
因為她罪惡滔天,必受審判。
10 耶和華已為我們伸冤。
來吧!我們要在錫安述說我們上帝耶和華的作為。』

11 「因為巴比倫人毀滅了耶和華的殿,
耶和華要使瑪代諸王毀滅他們。
瑪代人啊,
要磨尖箭頭,拿起盾牌,
12 豎起旗幟,
攻打巴比倫的城牆;
要加強防衛,
派人巡邏,設下埋伏。
因為耶和華言出必行,
一定要懲罰巴比倫人。
13 住在河邊、擁有財寶的巴比倫人啊,
你們的結局到了,
你們的末日來了。」
14 萬軍之耶和華憑自己起誓說:
「我要使敵人如蝗蟲一樣鋪天蓋地而來,
佔據你們的家園,
歡呼勝利。」
15 耶和華用自己的能力創造大地,
以自己的智慧建立世界,
憑自己的聰明鋪展穹蒼。
16 祂一聲令下,天上便大水澎湃;
祂使雲霧從地極上升,
使閃電在雨中劃過,
使風從祂的倉庫吹出。
17 世人都愚昧無知,
工匠都因所製的偶像而羞愧,
因為神像沒有生命氣息,
是虛假的,
18 毫無益處,荒唐可笑,
刑罰一到,必被毀滅。
19 雅各的上帝[a]卻迥然不同,
因為祂創造萬物,
以色列人是祂的產業,
祂名叫「萬軍之耶和華」。
20 耶和華說:
「巴比倫啊!你是我的錘子,
我作戰的兵器,
我要用你打碎列國,
毀滅列邦。
21 我要用你打碎戰馬和騎士,
22 打碎戰車和車夫,
打碎男人和婦女,
打碎老人和小孩,
打碎少男和少女,
23 打碎牧人和牲畜,
打碎農夫和耕牛,
打碎省長和總督。」

24 耶和華說:「我要當著我子民的面報應巴比倫人[b],因為他們在錫安犯罪作惡。

25 「毀滅天下的大山——巴比倫啊,
我與你為敵,
我要伸手攻擊你,
把你從懸崖上滾下去,
使你化為灰燼。
這是耶和華說的。
26 再無人用你的石頭做房角石或基石,
你要永遠荒涼。
這是耶和華說的。

27 「要在大地上豎起旌旗,
在列國吹響號角,
讓他們預備攻打巴比倫。
要召集亞拉臘人、米尼人、
亞實基拿人,
使他們派遣將領率騎兵如蝗蟲一樣鋪天蓋地而來,
攻打巴比倫。
28 要讓列國預備攻打巴比倫,
使瑪代的諸王及其省長、總督和所統治的人攻打巴比倫。
29 大地要顫抖,痛苦地扭動,
因為耶和華決意要攻擊巴比倫,
使她荒無人煙。
30 巴比倫的勇士不再作戰,
躲在堡壘裡,
士氣消沉,像婦女一樣無力;
巴比倫的房屋被火焚燒,
城門被攻破。
31 報信的人接踵而來,
向巴比倫王稟告,
『整座城已失守,
32 渡口被佔,
沼澤地被燒,
戰士驚慌失措。』」

33 以色列的上帝——萬軍之耶和華說:

「巴比倫城快要被毀滅了,
它要被夷為平地,
好像被踏平的麥場一樣。」

34 以色列人說:
「巴比倫王尼布甲尼撒吞噬我們、擊垮我們,
把我們洗劫一空。
他像海怪一樣吞吃我們,
飽餐我們的美物,
然後把我們趕走。」
35 錫安的居民說:
「巴比倫人殘暴地對待我們,
願他們受報應。」
耶路撒冷人說:
「願迦勒底人償還我們的血債。」
36 耶和華說:
「我的子民啊,
我要為你們伸冤,
替你們報仇;
我要使巴比倫的江河枯竭,
泉源乾涸。
37 巴比倫必淪為廢墟,杳無人跡,
淪為豺狼出沒的地方,
令人驚懼、嗤笑。
38 迦勒底人像群獅一樣怒吼,
又像幼獅一樣咆哮。
39 他們食慾大振時,
我要為他們設盛宴,
使他們酩酊大醉,狂歡亂叫,
長眠不起。
這是耶和華說的。
40 我要把他們像羊羔、
公綿羊和公山羊一樣帶往宰殺之地。
41 巴比倫[c]怎麼淪陷了!
天下引以為傲的怎麼被攻佔了!
巴比倫的下場讓列國恐懼!
42 海水漲溢,洶湧的波濤淹沒了巴比倫。
43 她的城邑淪為乾旱的荒漠,
杳無人跡。
44 我要懲罰巴比倫的神明彼勒,
使他吐出所吞噬的。
巴比倫的城牆要倒塌,
萬國必不再湧向她。

45 「我的子民啊,你們要離開巴比倫,
各自逃命,躲避耶和華的烈怒。
46 境內謠言四起時,
你們不要驚慌害怕,
因為今年傳這風聲,
明年卻傳那風聲,
說境內必有暴亂,
官長要互相殘殺。

47 「看啊,時候將到,我必懲罰巴比倫的神像,
使巴比倫全國蒙羞,
屍橫遍野。
48 毀滅者要從北方前來攻擊巴比倫,
那時天地萬物都要因巴比倫的滅亡而歡呼。
這是耶和華說的。
49 巴比倫必滅亡,
因為她大肆屠殺以色列人和其他各國的人。

50 「刀下逃生的人啊,
你們快走吧!
不要停留!
在遠方要記住耶和華,
要追想耶路撒冷。
51 你們說巴比倫人闖入了耶和華殿的聖所,
使你們蒙受恥辱,滿面羞愧。

52 「看啊,時候將到,我要懲罰巴比倫的神像,
使巴比倫到處都是受傷者的呻吟。
這是耶和華說的。
53 即使巴比倫城高聳入雲,
堡壘堅不可摧,
我仍要差遣毀滅者攻擊它。
這是耶和華說的。

54 「從巴比倫——迦勒底人的土地上傳來哭喊聲和毀滅聲,
55 因為耶和華正在毀滅巴比倫,
要使城中的喧囂變成一片死寂。
毀滅巴比倫的敵人呐喊著如波濤一樣湧來。
56 毀滅者正前來攻打巴比倫,
擒拿她的勇士,
折斷他們的弓弩。
耶和華是追討罪惡、
報應惡人的上帝。
57 我要使她的首領、謀士、省長、
總督和勇士都酩酊大醉,
長眠不醒。」
這是君王——萬軍之耶和華說的。

58 萬軍之耶和華說:
「巴比倫寬闊的城牆要被夷為平地,
高大的城門要被付之一炬,
人們一切的辛勞都是徒然,
列國勞碌的成果都化為灰燼。」

59-60 耶利米把所有將要發生在巴比倫的災禍,就是有關巴比倫的事都寫在卷軸上。猶大王西底迦執政第四年,瑪西雅的孫子、尼利亞的兒子、宮廷總管西萊雅和猶大王一同前往巴比倫的時候, 61 耶利米對西萊雅說:「你到巴比倫後要大聲宣讀這卷軸上的一切話, 62 並且要說,『耶和華啊!你曾說要毀滅這地方,使這裡人獸絕跡、永遠荒涼。』 63 讀完後,你要把卷軸綁在一塊石頭上,扔進幼發拉底河, 64 然後說,『耶和華降的災禍必使巴比倫像這卷軸一樣沉沒、永不復興,巴比倫人必滅亡。』」

耶利米的話到此為止。

Notas al pie

  1. 51·19 雅各的上帝」希伯來文是「雅各的產業」。
  2. 51·24 巴比倫人」希伯來文是「巴比倫和迦勒底人」。
  3. 51·41 巴比倫 」希伯來文是「示沙克」,巴比倫的別名。