Nova Versão Internacional

Efésios 1

1Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus,

aos santos e fiéis[a] em Cristo Jesus que estão em Éfeso[b]:

A vocês, graça e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo.

As Bênçãos Espirituais em Cristo

Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo. Porque Deus nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis em sua presença. Em amor nos predestinou[c] para sermos adotados como filhos, por meio de Jesus Cristo, conforme o bom propósito da sua vontade, para o louvor da sua gloriosa graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado.

Nele temos a redenção por meio de seu sangue, o perdão dos pecados, de acordo com as riquezas da graça de Deus, a qual ele derramou sobre nós com toda a sabedoria e entendimento. E nos[d] revelou o mistério da sua vontade, de acordo com o seu bom propósito que ele estabeleceu em Cristo, 10 isto é, de fazer convergir em Cristo todas as coisas, celestiais ou terrenas, na dispensação da plenitude dos tempos. 11 Nele fomos também escolhidos[e], tendo sido predestinados conforme o plano daquele que faz todas as coisas segundo o propósito da sua vontade, 12 a fim de que nós, os que primeiro esperamos em Cristo, sejamos para o louvor da sua glória.

13 Quando vocês ouviram e creram na palavra da verdade, o evangelho que os salvou, vocês foram selados em Cristo com o Espírito Santo da promessa, 14 que é a garantia da nossa herança até a redenção daqueles que pertencem a Deus, para o louvor da sua glória.

Ação de Graças e Oração

15 Por essa razão, desde que ouvi falar da fé que vocês têm no Senhor Jesus e do amor que demonstram para com todos os santos, 16 não deixo de dar graças por vocês, mencionando-os em minhas orações. 17 Peço que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o glorioso Pai, lhes dê espírito[f] de sabedoria e de revelação, no pleno conhecimento dele. 18 Oro também para que os olhos do coração de vocês sejam iluminados, a fim de que vocês conheçam a esperança para a qual ele os chamou, as riquezas da gloriosa herança dele nos santos 19 e a incomparável grandeza do seu poder para conosco, os que cremos, conforme a atuação da sua poderosa força. 20 Esse poder ele exerceu em Cristo, ressuscitando-o dos mortos e fazendo-o assentar-se à sua direita, nas regiões celestiais, 21 muito acima de todo governo e autoridade, poder e domínio, e de todo nome que se possa mencionar, não apenas nesta era, mas também na que há de vir. 22 Deus colocou todas as coisas debaixo de seus pés e o designou cabeça de todas as coisas para a igreja, 23 que é o seu corpo, a plenitude daquele que enche todas as coisas, em toda e qualquer circunstância.

Notas al pie

  1. 1.1 Ou crentes
  2. 1.1 Alguns manuscritos mais antigos não trazem que estão em Éfeso.
  3. 1.4,5 Ou presença no amor. 5Ele nos predestinou
  4. 1.8,9 Ou nós. Com toda a sabedoria e entendimento nos
  5. 1.11 Alguns manuscritos dizem feitos herdeiros.
  6. 1.17 Ou o Espírito

O Livro

Efésios 1

11/2 Eu, Paulo, escolhido pela vontade de Deus para ser apóstolo de Jesus Cristo, escrevo esta carta aos santos em Éfeso, os que são fiéis a Jesus Cristo. Que Deus nosso Pai e o Senhor Jesus Cristo vos dêem graça e paz.

Bênçãos espirituais em Cristo

Louvor seja dado a Deus, o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, pois que nos encheu de todas as bênçãos nos lugares celestiais, a nós que vivemos na comunhão espiritual com Cristo. 4/6 Antes de ter criado o mundo, Deus nos escolheu para que lhe pertencêssemos e passássemos a viver de uma forma santa e irrepreensível, sob o seu amor. E, no seu plano, propôs­se tomar­nos como seus próprios filhos. É por isso que lhe dirigimos louvor e honra pela sua graça para connosco através da pessoa do seu amado Filho.

Tão rica é a generosidade da sua graça, que ele pagou a nossa libertação através do sangue do seu Filho, e os nossos pecados foram perdoados. Graça essa que se traduziu abundantemente nas nossas vidas em sabedoria e compreensão, sendo assim possível termos conhecimento do plano que Deus tinha arquitectado a favor da humanidade, mas que mantivera por revelar até ao momento que ele próprio marcou. 10 E o objectivo final desse plano é de, quando chegar o tempo oportuno disso acontecer, juntar sob o governo de Cristo todas as coisas, no céu e na Terra.

11 Através de Cristo nós recebemos a herança de Deus, e fomos escolhidos para lhe pertencermos, segundo a resolução por ele previamente estabelecida. 12 O propósito de Deus, para o qual fomos destinados, é o de celebrar a sua grandeza, nós os que primeiro esperámos em Cristo. 13/14 E vocês igualmente, depois de terem ouvido a mensagem da verdade, as boas novas da vossa salvação, e tendo crido em Cristo, foram selados com o Espírito Santo, já prometido anteriormente, como garantia dessa filiação em Deus. E a presença desse Espírito em nós é a prova de que Deus nos dará tudo quanto nos promete, e significa que ele nos comprou, como uma aquisição muito sua, para proclamarmos a glória de Deus.

Oração e acção de graças

15 Pelo que, ouvindo falar da vossa fé no Senhor Jesus e do vosso amor a favor de todos os irmãos crentes, 16 não me canso de agradecer a Deus por vocês. E nas minhas orações 17 lhe peço a ele, que é o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual possui toda a glória do céu, que através do conhecimento cada vez mais profundo dele vos dê sabedoria para poderem claramente compreender o que Deus vos revela. 18 E que os vossos entendimentos sejam iluminados para poderem ter uma ideia nítida dessa esperança que ele vos chamou a ter, e para perceberem a extensão gloriosa de tudo aquilo que está reservado para aqueles que são seus filhos.

19 E, mais ainda, para se darem conta do ilimitado poder que ele dispõe a nosso favor, nós os que cremos em resultado da acção dessa força divina que nos transformou. 20 Esse poder grandioso foi também o que ressuscitou Cristo, levantando­o de entre os mortos e pondo­o à direita de Deus e 21 acima de todo e qualquer chefe que possa governar sobre a Terra, acima de todo o poder e de toda a autoridade que possa existir. O nome de Jesus ultrapassa em autoridade não só todos os que dominam neste mundo actual, como no mundo que há­de vir. 22/23 Deus colocou tudo o que existe no universo sob a autoridade de Cristo, e fez dele a cabeça de todas as coisas, para benefício da igreja, a qual é o seu corpo; é ele que a enche com a sua presença, como também enche todas as coisas em todo o lugar.