New Living Translation

Psalm 147

Psalm 147

Praise the Lord!

How good to sing praises to our God!
    How delightful and how fitting!
The Lord is rebuilding Jerusalem
    and bringing the exiles back to Israel.
He heals the brokenhearted
    and bandages their wounds.
He counts the stars
    and calls them all by name.
How great is our Lord! His power is absolute!
    His understanding is beyond comprehension!
The Lord supports the humble,
    but he brings the wicked down into the dust.

Sing out your thanks to the Lord;
    sing praises to our God with a harp.
He covers the heavens with clouds,
    provides rain for the earth,
    and makes the grass grow in mountain pastures.
He gives food to the wild animals
    and feeds the young ravens when they cry.
10 He takes no pleasure in the strength of a horse
    or in human might.
11 No, the Lord’s delight is in those who fear him,
    those who put their hope in his unfailing love.

12 Glorify the Lord, O Jerusalem!
    Praise your God, O Zion!
13 For he has strengthened the bars of your gates
    and blessed your children within your walls.
14 He sends peace across your nation
    and satisfies your hunger with the finest wheat.
15 He sends his orders to the world—
    how swiftly his word flies!
16 He sends the snow like white wool;
    he scatters frost upon the ground like ashes.
17 He hurls the hail like stones.[a]
    Who can stand against his freezing cold?
18 Then, at his command, it all melts.
    He sends his winds, and the ice thaws.
19 He has revealed his words to Jacob,
    his decrees and regulations to Israel.
20 He has not done this for any other nation;
    they do not know his regulations.

Praise the Lord!

Notas al pie

  1. 147:17 Hebrew like bread crumbs.

Nova Versão Internacional

Salmos 147

Salmo 147

Aleluia!

Como é bom cantar louvores ao nosso Deus!
Como é agradável e próprio louvá-lo!

O Senhor edifica Jerusalém;
ele reúne os exilados de Israel.
Só ele cura os de coração quebrantado
e cuida das suas feridas.

Ele determina o número de estrelas
e chama cada uma pelo nome.
Grande é o nosso Soberano
    e tremendo é o seu poder;
é impossível medir o seu entendimento.
O Senhor sustém o oprimido,
mas lança por terra o ímpio.

Cantem ao Senhor com ações de graças;
ao som da harpa façam música
    para o nosso Deus.
Ele cobre o céu de nuvens,
concede chuvas à terra
e faz crescer a relva nas colinas.
Ele dá alimento aos animais,
    e aos filhotes dos corvos
    quando gritam de fome.

10 Não é a força do cavalo
    que lhe dá satisfação,
nem é a agilidade do homem que lhe agrada;
11 o Senhor se agrada dos que o temem,
    dos que colocam sua esperança no seu amor leal.

12 Exalte o Senhor, ó Jerusalém!
Louve o seu Deus, ó Sião,
13 pois ele reforçou as trancas de suas portas
e abençoou o seu povo, que lá habita.
14 É ele que mantém as suas fronteiras
    em segurança
e que a supre do melhor do trigo.
15 Ele envia sua ordem à terra,
e sua palavra corre veloz.
16 Faz cair a neve como lã,
e espalha a geada como cinza.
17 Faz cair o gelo como se fosse pedra.
Quem pode suportar o seu frio?
18 Ele envia a sua palavra, e o gelo derrete;
envia o seu sopro, e as águas tornam a correr.

19 Ele revela a sua palavra a Jacó,
os seus decretos e ordenanças a Israel.
20 Ele não fez isso a nenhuma outra nação;
todas as outras desconhecem
    as suas ordenanças.

Aleluia!