New Living Translation

Proverbs 1

The Purpose of Proverbs

1These are the proverbs of Solomon, David’s son, king of Israel.

Their purpose is to teach people wisdom and discipline,
    to help them understand the insights of the wise.
Their purpose is to teach people to live disciplined and successful lives,
    to help them do what is right, just, and fair.
These proverbs will give insight to the simple,
    knowledge and discernment to the young.

Let the wise listen to these proverbs and become even wiser.
    Let those with understanding receive guidance
by exploring the meaning in these proverbs and parables,
    the words of the wise and their riddles.

Fear of the Lord is the foundation of true knowledge,
    but fools despise wisdom and discipline.

A Father’s Exhortation: Acquire Wisdom

My child,[a] listen when your father corrects you.
    Don’t neglect your mother’s instruction.
What you learn from them will crown you with grace
    and be a chain of honor around your neck.

10 My child, if sinners entice you,
    turn your back on them!
11 They may say, “Come and join us.
    Let’s hide and kill someone!
    Just for fun, let’s ambush the innocent!
12 Let’s swallow them alive, like the grave[b];
    let’s swallow them whole, like those who go down to the pit of death.
13 Think of the great things we’ll get!
    We’ll fill our houses with all the stuff we take.
14 Come, throw in your lot with us;
    we’ll all share the loot.”

15 My child, don’t go along with them!
    Stay far away from their paths.
16 They rush to commit evil deeds.
    They hurry to commit murder.
17 If a bird sees a trap being set,
    it knows to stay away.
18 But these people set an ambush for themselves;
    they are trying to get themselves killed.
19 Such is the fate of all who are greedy for money;
    it robs them of life.

Wisdom Shouts in the Streets

20 Wisdom shouts in the streets.
    She cries out in the public square.
21 She calls to the crowds along the main street,
    to those gathered in front of the city gate:
22 “How long, you simpletons,
    will you insist on being simpleminded?
How long will you mockers relish your mocking?
    How long will you fools hate knowledge?
23 Come and listen to my counsel.
I’ll share my heart with you
    and make you wise.

24 “I called you so often, but you wouldn’t come.
    I reached out to you, but you paid no attention.
25 You ignored my advice
    and rejected the correction I offered.
26 So I will laugh when you are in trouble!
    I will mock you when disaster overtakes you—
27 when calamity overtakes you like a storm,
    when disaster engulfs you like a cyclone,
    and anguish and distress overwhelm you.

28 “When they cry for help, I will not answer.
    Though they anxiously search for me, they will not find me.
29 For they hated knowledge
    and chose not to fear the Lord.
30 They rejected my advice
    and paid no attention when I corrected them.
31 Therefore, they must eat the bitter fruit of living their own way,
    choking on their own schemes.
32 For simpletons turn away from me—to death.
    Fools are destroyed by their own complacency.
33 But all who listen to me will live in peace,
    untroubled by fear of harm.”

Notas al pie

  1. 1:8 Hebrew My son; also in 1:10, 15.
  2. 1:12 Hebrew like Sheol.

Nova Versão Internacional

Provérbios 1

Propósito

1Estes são os provérbios de Salomão, filho de Davi, rei de Israel.

Eles ajudarão a experimentar
    a sabedoria e a disciplina;
a compreender as palavras
    que dão entendimento;
a viver com disciplina e sensatez,
    fazendo o que é justo, direito e correto;
ajudarão a dar prudência
    aos inexperientes
e conhecimento e bom senso aos jovens.
Se o sábio lhes der ouvidos,
    aumentará seu conhecimento,
e quem tem discernimento
    obterá orientação
para compreender provérbios e parábolas,
    ditados e enigmas dos sábios.

O temor do Senhor
    é o princípio[a] do conhecimento,
mas os insensatos desprezam
    a sabedoria e a disciplina.

Advertências da Sabedoria

Ouça, meu filho, a instrução de seu pai
    e não despreze o ensino de sua mãe.
Eles serão um enfeite para a sua cabeça,
    um adorno para o seu pescoço.

10 Meu filho, se os maus tentarem seduzi-lo,
    não ceda!
11 Se disserem: “Venha conosco;
fiquemos de tocaia para matar alguém,
vamos divertir-nos armando emboscada
    contra quem de nada suspeita!
12 Vamos engoli-los vivos,
    como a sepultura[b] engole os mortos;
vamos destruí-los inteiros,
    como são destruídos
    os que descem à cova;
13 acharemos todo tipo de objetos valiosos
e encheremos as nossas casas
    com o que roubarmos;
14 junte-se ao nosso bando;
dividiremos em partes iguais
    tudo o que conseguirmos!”
15 Meu filho,
    não vá pela vereda dessa gente!
Afaste os pés do caminho que eles seguem,
16 pois os pés deles correm para fazer o mal,
estão sempre prontos
    para derramar sangue.
17 Assim como é inútil
    estender a rede se as aves o observam,
18 também esses homens não percebem
    que fazem tocaia contra a própria vida;
armam emboscadas contra eles mesmos!
19 Tal é o caminho de todos os gananciosos;
    quem assim procede a si mesmo se destrói.

Convite à Sabedoria

20 A sabedoria clama em alta voz nas ruas,
ergue a voz nas praças públicas;
21 nas esquinas das ruas barulhentas[c]
    ela clama,
nas portas da cidade faz o seu discurso:

22 “Até quando vocês, inexperientes,
    irão contentar-se
    com a sua inexperiência?
Vocês, zombadores,
até quando terão prazer na zombaria?
E vocês, tolos,
até quando desprezarão o conhecimento?
23 Se acatarem a minha repreensão,
    eu lhes darei um espírito de sabedoria
e lhes revelarei os meus pensamentos.
24 Vocês, porém, rejeitaram o meu convite;
ninguém se importou
    quando estendi minha mão!
25 Visto que desprezaram totalmente
    o meu conselho
e não quiseram aceitar a minha repreensão,
26 eu, de minha parte,
    vou rir-me da sua desgraça;
zombarei quando o que temem
    se abater sobre vocês,
27 quando aquilo que temem
    abater-se sobre vocês
    como uma tempestade,
quando a desgraça os atingir
    como um vendaval,
quando a angústia e a dor os dominarem.

28 “Então vocês me chamarão,
    mas não responderei;
procurarão por mim,
    mas não me encontrarão.
29 Visto que desprezaram o conhecimento
    e recusaram o temor do Senhor,
30 não quiseram aceitar o meu conselho
    e fizeram pouco caso da minha advertência,
31 comerão do fruto da sua conduta
    e se fartarão de suas próprias maquinações.
32 Pois a inconstância dos inexperientes
    os matará,
e a falsa segurança dos tolos os destruirá;
33 mas quem me ouvir viverá em segurança
e estará tranqüilo, sem temer nenhum mal”.

Notas al pie

  1. 1.7 Ou a chave; também em 9.10.
  2. 1.12 Hebraico: Sheol. Essa palavra também pode ser traduzida por profundezas, pó ou morte; também em 5.5; 7.27 e 9.18.
  3. 1.21 A Septuaginta diz no alto dos muros.