New International Version

Psalm 129

Psalm 129

A song of ascents.

“They have greatly oppressed me from my youth,”
    let Israel say;
“they have greatly oppressed me from my youth,
    but they have not gained the victory over me.
Plowmen have plowed my back
    and made their furrows long.
But the Lord is righteous;
    he has cut me free from the cords of the wicked.”

May all who hate Zion
    be turned back in shame.
May they be like grass on the roof,
    which withers before it can grow;
a reaper cannot fill his hands with it,
    nor one who gathers fill his arms.
May those who pass by not say to them,
    “The blessing of the Lord be on you;
    we bless you in the name of the Lord.”

O Livro

Salmos 129

Cântico de peregrinação.

1Isto é o que Israel poderá dizer:
“Muitas vezes fui perseguido,
já desde a minha juventude!
Sim, já na minha mocidade me oprimiram;
contudo, não conseguiram acabar comigo!
Exploraram-me como o agricultor que lavra a terra;
os açoites que me deram abriram sulcos profundos.”
Mas o Senhor é justo;
ele corta as amarras dos ímpios.

Sejam envergonhados e retirem-se,
todos os que odeiam a Sião.
Que todos esses sejam como a erva dos telhados,
que seca depressa, antes de a arrancarem.
Ninguém lhe liga;
nem o agricultor, nem o ceifeiro.
Que ninguém, ao vê-los, diga:
“O Senhor vos abençoe!
Que sejam abençoados em nome do Senhor!”