New International Reader's Version

Psalm 6

Psalm 6

For the director of music. According to sheminith. A psalm of David to be played on stringed instruments.

Lord, don’t correct me when you are angry.
    Don’t punish me when you are very angry.
Lord, have mercy on me. I’m so weak.
    Lord, heal me. My body is full of pain.
My soul is very troubled.
    Lord, how long will it be until you save me?

Lord, turn to me and help me.
    Save me. Your love never fails.
Dead people can’t call out your name.
    How can they praise you when they are in the grave?

My groaning has worn me out.
    All night long my tears flood my bed.
    My bed is wet because of my crying.
I’m so sad I can’t see very well.
    My eyesight gets worse because of all my enemies.

Get away from me, all you who do evil.
    The Lord has heard my weeping.
The Lord has heard my cry for his mercy.
    The Lord accepts my prayer.
10 All my enemies will be covered with shame and trouble.
    They will turn back in shame. It will happen suddenly.

O Livro

Salmos 6

Salmo de David. Para o diretor do coro. Acompanhado de instrumentos de oito cordas.

1Não, Senhor, não me castigues com cólera;
não me corrijas com severidade.
Tem piedade de mim, Senhor,
porque estou enfraquecido.
Cura-me porque o meu corpo está doente.
O meu espírito está confuso e perturbado;
até quando, Senhor, esperarei por ti?

Vem libertar a minha alma
e salva-me na tua bondade.
Depois de morto ninguém pode lembrar-se de ti;
no mundo dos mortos[a] quem te louvará?

Já estou cansado de gemer;
molho a almofada com as lágrimas que derramo de noite.
A minha vista está cansada e turva de tanta tristeza,
por causa dos que me querem mal.

Afastem-se de mim, todos os que praticam a maldade,
porque o Senhor já ouviu o meu lamento.
Ele já ouviu a minha súplica;
o Senhor atendeu à minha oração.
10 Num momento, todos os meus adversários recuarão,
cobertos de vergonha e desanimados.

Notas al pie

  1. 6.5 No hebraico, Sheol, é traduzido, ao longo do livro, por mundo dos mortos. Segundo o pensamento hebraico do Antigo Testamento, é o lugar dos mortos, mas não necessariamente como um sepulcro ou sepultura, que é um lugar de morte e definhamento, mas sim um lugar de existência consciente, embora sombria e infeliz.