Nkwa Asem

Hebrifo 8

Wɔde Kristo bɔɔ afɔre

1Asɛm a yegyina so kasa no ne sɛ: Yɛwɔ ɔsɔfo panyin a ɔte Otumfo a ɔwɔ soro no ahengua no nifa so. Ɔsom sɛ ɔsɔfo panyin wɔ Kronkron mu Kronkron hɔ a ɛkyerɛ ntamadan a Awurade no ankasa sii a ɛnyɛ onipa na osii.

Woyi ɔsɔfo panyin biara sɛ ɔmfa akyerɛde ne mmoa mmɔ Onyankopɔn afɔre. Ɛno nti ɛsɛ sɛ yɛn sɔfo panyin nya biribi a ɔde bɛbɔ afɔre. Sɛ ɔwɔ asase so a, anka ɔrenyɛ ɔsɔfo koraa efisɛ, asɔfo wɔ hɔ a wɔde akyɛde ma sɛnea Yudafo mmara kyerɛ no. Dwuma a wodi sɛ asɔfo no yɛ ɔsoro nsusuwso bi kwa. Ɛte sɛ Mose bere so de no ara pɛ. Bere a ɔpɛe sɛ osi ntamadan no, Onyankopɔn ka kyerɛɛ no se, “Si no sɛnea wɔkyerɛɛ wo bepɔw no so sɛ yɛ no no pɛpɛɛpɛ.” Nanso wɔama Yesu asɔfodwuma a ɛso kyɛn wɔn de no te sɛ apam a ne nti, Onyankopɔn ne nnipa pamee, efisɛ, wofi bɔhyɛ pa mu na ɛpam saa apam no.

Sɛ na apam a edi kan no ye a, anka ɛho nhia sɛ wɔbɛyɛ apam a ɛto so abien no. Nanso Onyankopɔn nyaa ne nkurɔfo ho mfaso na ɔkae se, “Nna bi reba, Awurade na ose, a me ne Israelfo ne Yuda abusuakuw bɛhyehyɛ apam foforo. Ɛrenyɛ sɛ apam a me ne wɔn mpanyimfo hyehyɛe wɔ da a misoo wɔn nsa dii wɔn anim fii Misraim no. Wɔanni apam a me ne wɔn hyehyɛe no ho nokware, ɛno nti mantew m’ani anhwɛ wɔn, Awurade na ose. 10 Afei, eyi ne apam a me ne Israelfo bɛhyehyɛ bere a ɛreba no mu, Awurade na ose: Mede me mmara bɛhyɛ wɔn adwenem na makyerɛw agu wɔn komam. Mɛyɛ wɔn Nyankopɔn na wɔayɛ me nkurɔfo. 11 Wɔn mu biara renka nkyerɛ ne yɔnko anaa ne kuromni se, ‘Hu Awurade!’ Efisɛ, wɔn nyinaa nim me fi akumaa so kosi ɔkɛse so. 12 Mehu wɔn mmɔbɔ wɔn bɔne ho; na merenkae wɔn bɔne bio.”

Nhyehyɛe dedaw no

13 Frɛ a wɔfrɛ saa apam yi “Foforo” no, ama nea wɔyɛe kan no ayɛ dedaw; na biribiara a enyin yɛ dedaw no nkyɛ yera.

O Livro

Hebreus 8

O sumo sacerdote da nova aliança

1Portanto, em resumo, o que temos estado a dizer é que temos um sumo sacerdote, Cristo, que está no céu, sentado à direita do trono de Deus majestoso. Aí ele exerce as suas funções no verdadeiro templo celestial, que é um tabernáculo construído pelo Senhor e não pelos homens.

E visto que todo o sumo sacerdote é nomeado para apresentar a Deus ofertas e sacrifícios, Cristo fez também uma oferta. E o certo é que, aqui na Terra, ele não podia ter sido sacerdote, pois já havia outros sacerdotes para oferecer sacrifícios, de acordo com a Lei. Estes servem num lugar de adoração que é somente uma cópia, uma sombra, do verdadeiro santuário nos domínios celestiais. Porque quando Moisés se preparava para construir o tabernáculo, o Senhor avisou-o de que devia seguir exatamente o modelo que lhe tinha sido mostrado no monte Sinai.[a] Mas a Cristo foi confiado um serviço muito mais importante, até porque a nova aliança, para o qual serviu de mediador, se fundamenta em promessas muito mais excelentes.

Evidentemente que se a primeira aliança tivesse sido perfeita não teria havido razão para ser substituída por outra aliança. Mas Deus chamou a atenção para a imperfeição da velha aliança quando disse:

“Há de vir o tempo em que farei uma nova aliança
com o povo de Israel e de Judá.
Essa aliança não será como a que
eu estabeleci com os seus pais,
quando os tomei pela mão,
        a fim de os fazer sair da terra do Egito.
Ora, como eles não cumpriram a sua obrigação nessa aliança,
eu por minha parte virei-lhes as costas, diz o Senhor.
10 Contudo, esta é a aliança que farei
com o povo de Israel, diz o Senhor:
Porei as minhas leis nos seus entendimentos,
vou escrevê-las nos seus corações.
Eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.
11 E então ninguém terá de dizer ao seu vizinho,
nem ao seu irmão:
‘Precisas de conhecer o Senhor!’
Porque todos, grandes e pequenos,
já me conhecerão nesse tempo.
12 Pois terei misericórdia deles e perdoarei as suas injustiças;
não me lembrarei mais dos seus pecados.”[b]

13 Portanto, se Deus fala de uma nova aliança é porque considera a anterior caducada. E, se prescreveu, por antiguidade, está posta de lado.

Notas al pie

  1. 8.5 Êx 25.40.
  2. 8.12 Jr 31.31-34.