The Message

Song of Solomon 1

1The Song—best of all songs—Solomon’s song!

The Woman

2-3 Kiss me—full on the mouth!
    Yes! For your love is better than wine,
    headier than your aromatic oils.
The syllables of your name murmur like a meadow brook.
    No wonder everyone loves to say your name!

Take me away with you! Let’s run off together!
    An elopement with my King-Lover!
We’ll celebrate, we’ll sing,
    we’ll make great music.
Yes! For your love is better than vintage wine.
    Everyone loves you—of course! And why not?

5-6 I am weathered but still elegant,
    oh, dear sisters in Jerusalem,
Weather-darkened like Kedar desert tents,
    time-softened like Solomon’s Temple hangings.
Don’t look down on me because I’m dark,
    darkened by the sun’s harsh rays.
My brothers ridiculed me and sent me to work in the fields.
    They made me care for the face of the earth,
    but I had no time to care for my own face.

Tell me where you’re working
    —I love you so much—
Tell me where you’re tending your flocks,
    where you let them rest at noontime.
Why should I be the one left out,
    outside the orbit of your tender care?

The Man

If you can’t find me, loveliest of all women,
    it’s all right. Stay with your flocks.
Lead your lambs to good pasture.
    Stay with your shepherd neighbors.

9-11 You remind me of Pharaoh’s
    well-groomed and satiny mares.
Pendant earrings line the elegance of your cheeks;
    strands of jewels illumine the curve of your throat.
I’m making jewelry for you, gold and silver jewelry
    that will mark and accent your beauty.

The Woman

12-14 When my King-Lover lay down beside me,
    my fragrance filled the room.
His head resting between my breasts—
    the head of my lover was a sachet of sweet myrrh.
My beloved is a bouquet of wildflowers
    picked just for me from the fields of Engedi.

The Man

15 Oh, my dear friend! You’re so beautiful!
    And your eyes so beautiful—like doves!

The Woman

16-17 And you, my dear lover—you’re so handsome!
    And the bed we share is like a forest glen.
We enjoy a canopy of cedars
    enclosed by cypresses, fragrant and green.

O Livro

Cantares de Salomâo 1

1Este cântico foi composto pelo rei Salomão.

Ela

Que ele me beije com a sua boca,
porque o seu amor me é melhor do que o vinho!
Como o teu perfume é agradável!
Como o teu nome é doce!
Não admira que todas as raparigas gostem de ti!
Leva-me contigo! Anda, corramos!
O rei levou-me para o seu palácio.
Como seremos felizes!
O seu amor é melhor para mim do que o vinho.
Não admira que todas as raparigas te apreciem!
Eu sou morena, mas bela,
ó filhas de Jerusalém,
crestada como as tendas curtidas de Quedar,
e, no entanto, formosa como as tendas de seda de Salomão!
Não olhem sobranceiramente para mim, por eu ser assim escura,
porque foi o Sol que me queimou.
Os meus irmãos tinham má vontade comigo
e mandaram-me para fora,
a trabalhar nas vinhas sob os raios do Sol,
e foi assim que a minha pele se queimou!
Diz-me, tu, a quem eu amo,
para onde vais levar o teu rebanho a pastar?
Onde é que o farás descansar ao meio-dia?
Porque irei lá ter contigo,
e assim não andarei no meio dos rebanhos dos teus companheiros,
dando impressão de ser uma rapariga de cabeça leve.

Ele

Se ainda não o sabes, ó mulher mais bela de todas,
segue as pisadas do meu rebanho,
e apascenta os teus cabritos lá,
junto às tendas dos pastores.
Tu és bela para mim, meu amor,
como as éguas dos carros do Faraó!
10 Como são bonitas as tuas faces, entre os teus brincos,
e belo é o teu pescoço com os colares que te adornam!
Como fica soberbo o teu pescoço,
com esse magnífico colar de pedras preciosas!
11 Haveremos de te fazer brincos de ouro e outras joias de prata.

Ela

12 O rei está assentado à sua mesa,
encantado com o meu perfume de nardo.
13 O seu amor, para mim,
é como um ramalhete de mirra,
que guardo entre os meus seios.
14 O meu amado é um ramo de flores nas vinhas de En-Gedi.

Ele

15 Como és bela, meu amor, como és linda!
Teus olhos são suaves, como pombas.

Ela

16 És gentil, meu querido!
Como és encantador!
A relva verde será o nosso leito de amor.

Ele

17 À sombra dos cedros, as vigas da nossa casa,
e debaixo dos ciprestes, o teto que nos cobre!