The Message

Psalm 66

11-4 All together now—applause for God!
    Sing songs to the tune of his glory,
    set glory to the rhythms of his praise.
Say of God, “We’ve never seen anything like him!”
    When your enemies see you in action,
    they slink off like scolded dogs.
The whole earth falls to its knees—
    it worships you, sings to you,
    can’t stop enjoying your name and fame.

5-6 Take a good look at God’s wonders—
    they’ll take your breath away.
He converted sea to dry land;
    travelers crossed the river on foot.
    Now isn’t that cause for a song?

Ever sovereign in his high tower, he keeps
    his eye on the godless nations.
Rebels don’t dare
    raise a finger against him.

8-12 Bless our God, O peoples!
    Give him a thunderous welcome!
Didn’t he set us on the road to life?
    Didn’t he keep us out of the ditch?
He trained us first,
    passed us like silver through refining fires,
Brought us into hardscrabble country,
    pushed us to our very limit,
Road-tested us inside and out,
    took us to hell and back;
Finally he brought us
    to this well-watered place.

13-15 I’m bringing my prizes and presents to your house.
    I’m doing what I said I’d do,
What I solemnly swore I’d do
    that day when I was in so much trouble:
The choicest cuts of meat
    for the sacrificial meal;
Even the fragrance
    of roasted lamb is like a meal!
Or make it an ox
    garnished with goat meat!

16-20 All believers, come here and listen,
    let me tell you what God did for me.
I called out to him with my mouth,
    my tongue shaped the sounds of music.
If I had been cozy with evil,
    the Lord would never have listened.
But he most surely did listen,
    he came on the double when he heard my prayer.
Blessed be God: he didn’t turn a deaf ear,
    he stayed with me, loyal in his love.

Nova Versão Internacional

Salmos 66

Salmo 66

Para o mestre de música. Um cântico. Um salmo.

Aclamem a Deus, povos de toda terra!
Cantem louvores ao seu glorioso nome;
louvem-no gloriosamente!
Digam a Deus:
    “Quão temíveis são os teus feitos!
    Tão grande é o teu poder que os teus inimigos
    rastejam diante de ti!
Toda a terra te adora
    e canta louvores a ti,
    canta louvores ao teu nome”.Pausa

Venham e vejam o que Deus tem feito;
como são impressionantes
    as suas obras em favor dos homens!
Ele transformou o mar em terra seca,
    e o povo atravessou as águas[a] a pé;
e ali nos alegramos nele.[b]
Ele governa para sempre com o seu poder,
    seus olhos vigiam as nações;
que os rebeldes
    não se levantem contra ele!Pausa

Bendigam o nosso Deus, ó povos,
façam ressoar o som do seu louvor;
foi ele quem preservou a nossa vida
    impedindo que os nossos pés escorregassem.
10 Pois tu, ó Deus, nos submeteste à prova
e nos refinaste como a prata.
11 Fizeste-nos cair numa armadilha
e sobre nossas costas puseste fardos.
12 Deixaste que os inimigos cavalgassem
    sobre a nossa cabeça;
passamos pelo fogo e pela água,
    mas a um lugar de fartura[c] nos trouxeste.

13 Para o teu templo virei com holocaustos[d]
e cumprirei os meus votos para contigo,
14 votos que os meus lábios fizeram
    e a minha boca falou
quando eu estava em dificuldade.
15 Oferecerei a ti animais gordos em holocausto;
sacrificarei carneiros, cuja fumaça subirá a ti,
e também novilhos e cabritos.Pausa

16 Venham e ouçam,
    todos vocês que temem a Deus;
vou contar-lhes o que ele fez por mim.
17 A ele clamei com os lábios;
    com a língua o exaltei.
18 Se eu acalentasse o pecado no coração,
    o Senhor não me ouviria;
19 mas Deus me ouviu,
    deu atenção à oração que lhe dirigi.
20 Louvado seja Deus,
    que não rejeitou a minha oração
nem afastou de mim o seu amor!

Notas al pie

  1. 66.6 Ou o rio
  2. 66.6 Ou venham, alegremo-nos nele.
  3. 66.12 Algumas versões antigas dizem de repouso.
  4. 66.13 Isto é, sacrifícios totalmente queimados; também no versículo 15.