The Message

Psalm 51

A David Psalm, After He Was Confronted by Nathan About the Affair with Bathsheba

11-3 Generous in love—God, give grace!
    Huge in mercy—wipe out my bad record.
Scrub away my guilt,
    soak out my sins in your laundry.
I know how bad I’ve been;
    my sins are staring me down.

4-6 You’re the One I’ve violated, and you’ve seen
    it all, seen the full extent of my evil.
You have all the facts before you;
    whatever you decide about me is fair.
I’ve been out of step with you for a long time,
    in the wrong since before I was born.
What you’re after is truth from the inside out.
    Enter me, then; conceive a new, true life.

7-15 Soak me in your laundry and I’ll come out clean,
    scrub me and I’ll have a snow-white life.
Tune me in to foot-tapping songs,
    set these once-broken bones to dancing.
Don’t look too close for blemishes,
    give me a clean bill of health.
God, make a fresh start in me,
    shape a Genesis week from the chaos of my life.
Don’t throw me out with the trash,
    or fail to breathe holiness in me.
Bring me back from gray exile,
    put a fresh wind in my sails!
Give me a job teaching rebels your ways
    so the lost can find their way home.
Commute my death sentence, God, my salvation God,
    and I’ll sing anthems to your life-giving ways.
Unbutton my lips, dear God;
    I’ll let loose with your praise.

16-17 Going through the motions doesn’t please you,
    a flawless performance is nothing to you.
I learned God-worship
    when my pride was shattered.
Heart-shattered lives ready for love
    don’t for a moment escape God’s notice.

18-19 Make Zion the place you delight in,
    repair Jerusalem’s broken-down walls.
Then you’ll get real worship from us,
    acts of worship small and large,
Including all the bulls
    they can heave onto your altar!

Nova Versão Internacional

Salmos 51

Salmo 51

Para o mestre de música. Salmo de Davi. Escrito quando o profeta Natã veio falar com Davi, depois que este cometeu adultério com Bate-Seba.

Tem misericórdia de mim, ó Deus,
    por teu amor;
por tua grande compaixão
    apaga as minhas transgressões.
Lava-me de toda a minha culpa
    e purifica-me do meu pecado.

Pois eu mesmo
    reconheço as minhas transgressões,
e o meu pecado sempre me persegue.
Contra ti, só contra ti, pequei
    e fiz o que tu reprovas,
de modo que justa é a tua sentença
    e tens razão em condenar-me.
Sei que sou pecador desde que nasci,
sim, desde que me concebeu minha mãe.
Sei que desejas a verdade no íntimo;
e no coração me ensinas a sabedoria.

Purifica-me com hissopo, e ficarei puro;
lava-me, e mais branco do que a neve serei.
Faze-me ouvir de novo júbilo e alegria,
e os ossos que esmagaste exultarão.
Esconde o rosto dos meus pecados
e apaga todas as minhas iniqüidades.

10 Cria em mim um coração puro, ó Deus,
e renova dentro de mim um espírito estável.
11 Não me expulses da tua presença,
nem tires de mim o teu Santo Espírito.
12 Devolve-me a alegria da tua salvação
e sustenta-me
    com um espírito pronto a obedecer.
13 Então ensinarei os teus caminhos
    aos transgressores,
para que os pecadores se voltem para ti.

14 Livra-me da culpa dos crimes de sangue,
    ó Deus, Deus da minha salvação!
E a minha língua aclamará a tua justiça.
15 Ó Senhor, dá palavras aos meus lábios,
e a minha boca anunciará o teu louvor.
16 Não te deleitas em sacrifícios
nem te agradas em holocaustos,
    se não eu os traria.
17 Os sacrifícios que agradam a Deus
    são um espírito quebrantado;
um coração quebrantado e contrito,
    ó Deus, não desprezarás.

18 Por tua boa vontade faze Sião prosperar;
ergue os muros de Jerusalém.
19 Então te agradarás dos sacrifícios sinceros,
    das ofertas queimadas e dos holocaustos;
e novilhos serão oferecidos sobre o teu altar.