The Message

Psalm 119

11-8 You’re blessed when you stay on course,
    walking steadily on the road revealed by God.
You’re blessed when you follow his directions,
    doing your best to find him.
That’s right—you don’t go off on your own;
    you walk straight along the road he set.
You, God, prescribed the right way to live;
    now you expect us to live it.
Oh, that my steps might be steady,
    keeping to the course you set;
Then I’d never have any regrets
    in comparing my life with your counsel.
I thank you for speaking straight from your heart;
    I learn the pattern of your righteous ways.
I’m going to do what you tell me to do;
    don’t ever walk off and leave me.

9-16 How can a young person live a clean life?
    By carefully reading the map of your Word.
I’m single-minded in pursuit of you;
    don’t let me miss the road signs you’ve posted.
I’ve banked your promises in the vault of my heart
    so I won’t sin myself bankrupt.
Be blessed, God;
    train me in your ways of wise living.
I’ll transfer to my lips
    all the counsel that comes from your mouth;
I delight far more in what you tell me about living
    than in gathering a pile of riches.
I ponder every morsel of wisdom from you,
    I attentively watch how you’ve done it.
I relish everything you’ve told me of life,
    I won’t forget a word of it.

17-24 Be generous with me and I’ll live a full life;
    not for a minute will I take my eyes off your road.
Open my eyes so I can see
    what you show me of your miracle-wonders.
I’m a stranger in these parts;
    give me clear directions.
My soul is starved and hungry, ravenous!—
    insatiable for your nourishing commands.
And those who think they know so much,
    ignoring everything you tell them—let them have it!
Don’t let them mock and humiliate me;
    I’ve been careful to do just what you said.
While bad neighbors maliciously gossip about me,
    I’m absorbed in pondering your wise counsel.
Yes, your sayings on life are what give me delight;
    I listen to them as to good neighbors!

25-32 I’m feeling terrible—I couldn’t feel worse!
    Get me on my feet again. You promised, remember?
When I told my story, you responded;
    train me well in your deep wisdom.
Help me understand these things inside and out
    so I can ponder your miracle-wonders.
My sad life’s dilapidated, a falling-down barn;
    build me up again by your Word.
Barricade the road that goes Nowhere;
    grace me with your clear revelation.
I choose the true road to Somewhere,
    I post your road signs at every curve and corner.
I grasp and cling to whatever you tell me;
    God, don’t let me down!
I’ll run the course you lay out for me
    if you’ll just show me how.

33-40 God, teach me lessons for living
    so I can stay the course.
Give me insight so I can do what you tell me—
    my whole life one long, obedient response.
Guide me down the road of your commandments;
    I love traveling this freeway!
Give me a bent for your words of wisdom,
    and not for piling up loot.
Divert my eyes from toys and trinkets,
    invigorate me on the pilgrim way.
Affirm your promises to me—
    promises made to all who fear you.
Deflect the harsh words of my critics—
    but what you say is always so good.
See how hungry I am for your counsel;
    preserve my life through your righteous ways!

41-48 Let your love, God, shape my life
    with salvation, exactly as you promised;
Then I’ll be able to stand up to mockery
    because I trusted your Word.
Don’t ever deprive me of truth, not ever—
    your commandments are what I depend on.
Oh, I’ll guard with my life what you’ve revealed to me,
    guard it now, guard it ever;
And I’ll stride freely through wide open spaces
    as I look for your truth and your wisdom;
Then I’ll tell the world what I find,
    speak out boldly in public, unembarrassed.
I cherish your commandments—oh, how I love them!—
    relishing every fragment of your counsel.

49-56 Remember what you said to me, your servant—
    I hang on to these words for dear life!
These words hold me up in bad times;
    yes, your promises rejuvenate me.
The insolent ridicule me without mercy,
    but I don’t budge from your revelation.
I watch for your ancient landmark words,
    and know I’m on the right track.
But when I see the wicked ignore your directions,
    I’m beside myself with anger.
I set your instructions to music
    and sing them as I walk this pilgrim way.
I meditate on your name all night, God,
    treasuring your revelation, O God.
Still, I walk through a rain of derision
    because I live by your Word and counsel.

57-64 Because you have satisfied me, God, I promise
    to do everything you say.
I beg you from the bottom of my heart: smile,
    be gracious to me just as you promised.
When I took a long, careful look at your ways,
    I got my feet back on the trail you blazed.
I was up at once, didn’t drag my feet,
    was quick to follow your orders.
The wicked hemmed me in—there was no way out—
    but not for a minute did I forget your plan for me.
I get up in the middle of the night to thank you;
    your decisions are so right, so true—I can’t wait till morning!
I’m a friend and companion of all who fear you,
    of those committed to living by your rules.
Your love, God, fills the earth!
    Train me to live by your counsel.

65-72 Be good to your servant, God;
    be as good as your Word.
Train me in good common sense;
    I’m thoroughly committed to living your way.
Before I learned to answer you, I wandered all over the place,
    but now I’m in step with your Word.
You are good, and the source of good;
    train me in your goodness.
The godless spread lies about me,
    but I focus my attention on what you are saying;
They’re bland as a bucket of lard,
    while I dance to the tune of your revelation.
My troubles turned out all for the best—
    they forced me to learn from your textbook.
Truth from your mouth means more to me
    than striking it rich in a gold mine.

73-80 With your very own hands you formed me;
    now breathe your wisdom over me so I can understand you.
When they see me waiting, expecting your Word,
    those who fear you will take heart and be glad.
I can see now, God, that your decisions are right;
    your testing has taught me what’s true and right.
Oh, love me—and right now!—hold me tight!
    just the way you promised.
Now comfort me so I can live, really live;
    your revelation is the tune I dance to.
Let the fast-talking tricksters be exposed as frauds;
    they tried to sell me a bill of goods,
    but I kept my mind fixed on your counsel.
Let those who fear you turn to me
    for evidence of your wise guidance.
And let me live whole and holy, soul and body,
    so I can always walk with my head held high.

81-88 I’m homesick—longing for your salvation;
    I’m waiting for your word of hope.
My eyes grow heavy watching for some sign of your promise;
    how long must I wait for your comfort?
There’s smoke in my eyes—they burn and water,
    but I keep a steady gaze on the instructions you post.
How long do I have to put up with all this?
    How long till you haul my tormentors into court?
The arrogant godless try to throw me off track,
    ignorant as they are of God and his ways.
Everything you command is a sure thing,
    but they harass me with lies. Help!
They’ve pushed and pushed—they never let up—
    but I haven’t relaxed my grip on your counsel.
In your great love revive me
    so I can alertly obey your every word.

89-96 What you say goes, God,
    and stays, as permanent as the heavens.
Your truth never goes out of fashion;
    it’s as up-to-date as the earth when the sun comes up.
Your Word and truth are dependable as ever;
    that’s what you ordered—you set the earth going.
If your revelation hadn’t delighted me so,
    I would have given up when the hard times came.
But I’ll never forget the advice you gave me;
    you saved my life with those wise words.
Save me! I’m all yours.
    I look high and low for your words of wisdom.
The wicked lie in ambush to destroy me,
    but I’m only concerned with your plans for me.
I see the limits to everything human,
    but the horizons can’t contain your commands!

97-104 Oh, how I love all you’ve revealed;
    I reverently ponder it all the day long.
Your commands give me an edge on my enemies;
    they never become obsolete.
I’ve even become smarter than my teachers
    since I’ve pondered and absorbed your counsel.
I’ve become wiser than the wise old sages
    simply by doing what you tell me.
I watch my step, avoiding the ditches and ruts of evil
    so I can spend all my time keeping your Word.
I never make detours from the route you laid out;
    you gave me such good directions.
Your words are so choice, so tasty;
    I prefer them to the best home cooking.
With your instruction, I understand life;
    that’s why I hate false propaganda.

105-112 By your words I can see where I’m going;
    they throw a beam of light on my dark path.
I’ve committed myself and I’ll never turn back
    from living by your righteous order.
Everything’s falling apart on me, God;
    put me together again with your Word.
Festoon me with your finest sayings, God;
    teach me your holy rules.
My life is as close as my own hands,
    but I don’t forget what you have revealed.
The wicked do their best to throw me off track,
    but I don’t swerve an inch from your course.
I inherited your book on living; it’s mine forever—
    what a gift! And how happy it makes me!
I concentrate on doing exactly what you say—
    I always have and always will.

113-120 I hate the two-faced,
    but I love your clear-cut revelation.
You’re my place of quiet retreat;
    I wait for your Word to renew me.
Get out of my life, evildoers,
    so I can keep my God’s commands.
Take my side as you promised; I’ll live then for sure.
    Don’t disappoint all my grand hopes.
Stick with me and I’ll be all right;
    I’ll give total allegiance to your definitions of life.
Expose all who drift away from your sayings;
    their casual idolatry is lethal.
You reject earth’s wicked as so much rubbish;
    therefore I lovingly embrace everything you say.
I shiver in awe before you;
    your decisions leave me speechless with reverence.

121-128 I stood up for justice and the right;
    don’t leave me to the mercy of my oppressors.
Take the side of your servant, good God;
    don’t let the godless take advantage of me.
I can’t keep my eyes open any longer, waiting for you
    to keep your promise to set everything right.
Let your love dictate how you deal with me;
    teach me from your textbook on life.
I’m your servant—help me understand what that means,
    the inner meaning of your instructions.
It’s time to act, God;
    they’ve made a shambles of your revelation!
Yea-Saying God, I love what you command,
    I love it better than gold and gemstones;
Yea-Saying God, I honor everything you tell me,
    I despise every deceitful detour.

129-136 Every word you give me is a miracle word—
    how could I help but obey?
Break open your words, let the light shine out,
    let ordinary people see the meaning.
Mouth open and panting,
    I wanted your commands more than anything.
Turn my way, look kindly on me,
    as you always do to those who personally love you.
Steady my steps with your Word of promise
    so nothing malign gets the better of me.
Rescue me from the grip of bad men and women
    so I can live life your way.
Smile on me, your servant;
    teach me the right way to live.
I cry rivers of tears
    because nobody’s living by your book!

137-144 You are right and you do right, God;
    your decisions are right on target.
You rightly instruct us in how to live
    ever faithful to you.
My rivals nearly did me in,
    they persistently ignored your commandments.
Your promise has been tested through and through,
    and I, your servant, love it dearly.
I’m too young to be important,
    but I don’t forget what you tell me.
Your righteousness is eternally right,
    your revelation is the only truth.
Even though troubles came down on me hard,
    your commands always gave me delight.
The way you tell me to live is always right;
    help me understand it so I can live to the fullest.

145-152 I call out at the top of my lungs,
    God! Answer! I’ll do whatever you say.”
I called to you, “Save me
    so I can carry out all your instructions.”
I was up before sunrise,
    crying for help, hoping for a word from you.
I stayed awake all night,
    prayerfully pondering your promise.
In your love, listen to me;
    in your justice, God, keep me alive.
As those out to get me come closer and closer,
    they go farther and farther from the truth you reveal;
But you’re the closest of all to me, God,
    and all your judgments true.
I’ve known all along from the evidence of your words
    that you meant them to last forever.

153-160 Take a good look at my trouble, and help me—
    I haven’t forgotten your revelation.
Take my side and get me out of this;
    give me back my life, just as you promised.
“Salvation” is only gibberish to the wicked
    because they’ve never looked it up in your dictionary.
Your mercies, God, run into the billions;
    following your guidelines, revive me.
My antagonists are too many to count,
    but I don’t swerve from the directions you gave.
I took one look at the quitters and was filled with loathing;
    they walked away from your promises so casually!
Take note of how I love what you tell me;
    out of your life of love, prolong my life.
Your words all add up to the sum total: Truth.
    Your righteous decisions are eternal.

161-168 I’ve been slandered unmercifully by the politicians,
    but my awe at your words keeps me stable.
I’m ecstatic over what you say,
    like one who strikes it rich.
I hate lies—can’t stand them!—
    but I love what you have revealed.
Seven times each day I stop and shout praises
    for the way you keep everything running right.
For those who love what you reveal, everything fits—
    no stumbling around in the dark for them.
I wait expectantly for your salvation;
    God, I do what you tell me.
My soul guards and keeps all your instructions—
    oh, how much I love them!
I follow your directions, abide by your counsel;
    my life’s an open book before you.

169-176 Let my cry come right into your presence, God;
    provide me with the insight that comes only from your Word.
Give my request your personal attention,
    rescue me on the terms of your promise.
Let praise cascade off my lips;
    after all, you’ve taught me the truth about life!
And let your promises ring from my tongue;
    every order you’ve given is right.
Put your hand out and steady me
    since I’ve chosen to live by your counsel.
I’m homesick, God, for your salvation;
    I love it when you show yourself!
Invigorate my soul so I can praise you well,
    use your decrees to put iron in my soul.
And should I wander off like a lost sheep—seek me!
    I’ll recognize the sound of your voice.

Nova Versão Internacional

Salmos 119

Salmo 119[a]

Álef

Como são felizes os que andam
    em caminhos irrepreensíveis,
que vivem conforme a lei do Senhor!
Como são felizes os que obedecem
    aos seus estatutos
e de todo o coração o buscam!
Não praticam o mal
e andam nos caminhos do Senhor.
Tu mesmo ordenaste os teus preceitos
para que sejam fielmente obedecidos.
Quem dera fossem firmados os meus caminhos
    na obediência aos teus decretos.
Então não ficaria decepcionado
    ao considerar todos os teus mandamentos.
Eu te louvarei de coração sincero
    quando aprender as tuas justas ordenanças.
Obedecerei aos teus decretos;
    nunca me abandones.

Bêt

Como pode o jovem
    manter pura a sua conduta?
Vivendo de acordo com a tua palavra.
10 Eu te busco de todo o coração;
não permitas que eu me desvie
    dos teus mandamentos.
11 Guardei no coração a tua palavra
para não pecar contra ti.
12 Bendito sejas, Senhor!
Ensina-me os teus decretos.
13 Com os lábios repito
todas as leis que promulgaste.
14 Regozijo-me em seguir os teus testemunhos
como o que se regozija com grandes riquezas.
15 Meditarei nos teus preceitos
e darei atenção às tuas veredas.
16 Tenho prazer nos teus decretos;
não me esqueço da tua palavra.

Guímel

17 Trata com bondade o teu servo
para que eu viva e obedeça à tua palavra.
18 Abre os meus olhos
    para que eu veja as maravilhas da tua lei.
19 Sou peregrino na terra;
não escondas de mim os teus
    mandamentos.
20 A minha alma consome-se de perene desejo
    das tuas ordenanças.
21 Tu repreendes os arrogantes;
malditos os que se desviam
    dos teus mandamentos!
22 Tira de mim a afronta e o desprezo,
pois obedeço aos teus estatutos.
23 Mesmo que os poderosos se reúnam
    para conspirar contra mim,
ainda assim o teu servo meditará
    nos teus decretos.
24 Sim, os teus testemunhos são o meu prazer;
eles são os meus conselheiros.

Dálet

25 Agora estou prostrado no pó;
preserva a minha vida
    conforme a tua promessa.
26 A ti relatei os meus caminhos
    e tu me respondeste;
ensina-me os teus decretos.
27 Faze-me discernir o propósito
    dos teus preceitos;
então meditarei nas tuas maravilhas.
28 A minha alma se consome de tristeza;
fortalece-me conforme a tua promessa.
29 Desvia-me dos caminhos enganosos;
por tua graça, ensina-me a tua lei.
30 Escolhi o caminho da fidelidade;
decidi seguir as tuas ordenanças.
31 Apego-me aos teus testemunhos,
    ó Senhor;
não permitas que eu fique decepcionado.
32 Corro pelo caminho
    que os teus mandamentos apontam,
pois me deste maior entendimento.

He

33 Ensina-me, Senhor,
    o caminho dos teus decretos,
e a eles obedecerei até o fim.
34 Dá-me entendimento,
    para que eu guarde a tua lei
e a ela obedeça de todo o coração.
35 Dirige-me pelo caminho
    dos teus mandamentos,
pois nele encontro satisfação.
36 Inclina o meu coração para os teus estatutos,
e não para a ganância.
37 Desvia os meus olhos das coisas inúteis;
faze-me viver nos caminhos que traçaste.[b]
38 Cumpre a tua promessa
    para com o teu servo,
para que sejas temido.
39 Livra-me da afronta que me apavora,
pois as tuas ordenanças são boas.
40 Como anseio pelos teus preceitos!
Preserva a minha vida por tua justiça!

Vav

41 Que o teu amor alcance-me, Senhor,
e a tua salvação, segundo a tua promessa;
42 então responderei aos que me afrontam,
pois confio na tua palavra.
43 Jamais tires da minha boca
    a palavra da verdade,
pois nas tuas ordenanças
    coloquei a minha esperança.
44 Obedecerei constantemente à tua lei,
para todo o sempre.
45 Andarei em verdadeira liberdade,
pois tenho buscado os teus preceitos.
46 Falarei dos teus testemunhos diante de reis,
sem ficar envergonhado.
47 Tenho prazer nos teus mandamentos;
eu os amo.
48 A ti[c] levanto minhas mãos
    e medito nos teus decretos.

Zain

49 Lembra-te da tua palavra ao teu servo,
pela qual me deste esperança.
50 Este é o meu consolo no meu sofrimento:
    A tua promessa dá-me vida.
51 Os arrogantes zombam de mim
    o tempo todo,
mas eu não me desvio da tua lei.
52 Lembro-me, Senhor,
    das tuas ordenanças do passado
e nelas acho consolo.
53 Fui tomado de ira tremenda
    por causa dos ímpios
    que rejeitaram a tua lei.
54 Os teus decretos são o tema
    da minha canção em minha peregrinação.
55 De noite lembro-me do teu nome, Senhor!
Vou obedecer à tua lei.
56 Esta tem sido a minha prática:
    Obedecer aos teus preceitos.

Hêt

57 Tu és a minha herança, Senhor;
prometi obedecer às tuas palavras.
58 De todo o coração suplico a tua graça;
tem misericórdia de mim,
    conforme a tua promessa.
59 Refleti em meus caminhos
e voltei os meus passos
    para os teus testemunhos.
60 Eu me apressarei e não hesitarei
    em obedecer aos teus mandamentos.
61 Embora as cordas dos ímpios
    queiram prender-me,
eu não me esqueço da tua lei.
62 À meia-noite me levanto para dar-te graças
    pelas tuas justas ordenanças.
63 Sou amigo de todos os que te temem
    e obedecem aos teus preceitos.
64 A terra está cheia do teu amor, Senhor;
    ensina-me os teus decretos.

Tét

65 Trata com bondade o teu servo, Senhor,
conforme a tua promessa.
66 Ensina-me o bom senso e o conhecimento,
pois confio em teus mandamentos.
67 Antes de ser castigado, eu andava desviado,
mas agora obedeço à tua palavra.
68 Tu és bom, e o que fazes é bom;
ensina-me os teus decretos.
69 Os arrogantes mancharam o meu nome
    com mentiras,
mas eu obedeço aos teus preceitos
    de todo o coração.
70 O coração deles é insensível,
    eu, porém, tenho prazer na tua lei.
71 Foi bom para mim ter sido castigado,
    para que aprendesse os teus decretos.
72 Para mim vale mais a lei que decretaste
    do que milhares de peças de prata e ouro.

Iode

73 As tuas mãos me fizeram e me formaram;
dá-me entendimento para aprender
    os teus mandamentos.
74 Quando os que têm temor de ti me virem,
    se alegrarão,
pois na tua palavra
    coloquei a minha esperança.
75 Sei, Senhor, que as tuas ordenanças
    são justas,
e que por tua fidelidade me castigaste.
76 Seja o teu amor o meu consolo,
conforme a tua promessa ao teu servo.
77 Alcance-me a tua misericórdia
    para que eu tenha vida,
porque a tua lei é o meu prazer.
78 Sejam humilhados os arrogantes,
pois prejudicaram-me sem motivo;
mas eu meditarei nos teus preceitos.
79 Venham apoiar-me aqueles que te temem,
aqueles que entendem os teus estatutos.
80 Seja o meu coração íntegro
    para com os teus decretos,
para que eu não seja humilhado.

Caf

81 Estou quase desfalecido,
    aguardando a tua salvação,
mas na tua palavra coloquei a minha esperança.
82 Os meus olhos fraquejam
    de tanto esperar pela tua promessa,
e pergunto: Quando me consolarás?
83 Embora eu seja como uma vasilha inútil[d],
não me esqueço dos teus decretos.
84 Até quando o teu servo deverá esperar
para que castigues os meus perseguidores?
85 Cavaram uma armadilha contra mim
    os arrogantes,
os que não seguem a tua lei.
86 Todos os teus mandamentos
    merecem confiança;
ajuda-me, pois sou perseguido com mentiras.
87 Quase acabaram com a minha vida
    na terra,
mas não abandonei os teus preceitos.
88 Preserva a minha vida pelo teu amor,
e obedecerei aos estatutos que decretaste.

Lâmed

89 A tua palavra, Senhor,
    para sempre está firmada nos céus.
90 A tua fidelidade é constante
    por todas as gerações;
estabeleceste a terra, que firme subsiste.
91 Conforme as tuas ordens,
    tudo permanece até hoje[e],
pois tudo está a teu serviço.
92 Se a tua lei não fosse o meu prazer,
o sofrimento já me teria destruído.
93 Jamais me esquecerei dos teus preceitos,
pois é por meio deles
    que preservas a minha vida.
94 Salva-me, pois a ti pertenço
    e busco os teus preceitos!
95 Os ímpios estão à espera para destruir-me,
mas eu considero os teus testemunhos.
96 Tenho constatado
    que toda perfeição tem limite;
mas não há limite para o teu mandamento.

Mem

97 Como eu amo a tua lei!
    Medito nela o dia inteiro.
98 Os teus mandamentos me tornam
    mais sábio que os meus inimigos,
porquanto estão sempre comigo.
99 Tenho mais discernimento
    que todos os meus mestres,
pois medito nos teus testemunhos.
100 Tenho mais entendimento que os anciãos,
pois obedeço aos teus preceitos.
101 Afasto os pés de todo caminho mau
para obedecer à tua palavra.
102 Não me afasto das tuas ordenanças,
pois tu mesmo me ensinas.
103 Como são doces para o meu paladar
    as tuas palavras!
Mais que o mel para a minha boca!
104 Ganho entendimento
    por meio dos teus preceitos;
por isso odeio todo caminho de falsidade.

Nun

105 A tua palavra é lâmpada
    que ilumina os meus passos
e luz que clareia o meu caminho.
106 Prometi sob juramento e o cumprirei:
vou obedecer às tuas justas ordenanças.
107 Passei por muito sofrimento;
preserva, Senhor, a minha vida,
    conforme a tua promessa.
108 Aceita, Senhor, a oferta de louvor
    dos meus lábios,
e ensina-me as tuas ordenanças.
109 A minha vida está sempre em perigo[f],
mas não me esqueço da tua lei.
110 Os ímpios prepararam uma armadilha
    contra mim,
mas não me desviei dos teus preceitos.
111 Os teus testemunhos
são a minha herança permanente;
são a alegria do meu coração.
112 Dispus o meu coração para cumprir
    os teus decretos até o fim.

Sâmeq

113 Odeio os que são inconstantes,
mas amo a tua lei.
114 Tu és o meu abrigo e o meu escudo;
e na tua palavra coloquei minha esperança.
115 Afastem-se de mim os que praticam o mal!
Quero obedecer
    aos mandamentos do meu Deus!
116 Sustenta-me, segundo a tua promessa,
    e eu viverei;
não permitas que se frustrem
    as minhas esperanças.
117 Ampara-me, e estarei seguro;
sempre estarei atento aos teus decretos.
118 Tu rejeitas todos os que se desviam
    dos teus decretos,
pois os seus planos enganosos são inúteis.
119 Tu destróis[g] como refugo
    todos os ímpios da terra;
por isso amo os teus testemunhos.
120 O meu corpo estremece diante de ti;
as tuas ordenanças enchem-me de temor.

Áin

121 Tenho vivido com justiça e retidão;
não me abandones
    nas mãos dos meus opressores.
122 Garante o bem-estar do teu servo;
não permitas que os arrogantes
    me oprimam.
123 Os meus olhos fraquejam,
    aguardando a tua salvação
e o cumprimento da tua justiça.
124 Trata o teu servo conforme o teu amor leal
e ensina-me os teus decretos.
125 Sou teu servo; dá-me discernimento
para compreender os teus testemunhos.
126 Já é tempo de agires, Senhor,
pois a tua lei está sendo desrespeitada.
127 Eu amo os teus mandamentos
    mais do que o ouro,
mais do que o ouro puro.
128 Por isso considero justos
    os teus preceitos
e odeio todo caminho de falsidade.

129 Os teus testemunhos são maravilhosos;
por isso lhes obedeço.
130 A explicação das tuas palavras ilumina
e dá discernimento aos inexperientes.
131 Abro a boca e suspiro,
ansiando por teus mandamentos.
132 Volta-te para mim
e tem misericórdia de mim,
como sempre fazes aos que amam o teu nome.
133 Dirige os meus passos,
    conforme a tua palavra;
não permitas que nenhum pecado me domine.
134 Resgata-me da opressão dos homens,
para que eu obedeça aos teus preceitos.
135 Faze o teu rosto resplandecer
    sobre[h] o teu servo,
e ensina-me os teus decretos.
136 Rios de lágrimas correm dos meus olhos,
    porque a tua lei não é obedecida.

Tsade

137 Justo és, Senhor,
e retas são as tuas ordenanças.
138 Ordenaste os teus testemunhos com justiça;
dignos são de inteira confiança!
139 O meu zelo me consome,
pois os meus adversários
    se esquecem das tuas palavras.
140 A tua promessa[i]
    foi plenamente comprovada,
e, por isso, o teu servo a ama.
141 Sou pequeno e desprezado,
mas não esqueço os teus preceitos.
142 A tua justiça é eterna,
e a tua lei é a verdade.
143 Tribulação e angústia me atingiram,
mas os teus mandamentos são o meu prazer.
144 Os teus testemunhos são
    eternamente justos,
dá-me discernimento para que eu tenha vida.

Cof

145 Eu clamo de todo o coração;
responde-me, Senhor,
    e obedecerei aos teus testemunhos!
146 Clamo a ti; salva-me,
e obedecerei aos teus estatutos!
147 Antes do amanhecer me levanto
    e suplico o teu socorro;
na tua palavra coloquei minha esperança.
148 Fico acordado nas vigílias da noite,
para meditar nas tuas promessas.
149 Ouve a minha voz pelo teu amor leal;
faze-me viver, Senhor,
    conforme as tuas ordenanças.
150 Os meus perseguidores
    aproximam-se com más intenções;[j]
mas estão distantes da tua lei.
151 Tu, porém, Senhor, estás perto
e todos os teus mandamentos são verdadeiros.
152 Há muito aprendi dos teus testemunhos
    que tu os estabeleceste para sempre.

Rêsh

153 Olha para o meu sofrimento e livra-me,
pois não me esqueço da tua lei.
154 Defende a minha causa e resgata-me;
preserva a minha vida
    conforme a tua promessa.
155 A salvação está longe dos ímpios,
pois eles não buscam os teus decretos.
156 Grande é a tua compaixão, Senhor;
preserva a minha vida conforme as tuas leis.
157 Muitos são os meus adversários
    e os meus perseguidores,
mas eu não me desvio dos teus estatutos.
158 Com grande desgosto vejo os infiéis,
que não obedecem à tua palavra.
159 Vê como amo os teus preceitos!
Dá-me vida, Senhor, conforme o teu amor leal.
160 A verdade é a essência da tua palavra,
e todas as tuas justas ordenanças são eternas.

Shin e Sin

161 Os poderosos perseguem-me sem motivo,
mas é diante da tua palavra
    que o meu coração treme.
162 Eu me regozijo na tua promessa como alguém
    que encontra grandes despojos.
163 Odeio e detesto a falsidade,
mas amo a tua lei.
164 Sete vezes por dia eu te louvo
por causa das tuas justas ordenanças.
165 Os que amam a tua lei desfrutam paz,
e nada há que os faça tropeçar.
166 Aguardo a tua salvação, Senhor,
e pratico os teus mandamentos.
167 Obedeço aos teus testemunhos;
amo-os infinitamente!
168 Obedeço a todos os teus preceitos
    e testemunhos,
pois conheces todos os meus caminhos.

Tau

169 Chegue à tua presença o meu clamor, Senhor!
Dá-me entendimento conforme a tua palavra.
170 Chegue a ti a minha súplica.
Livra-me, conforme a tua promessa.
171 Meus lábios transbordarão de louvor,
pois me ensinas os teus decretos.
172 A minha língua cantará a tua palavra,
pois todos os teus mandamentos são justos.
173 Com tua mão vem ajudar-me,
pois escolhi os teus preceitos.
174 Anseio pela tua salvação, Senhor,
e a tua lei é o meu prazer.
175 Permite-me viver para que eu te louve;
e que as tuas ordenanças me sustentem.
176 Andei vagando como ovelha perdida;
vem em busca do teu servo,
    pois não me esqueci
    dos teus mandamentos.

Notas al pie

  1. Salmos 119:1 O salmo 119 é um poema organizado em ordem alfabética, no hebraico.
  2. 119.37 Dois manuscritos do Texto Massorético e os manuscritos do mar Morto dizem preserva a minha vida pela tua palavra.
  3. 119.48 Ou Aos teus mandamentos
  4. 119.83 Hebraico: um odre na fumaça.
  5. 119.91 Ou as tuas leis permanecem até hoje
  6. 119.109 Hebraico: em minhas mãos.
  7. 119.119 Alguns manuscritos do Texto Massorético, a Septuaginta e outras versões gregas dizem consideras.
  8. 119.135 Isto é, mostra a tua bondade para com.
  9. 119.140 Ou palavra
  10. 119.150 Conforme alguns manuscritos do Texto Massorético, a Septuaginta e algumas versões gregas. O Texto Massorético diz Os que tramam o mal estão por perto.