The Message

Deuteronomy 24

11-4 If a man marries a woman and then it happens that he no longer likes her because he has found something wrong with her, he may give her divorce papers, put them in her hand, and send her off. After she leaves, if she becomes another man’s wife and he also comes to hate her and this second husband also gives her divorce papers, puts them in her hand, and sends her off, or if he should die, then the first husband who divorced her can’t marry her again. She has made herself ritually unclean, and her remarriage would be an abomination in the Presence of God and defile the land with sin, this land that God, your God, is giving you as an inheritance.

When a man takes a new wife, he is not to go out with the army or be given any business or work duties. He gets one year off simply to be at home making his wife happy.

Don’t seize a handmill or an upper millstone as collateral for a loan. You’d be seizing someone’s very life.

If a man is caught kidnapping one of his kinsmen, someone of the People of Israel, to enslave or sell him, the kidnapper must die. Purge that evil from among you.

8-9 Warning! If a serious skin disease breaks out, follow exactly the rules set down by the Levitical priests. Follow them precisely as I commanded them. Don’t forget what God, your God, did to Miriam on your way out of Egypt.

10-13 When you make a loan of any kind to your neighbor, don’t enter his house to claim his pledge. Wait outside. Let the man to whom you made the pledge bring the pledge to you outside. And if he is destitute, don’t use his cloak as a bedroll; return it to him at nightfall so that he can sleep in his cloak and bless you. In the sight of God, your God, that will be viewed as a righteous act.

14-15 Don’t abuse a laborer who is destitute and needy, whether he is a fellow Israelite living in your land and in your city. Pay him at the end of each workday; he’s living from hand to mouth and needs it now. If you hold back his pay, he’ll protest to God and you’ll have sin on your books.

16 Parents shall not be put to death for their children, nor children for their parents. Each person shall be put to death for his own sin.

17-18 Make sure foreigners and orphans get their just rights. Don’t take the cloak of a widow as security for a loan. Don’t ever forget that you were once slaves in Egypt and God, your God, got you out of there. I command you: Do what I’m telling you.

19-22 When you harvest your grain and forget a sheaf back in the field, don’t go back and get it; leave it for the foreigner, the orphan, and the widow so that God, your God, will bless you in all your work. When you shake the olives off your trees, don’t go back over the branches and strip them bare—what’s left is for the foreigner, the orphan, and the widow. And when you cut the grapes in your vineyard, don’t take every last grape—leave a few for the foreigner, the orphan, and the widow. Don’t ever forget that you were a slave in Egypt. I command you: Do what I’m telling you.

O Livro

Deuteronômio 24

Normas sobre vários domínios

1“Se um homem se desgostar de qualquer coisa na sua mulher poderá escrever um documento em como declara que a divorcia; e depois de lho entregar pode mandá­la embora. Se ela depois tornar a casar, e se esse segundo marido também se divorciar dela ou se morrer, o primeiro não poderá casar segunda vez com ela porque ela se tornou impura; seria pois coisa que traria culpa para a terra que o Senhor vosso Deus vos dá.

Um homem casado recentemente não será mobilizado para a guerra, nem lhe serão dadas responsabilidades especiais; durante um ano inteiro ficará em sua casa livre dessas coisas, para que a sua mulher se alegre na sua companhia.

Não será permitido tomar em penhor um moinho, nem sequer a mó; seria penhorar a própria vida, pois é aquilo de que o dono depende para viver.

Se alguém raptar um seu irmão israelita como refém, para com ele negociar ou para o vender como escravo, terá de morrer, para assim se expurgar o mal do vosso meio.

8/9 Tenham muito cuidado em seguir as indicações do sacerdote nos casos de lepra, pois que lhe dei regras e indicações que deverão obedecer à letra. Lembrem­se daquilo que o Senhor vosso Deus fez a Miriam quando vinham do Egipto.

10/13 Se emprestarem alguma coisa a outra pessoa, não poderão entrar­lhe na casa para se apoderarem de um penhor ou reaverem o que emprestaram. Ficarão de fora, e será o dono da casa que vos trará o que vos pertence. Se o homem for pobre e não puder dar­vos mais do que o próprio cobertor com que se cobre, vocês não podem dormir sob ele. Devolvam­lho logo que se ponha o Sol, para que possa usá­lo durante a noite, e abençoar­vos. O Senhor vosso Deus tomará isso como um acto de justiça a vosso favor.

14/15 Nunca oprimam um trabalhador pobre no vosso meio, seja ele um vosso irmão israelita, seja um imigrante vivendo da vossa terra. Paguem­lhe o seu salário cada dia e antes que o Sol se ponha, pois que sendo pobre precisa dele logo; doutra forma poderá clamar ao Senhor contra vocês e isso será tido em conta como um pecado vosso.

16 Os pais não poderão ser mortos por causa dos pecados dos filhos, nem os filhos pelos dos pais. Cada pessoa que mereça morrer sê­lo­á em razão dos seus próprios crimes.

17/18 Deverão fazer justiça aos imigrantes e aos órfãos, e nunca aceitar a roupa de uma viúva como penhor duma dívida dela. Lembrem­se sempre de que vocês foram escravos no Egipto, e de que o Senhor vosso Deus vos resgatou dali; é por isso que vos dou este mandamento.

19/22 Se, quando ceifarem a vossa seara, deixarem cair distraidamente um molho, ou se tiverem esquecido dele no campo, não voltem atrás para ir buscá­lo. Deixem­no para os estrangeiros, imigrantes, para os órfãos e viúvas; assim o Senhor vos abençoará e vos fará prosperar. Da mesma forma, quando sacudirem as oliveiras não insistam em fazê­lo duas vezes; deixem algumas que ficarem para os imigrantes, para os órfãos e para as viúvas. O mesmo ainda quanto às uvas das vossas vinhas; não vindimem tudo com exagerado cuidado, mas deixem aquilo que tiver ficado ocasionalmente para os que vivem necessitados. Lembrem­se de que foram escravos na terra do Egipto, e que é por isso que vos dou este mandamento.”