King James Version

Song of Solomon 8:1-14

1O that thou wert as my brother, that sucked the breasts of my mother! when I should find thee without, I would kiss thee; yea, I should not be despised.8.1 I should not…: Heb. they should not despise me 2I would lead thee, and bring thee into my mother’s house, who would instruct me: I would cause thee to drink of spiced wine of the juice of my pomegranate. 3His left hand should be under my head, and his right hand should embrace me. 4I charge you, O daughters of Jerusalem, that ye stir not up, nor awake my love, until he please.8.4 that…: Heb. why should ye stir up, or, why, etc

5Who is this that cometh up from the wilderness, leaning upon her beloved? I raised thee up under the apple tree: there thy mother brought thee forth: there she brought thee forth that bare thee.

6¶ Set me as a seal upon thine heart, as a seal upon thine arm: for love is strong as death; jealousy is cruel as the grave: the coals thereof are coals of fire, which hath a most vehement flame.8.6 cruel: Heb. hard 7Many waters cannot quench love, neither can the floods drown it: if a man would give all the substance of his house for love, it would utterly be contemned.

8¶ We have a little sister, and she hath no breasts: what shall we do for our sister in the day when she shall be spoken for? 9If she be a wall, we will build upon her a palace of silver: and if she be a door, we will inclose her with boards of cedar. 10I am a wall, and my breasts like towers: then was I in his eyes as one that found favour.8.10 favour: Heb. peace 11Solomon had a vineyard at Baal-hamon; he let out the vineyard unto keepers; every one for the fruit thereof was to bring a thousand pieces of silver. 12My vineyard, which is mine, is before me: thou, O Solomon, must have a thousand, and those that keep the fruit thereof two hundred.

13Thou that dwellest in the gardens, the companions hearken to thy voice: cause me to hear it.

14¶ Make haste, my beloved, and be thou like to a roe or to a young hart upon the mountains of spices.8.14 Make…: Heb. Flee away

Nova Versão Internacional

Cântico dos Cânticos 8:1-14

1Ah, quem dera você fosse meu irmão,

amamentado nos seios de minha mãe!

Então, se eu o encontrasse fora de casa,

eu o beijaria,

e ninguém me desprezaria.

2Eu o conduziria

e o traria à casa de minha mãe,

e você me ensinaria.

Eu daria a você vinho aromatizado para beber,

o néctar das minhas romãs.

3O seu braço esquerdo esteja debaixo da minha cabeça,

e o seu braço direito me abrace.

4Mulheres de Jerusalém, eu as faço jurar:

Não despertem nem incomodem o amor

enquanto ele não o quiser.

Amigas (Mulheres de Jerusalém)

5Quem vem subindo do deserto,

apoiada em seu amado?

A Amada

Debaixo da macieira eu o despertei;

ali esteve a sua mãe em trabalho de parto,

ali sofreu as dores aquela que o deu à luz.

6Ponha-me como um selo sobre o seu coração;

como um selo sobre o seu braço;

pois o amor é tão forte quanto a morte

e o ciúme8.6 Ou paixão é tão inflexível quanto a sepultura8.6 Hebraico: Sheol. Essa palavra também pode ser traduzida por profundezas, ou morte..

Suas brasas são fogo ardente,

são labaredas do Senhor8.6 Ou labaredas enormes.

7Nem muitas águas conseguem apagar o amor;

os rios não conseguem levá-lo na correnteza.

Se alguém oferecesse todas as riquezas

da sua casa para adquirir o amor,

seria totalmente desprezado.

Irmãos

8Temos uma irmãzinha;

seus seios ainda não estão crescidos.

Que faremos com nossa irmã

no dia em que for pedida em casamento?

9Se ela for um muro,

construiremos sobre ela uma torre de prata.

Se ela for uma porta,

nós a reforçaremos com tábuas de cedro.

A Amada

10Eu sou um muro,

e meus seios são as suas torres.

Assim me tornei aos olhos dele

como alguém que inspira paz.

11Salomão possuía uma vinha em Baal-Hamom;

ele entregou a sua vinha a arrendatários.

Cada um devia trazer pelos frutos da vinha

doze quilos8.11 Hebraico: 1.000 siclos; também no versículo 12. Um siclo equivalia a 12 gramas. de prata.

12Quanto à minha própria vinha,

essa está em meu poder;

os doze quilos de prata são para você, ó Salomão,

e dois quilos e meio são para os

que tomaram conta dos seus frutos.

O Amado

13Você, que habita nos jardins,

os amigos desejam ouvi-la;

deixe-me ouvir a sua voz!

A Amada

14Venha depressa, meu amado,

e seja como uma gazela,

ou como um cervo novo

saltando sobre os montes cobertos de especiarias.