King James Version

Psalm 59

1Deliver me from mine enemies, O my God: defend me from them that rise up against me.

Deliver me from the workers of iniquity, and save me from bloody men.

For, lo, they lie in wait for my soul: the mighty are gathered against me; not for my transgression, nor for my sin, O Lord.

They run and prepare themselves without my fault: awake to help me, and behold.

Thou therefore, O Lord God of hosts, the God of Israel, awake to visit all the heathen: be not merciful to any wicked transgressors. Selah.

They return at evening: they make a noise like a dog, and go round about the city.

Behold, they belch out with their mouth: swords are in their lips: for who, say they, doth hear?

But thou, O Lord, shalt laugh at them; thou shalt have all the heathen in derision.

Because of his strength will I wait upon thee: for God is my defence.

10 The God of my mercy shall prevent me: God shall let me see my desire upon mine enemies.

11 Slay them not, lest my people forget: scatter them by thy power; and bring them down, O Lord our shield.

12 For the sin of their mouth and the words of their lips let them even be taken in their pride: and for cursing and lying which they speak.

13 Consume them in wrath, consume them, that they may not be: and let them know that God ruleth in Jacob unto the ends of the earth. Selah.

14 And at evening let them return; and let them make a noise like a dog, and go round about the city.

15 Let them wander up and down for meat, and grudge if they be not satisfied.

16 But I will sing of thy power; yea, I will sing aloud of thy mercy in the morning: for thou hast been my defence and refuge in the day of my trouble.

17 Unto thee, O my strength, will I sing: for God is my defence, and the God of my mercy.

Nova Versão Internacional

Salmos 59

Salmo 59

Para o mestre de música. De acordo com a melodia Não Destruas. Poema epigráfico davídico, quando Saul enviou homens para vigiarem a casa de Davi a fim de matá-lo.

Livra-me dos meus inimigos, ó Deus;
põe-me fora do alcance dos meus agressores.
Livra-me dos que praticam o mal
e salva-me dos assassinos.

Vê como ficam à minha espreita!
Homens cruéis conspiram contra mim,
sem que eu tenha cometido
    qualquer delito ou pecado, ó Senhor.
Mesmo eu não tendo culpa de nada,
    eles se preparam às pressas para atacar-me.
Levanta-te para ajudar-me;
    olha para a situação em que me encontro!
Ó Senhor, Deus dos Exércitos,
    ó Deus de Israel!
Desperta para castigar todas as nações;
não tenhas misericórdia
    dos traidores perversos.Pausa

Eles voltam ao cair da tarde,
    rosnando como cães
    e rondando a cidade.
Vê que ameaças saem de suas bocas;
seus lábios são como espadas,
e dizem: “Quem nos ouvirá?”
Mas tu, Senhor, vais rir deles;
    caçoarás de todas aquelas nações.

Ó tu, minha força, por ti vou aguardar;
tu, ó Deus, és o meu alto refúgio.
10 O meu Deus fiel
    virá ao meu encontro
e permitirá que eu triunfe
    sobre os meus inimigos.
11 Mas não os mates, ó Senhor, nosso escudo,
    se não, o meu povo o esquecerá.
Em teu poder faze-os vaguearem,
    e abate-os.
12 Pelos pecados de suas bocas,
    pelas palavras de seus lábios,
sejam apanhados em seu orgulho.
Pelas maldições e mentiras que pronunciam,
13 consome-os em tua ira,
    consome-os até que não mais existam.
Então se saberá até os confins da terra
    que Deus governa Jacó.Pausa

14 Eles voltam ao cair da tarde,
    rosnando como cães,
    e rondando a cidade.
15 À procura de comida perambulam
e, se não ficam satisfeitos, uivam.
16 Mas eu cantarei louvores à tua força;
    de manhã louvarei a tua fidelidade,
pois tu és o meu alto refúgio,
    abrigo seguro nos tempos difíceis.

17 Ó minha força, canto louvores a ti;
tu és, ó Deus, o meu alto refúgio,
    o Deus que me ama.