King James Version

Psalm 116

1I love the Lord, because he hath heard my voice and my supplications.

Because he hath inclined his ear unto me, therefore will I call upon him as long as I live.

The sorrows of death compassed me, and the pains of hell gat hold upon me: I found trouble and sorrow.

Then called I upon the name of the Lord; O Lord, I beseech thee, deliver my soul.

Gracious is the Lord, and righteous; yea, our God is merciful.

The Lord preserveth the simple: I was brought low, and he helped me.

Return unto thy rest, O my soul; for the Lord hath dealt bountifully with thee.

For thou hast delivered my soul from death, mine eyes from tears, and my feet from falling.

I will walk before the Lord in the land of the living.

10 I believed, therefore have I spoken: I was greatly afflicted:

11 I said in my haste, All men are liars.

12 What shall I render unto the Lord for all his benefits toward me?

13 I will take the cup of salvation, and call upon the name of the Lord.

14 I will pay my vows unto the Lord now in the presence of all his people.

15 Precious in the sight of the Lord is the death of his saints.

16 O Lord, truly I am thy servant; I am thy servant, and the son of thine handmaid: thou hast loosed my bonds.

17 I will offer to thee the sacrifice of thanksgiving, and will call upon the name of the Lord.

18 I will pay my vows unto the Lord now in the presence of all his people.

19 In the courts of the Lord's house, in the midst of thee, O Jerusalem. Praise ye the Lord.

O Livro

Salmos 116

1Eu amo o Senhor,
    porque ele ouve a minha voz,
    e as minhas orações.
Ele dá-me atenção e ouve-me.
Portanto, enquanto viver,
    hei-de chamar por ele!

A morte cercou-me de perto.
Assaltaram-me angústias como sopro do inferno.
Vi-me profundamente abatido.
Então clamei pelo Senhor, gritando pelo seu nome:
    “Senhor, salva-me!”

Como o Senhor é bom e justo!
É cheio de misericórdia, o nosso Deus!
O Senhor protege os simples e os inocentes.
Eu estava profundamente vencido pelas circunstâncias,
    mas ele me livrou.
Agora sim, posso descansar,
    porque o Senhor fez uma obra maravilhosa na minha vida.

Tu, Senhor, livraste-me da morte,
enxugaste-me as lágrimas dos olhos,
evitaste que os meus pés tropeçassem mortalmente.
Agora sei que poderei continuar a viver,
    aqui na terra e na presença do Senhor.
10 Cri, por isso falei.
Estive muito aflito.
11 Desesperado, eu pensava:
    “Mentem todos os que afirmam que me livrarei dessa situação”.

12 Mas agora,
que hei-de eu dar ao Senhor por tudo quanto fez por mim?
13 Vou trazer-lhe uma oferta de vinho, em sinal de gratidão,
    e louvarei a força do seu nome!
14 Há-de ser publicamente
    que eu lhe oferecerei tudo quanto prometi,
em reconhecimento pelo que me fez!

15 É muito custosa, aos olhos do Senhor,
    a morte dos que lhe pertencem!

16 Senhor, tu me livraste das minhas prisões,
    por isso te hei-de servir sempre,
    assim como minha mãe te serviu.
17 Hei-de confiar sempre na força do teu nome!
Nunca deixarei de te oferecer verdadeiros sacrifícios,
    que são os louvores que te dirigimos.
18/19 Cumprirei pontualmente com todos os compromissos
    que tomar perante ti,
    e isso na presença de todos, em Jerusalém,
    na casa do Senhor, junto de ti,
    para que o vejam!

Louvem o Senhor!